Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Tendências estratégicas de TI para 2022

Por Juliana Gaidargi em 10/11/2021 em Gestão de TI

Anualmente o Gartner faz uma análise sobre as tendências estratégicas de TI. E para 2022, o Gartner identificou que o uso de IA, empresa distribuída, dados e segurança vão aumentar.

tendências estratégicas TI 2022

Os investimentos digitais, sejam em IA, nuvem, segurança ou engenharia, estarão entre os principais impulsionadores de tecnologia para 2022. Essa foi a previsão mais aceita pelo Gartner  sobre as tendências estratégicas de TI no Simpósio de TI virtual / Xpo Américas.

“É uma iniciativa abrangente para que as organizações façam mais e escalem os ambientes digitais que desenvolveram rapidamente durante a pandemia. A maioria dessas tendências define tecnologias que, juntas, mostram como as empresas se reconectarão com parceiros e consumidores para criar bases técnicas escaláveis ​​e resilientes para o futuro” – David Groombridge, vice-presidente de pesquisa do Gartner.

Redes centradas em escritórios darão lugar a empresas distribuídas

A primeira dessas tendências é o crescimento da empresa distribuída. Ela é impulsionadas pelo enorme crescimento em padrões de trabalho remotos e híbridos. Afinal, as organizações tradicionais centradas em escritórios estão evoluindo para empresas distribuídas geograficamente.

“Para cada organização, do varejo à educação, seu modelo de entrega deve ser reconfigurado para abraçar os serviços distribuídos”, disse Groombridge. No entanto, essas operações irão estressar a rede que dá suporte a usuários e consumidores. Portanto, as empresas precisarão rearquitetar e redesenhar para lidar com isso.

No final, o Gartner espera que até 2023, 75% das organizações que exploram os benefícios das empresas distribuídas terão um crescimento de receita 25% mais rápido do que os concorrentes.

Ajustes de rede para liberar dados

“Os dados estão amplamente dispersos em muitas organizações, então, alguns desses dados valiosos podem ficar presos em silos. Contudo, data fabrics podem fornecer integração e interconectividade entre vários silos para desbloquear esses recursos” – Groombridge. 

Groombridge acrescentou que esse tipo de implantação também irá forçar reajustes significativos da topologia de rede. Inclusive, em alguns casos, podem exigir seus próprios recursos de rede de ponta para funcionar de maneira eficaz.

O resultado: a malha irá desbloquear dados que podem ser usados ​​por plataformas de IA e analítica para dar suporte a novos aplicativos e trazer inovações de negócios mais rapidamente;

“Se os dados são o novo óleo, então o valor real de um data fabric é sua capacidade de melhorar dinamicamente o uso de dados com suas análises embutidas, reduzindo os esforços de gerenciamento de dados em até 70%” – Groombridge.

Cortando os custos de incidentes de segurança

Proteger esse data fabric distribuído será o trabalho da terceira grande tendência do Gartner. Afinal, o uso de uma arquitetura de malha de segurança cibernética (CSMA) abrangente permitirá que empresas distribuídas implantem e ampliem a segurança onde for mais necessária. 

“Hoje, os ativos e os usuários podem estar em qualquer lugar. Ou seja, o perímetro de segurança tradicional acabou”, disse Groombridge.

CSMA é uma abordagem combinável que trará ferramentas integradas com interfaces e APIs comuns para o processo de segurança, conforme necessário. No entanto, ele também fornecerá:

  • Gerenciamento centralizado;
  • Análises e inteligência sobre o que está acontecendo na empresa;
  • Envio de políticas para usuários e serviços acessados.

Portanto, o CSMA ajuda a fornecer uma estrutura integrada para proteger todos os ativos, independentemente da localização. Em 2024, as organizações que adotarem o CSMA reduzirão o impacto financeiro de incidentes de segurança individuais em uma média de 90%, disse Groombridge.

Sistemas autônomo para adaptação a ambientes em mudança

À medida que as empresas se espalham e adotam novas táticas de segurança, o Gartner também analisou as tecnologias que afetarão essa evolução. Os sistemas autônomos que podem modificar seus próprios algoritmos sem atualizações de software externas permitirão que as empresas se adaptem rapidamente às novas condições no campo.

“O comportamento autônomo já se tornou conhecido por meio de implantações recentes em ambientes de segurança complexos. Contudo, a longo prazo se tornará comum em sistemas físicos como robôs, drones, máquinas de manufatura e espaços inteligentes”, disse Groombridge.

Portanto, os sistemas autônomos podem aprender novas tarefas e reagir rapidamente para fornecer soluções para gerenciamento em grande escala, disse Groombridge. Justamente por isso, está entre as tendências estratégicas de TI para 2022.

Hiperautomação

O conceito de hiperautomação está na lista de tendências estratégicas de TI do Gartner há alguns anos. Contudo, é uma tecnologia que cresceu rapidamente, impulsionada em parte pelos requisitos pandêmicos. Afinal, os sistemas de hiperutomação podem identificar, controlar e automatizar rapidamente vários processos.

O Gartner diz que a hiperautomação envolve a combinação de aprendizado de máquina múltiplo (ML), software empacotado e ferramentas de automação.

“A pesquisa do Gartner mostra que as equipes de hiperautomação de alto desempenho se concentram em três prioridades principais: melhorar a qualidade do trabalho, acelerar os processos de negócios e aumentar a agilidade na tomada de decisões. Os técnicos de negócios também apoiaram uma média de 4,2 iniciativas de automação no ano passado.”

IA em ascensão

Relacionado ao crescimento autônomo e de hiperautomação estará o uso crescente de IA. Em particular, IA generativa. Ou seja, métodos de aprendizado de máquina que aprendem sobre o conteúdo ou objetos a partir de seus dados e os usam para gerar conteúdo totalmente novo e original.

A IA generativa está entre as tendências estratégicas de TI para 2022 porque pode ser usada para uma variedade de atividades, como:

  • Criação de código de software;
  • Facilitação do desenvolvimento;
  • Marketing direcionado. 

No entanto, também pode ser usado indevidamente para golpes, fraudes, desinformação política e identidades falsas. Portanto, em 2025, o Gartner espera que a IA generativa seja responsável por 10% de todos os dados produzidos, ante menos de 1% hoje, disse Groombridge.

Engenheiros de IA cada vez mais necessários

Conforme o uso de IA cresce, aumenta também a necessidade de engenharia de IA. Ou seja, de uma disciplina focada na governança e gerenciamento do ciclo de vida de uma ampla gama de IA operacionalizada. O mesmo vale para modelos de decisão, como aprendizado de máquina e gráficos de conhecimento.

“Para equipes de fusão que trabalham com IA, o verdadeiro diferencial de suas organizações estará na capacidade de aumentar continuamente o valor por meio de mudanças rápidas de IA. Então, em 2025, os 10% das empresas que estabelecem as melhores práticas de engenharia de IA gerarão pelo menos três vezes mais valor com seus esforços de IA do que os 90% das empresas que não o fazem.”

Outras tendências estratégicas de TI que o Gartner diz que afetarão a área em 2022:

Plataformas nativas da nuvem (CNPs): 

A noção de transferir e transferir aplicativos legados para ambientes em nuvem não funciona bem no mundo real, disse Groombridge. Afinal, ao invés disso, uma arquitetura nativa da nuvem reconstrói os aplicativos para produzir serviços em nuvem altamente automatizados que oferecem recursos digitais em qualquer lugar e em qualquer lugar. Então, os CNPs usam os principais recursos da computação em nuvem para fornecer recursos escalonáveis ​​e elásticos relacionados à TI como um serviço aos criadores de tecnologia. Por esse motivo, o Gartner prevê que as plataformas nativas da nuvem servirão como base para mais de 95% das novas iniciativas digitais até 2025, ante menos de 40% em 2021.

Aplicativos combináveis: 

As arquiteturas de aplicativos combináveis ​​permitem a mudança rápida ou a passagem de um aplicativo existente para outro para atender a uma necessidade comercial específica. A arquitetura de aplicativo combinável permite essa adaptabilidade. Portanto, aqueles que a adotaram ultrapassarão a concorrência em 80% na velocidade de implementação de novos recursos, disse Groombridge.

Privacy-Enhancing Computation (PEC): 

As técnicas de PEC protegem informações pessoais e confidenciais em nível de dados, software e hardware. Então, possibilitam compartilhar, agrupar e analisar dados com segurança sem comprometer a confidencialidade ou privacidade. O Gartner disse que espera que 60% das grandes organizações usem uma ou mais técnicas de PEC até 2025.

Inteligência de decisão: 

A inteligência de decisão é uma disciplina usada para melhorar a tomada de decisão. Afinal, sua função é entender e projetar explicitamente como as decisões são tomadas e como os resultados são avaliados, gerenciados e aprimorados por feedback. Portanto, o Gartner prevê que nos próximos dois anos, um terço das grandes organizações usará inteligência de decisão para melhorar a vantagem competitiva.

Experiência Total (TX): 

TX é uma estratégia de negócios que combina as seguintes disciplinas:

  • CX (Experiência do cliente);
  • EX (Experiência do funcionário);
  • UX (Experiência do usuário);
  • MX (Multiexperiência). 

Então, o objetivo do TX é aumentar a confiança, satisfação, lealdade e defesa dos clientes e funcionários. Portanto, as empresas aumentarão a receita e o lucro alcançando resultados de negócios TX adaptáveis ​​e resilientes.

A escassez de habilidades de TI ainda se aproxima

Embora não tenha sido incluída nas principais tendências estratégicas de TI para 2022, a escassez de habilidades de TI ainda assombra o mercado.

Um relatório recente do Gartner descobriu que os executivos de TI veem a escassez como a barreira mais significativa para a adoção de tecnologias emergentes, incluindo infraestrutura de computação e serviços de plataforma, rede, segurança, local de trabalho digital, automação de TI, armazenamento e banco de dados.

Os executivos de TI pesquisados ​​citaram a disponibilidade de talentos como o principal desafio de adoção para a maioria das tecnologias de automação de TI (75%) e quase metade das tecnologias de local de trabalho digital (41%). No entanto, a falta de talentos disponíveis foi citada com muito mais frequência do que outras barreiras neste ano, como custo de implementação (29%) ou risco de segurança (7%), de acordo com o Gartner.

“A escassez de talentos será um desafio para lançar qualquer uma dessas tecnologias avançadas. Em contrapartida, felizmente, algumas dessas tecnologias, como IA, automação e como as empresas empregam tecnologia para trabalhadores híbridos, também atrairão novos trabalhadores”.

Inovação é a chave

Contudo, mesmo com os desafios das habilidades, os líderes de TI aumentaram a adoção de tecnologias emergentes para impulsionar a inovação. Especialmente à medida que as organizações começam a se recuperar da pandemia, diz o Gartner. Em todos os domínios de tecnologia, 58% dos entrevistados relataram um aumento ou um plano para aumentar o investimento em tecnologia emergente em 2021, em comparação com 29% em 2020, afirmou o Gartner.

De acordo com a pesquisa, construir resiliência e melhorar a infraestrutura crítica de TI são as prioridades entre os líderes de TI em 2021, portanto, eles irão priorizar as implantações de nuvem e segurança.

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.