Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Novas habilidades para atuar no data center

Por Juliana Gaidargi em 11/02/2021 em Gestão de TI

Os requisitos de pessoal estão crescendo globalmente. Especialmente no que diz respeito às habilidades necessárias para atuar no data center. Portanto, hoje as empresas procuram profissionais de TI com habilidades que incluem:

É verdade que a pandemia de COVID-19 afetou profundamente muitas áreas de TI. Contudo, isso inclui o data center. Afinal, é nele que as mudanças na infraestrutura estão gerando a necessidade de novos conjuntos de habilidades entre os funcionários que os compõem. Particularmente a adoção de serviços em nuvem.

habilidades data center

Talvez nenhum setor de tecnologia tenha se beneficiado mais com a pandemia do que a computação em nuvem. Afinal, sua independência de localização dos serviços em nuvem os torna ideais em um mundo onde a maioria dos funcionários da linha de negócios e de TI não estão mais no escritório.

Novas dependências

Mas isso significa que as empresas dependerão da infraestrutura como serviço (IaaS). Contudo, isso quer dizer que elas não precisarão mais de seus próprios data centers locais e equipes de TI de data centers? Analistas e visionários têm feito essa pergunta há cerca de uma década. Entretanto, a nuvem passou por um ponto de inflexão e trouxe um novo imediatismo ao assunto.

A resposta é que os data centers não irão a lugar nenhum tão cedo. No entanto, eles terão uma aparência fundamentalmente diferente. Essa não é uma boa notícia só para quem trabalha atualmente em data centers. Mas também para quem está pensando em fazer carreira lá. Afinal, a adoção da nuvem e de outras mudanças criam uma onda de novas oportunidades.

O Uptime Institute prevê que as necessidades por habilidades de uma equipe de data center crescerão globalmente. Ou seja, irão de cerca de 2 milhões de funcionários em tempo integral em 2019 para quase 2,3 milhões em 2025. 

E o crescimento na demanda esperada virá principalmente de data centers em nuvem. Contudo, os data centers corporativos continuarão a empregar um grande número de funcionários. Entretanto, a equipe do data center em nuvem excederá a equipe do data center corporativo após 2025, afirma a Uptime.

Habilidades certas para profissionais de data center

Contudo, encontrar o talento com as habilidades certas para atuar em data center continuará difícil para muitas organizações. Em 2020, 50% dos proprietários ou operadores de data centers em todo o mundo relataram ter dificuldade em encontrar candidatos qualificados para vagas abertas. Ao menos em comparação com 38% em 2018, de acordo com o Uptime Institute.

Então, para os profissionais de TI que desejam fazer parte do novo data center, aqui estão algumas das principais funções e habilidades exigidas:

Arquiteto técnico

A função do arquiteto técnico cresceu em importância. Afinal, os aplicativos não são mais implantados em silos de tecnologia. No passado, cada aplicativo tinha seus próprios servidores, armazenamento e segurança. Contudo, os data centers modernos são construídos em uma infraestrutura desagregada. Ou seja, os recursos são compartilhados por vários aplicativos.

Isso requer novas habilidades de design de infraestrutura para garantir que o desempenho do aplicativo permaneça alto. Afinal, a tecnologia subjacente está sendo compartilhada por um amplo conjunto de aplicativos. Portanto, requer conhecimento de domínio de alto nível de rede, armazenamento, servidores, virtualização e outra infraestrutura.

Arquiteto de data center

As habilidades de um arquiteto de data center incluem conhecimento específico do data center físico. Ou seja, uma compreensão de energia, refrigeração, imóveis, estrutura de custos e outros fatores essenciais para projetar data centers. 

Afinal, os arquitetos ajudam a determinar o layout da instalação, bem como sua segurança física. Contudo, o design interno envolvendo racks, piso e fiação também faz parte dessa função. Também porque, se for mal executado, o trabalho pode ter um enorme impacto negativo nos fluxos de trabalho da equipe técnica.

Gerenciamento de nuvem

Não há um único provedor de nuvem. E uma função empresarial emergente e em constante evolução é selecionar e gerenciar serviços em nuvem. Sejam eles privados, públicos ou híbridos. 

No entanto, os atributos dos provedores de nuvem variam, sendo que alguns são fortes em regiões específicas. Enquanto isso, outros podem ser mais adequados do que os concorrentes para fornecer serviços específicos, por exemplo. 

Em alguns casos, os serviços de nuvem de terceiros são inadequados. Dessa forma, tornam a nuvem privada a melhor resposta. Especialmente quando a privacidade de dados é necessária.

Contudo, os serviços em nuvem precisam ser constantemente monitorados e otimizados para garantir que as empresas não estejam gastando demais em algumas áreas e menos em outras. Em paralelo, a otimização de custos não pode resultar em problemas de desempenho. Portanto, essa função requer habilidades para avaliar adequadamente as ofertas de nuvem e fornecer gerenciamento contínuo ao data center.

AI e ML

Os volumes de dados agora são enormes e aumentam a cada dia. Contudo, com o surgimento da computação de ponta, mais dados residirão em mais lugares. Portanto, inteligência artificial e aprendizado de máquina são necessários para facilitar o gerenciamento de dados eficaz. 

Há uma ampla gama de empregos nesta área em todo o espectro do ciclo de vida da IA, incluindo:

  • Treinamento de sistemas de IA;
  • Modelagem;
  • Programação;
  • Fornecimento de participação humana no circuito para garantir que as metas de IA sejam atendidas.

Análise de dados

O futuro data center será conduzido pela análise de grandes quantidades de dados. E essa tendência continuará à medida que mais dados são gerados por endpoints de IoT, sistemas de vídeo, robôs, etc. Enfim, quase tudo o que fazemos. 

As equipes de operações do data center tomarão decisões críticas com base na análise desses dados. Hoje, as empresas têm escassez de pessoas com habilidades analíticas. Principalmente aquelas que entendem como usar AI / ML para acelerar essa análise.

Habilidades em software

Muitos engenheiros de TI, especialmente aqueles que trabalham com infraestrutura de rede, são centrados no hardware. Claro, eles podem saber como encontrar e trabalhar em uma interface de linha de comando. Contudo, isso não é realmente uma habilidade de software. 

A maioria dos engenheiros de rede nunca executou nem mesmo funções básicas de software, como fazer uma chamada de API. Por outro lado, usar APIs pode tornar muitas tarefas muito mais fáceis do que tentar escrever um script para analisar uma CLI.

Nem todos os engenheiros de rede precisam se tornar programadores. Porém, todos devem se tornar usuários avançados de software e entender como usar APIs e SDKs para realizar tarefas administrativas. Então, eles devem se concentrar em linguagens como Python e Ruby. 

Afinal, toda a infraestrutura de rede moderna foi projetada para ser gerenciada por meio de APIs, muitas delas baseadas na nuvem. Portanto, os dias de ser um jockey de CLI acabaram. Contudo, a falta de vontade de admitir isso é a maior ameaça às habilidades dos engenheiros de data center de hoje.

Segurança de data center

Existem vários caminhos para empregos em segurança de data center. Afinal, essa disciplina se refere à segurança física e cibernética. 

Os data centers armazenam dados confidenciais e proprietários. Portanto, as violações podem ter consequências desastrosas para uma organização. Contudo, a segurança física já foi feita com leitores de crachá e teclados. Ainda assim, houve uma grande inovação, incluindo:

Portanto, esta promete ser uma área empolgante para se trabalhar na próxima década. Entretanto, a segurança cibernética também evoluiu com a transição das ferramentas de gerenciamento de eventos e informações de segurança para sistemas baseados em ML. Estes,  permitem que os profissionais de segurança vejam coisas que nunca viram antes. 

Além disso, muitas organizações avançadas estão adotando modelos de confiança zero para isolar o tráfego de aplicativos de outros sistemas. Dessa forma, criam zonas seguras usando microssegmentação, o que minimiza o “raio de explosão” de uma violação.

Rede de data center

A função da rede no data center mudou significativamente na última década. Afinal, as arquiteturas multicamadas tradicionais que foram otimizadas para fluxos de tráfego Norte-Sul mudaram para redes folha-espinha que são projetadas para volumes maiores de tráfego Leste-Oeste.

Além disso, os sistemas de rede definida por software (SDN) estão sendo usados ​​para provisionar sobreposições de malha virtual da subjacência física. Isso traz maior automação, visibilidade de tráfego e economia para a rede do data center.

Então, os engenheiros de rede que trabalham em data centers precisam de novas habilidades. Em especial, se familiarizar com os novos conceitos associados a malhas de rede, como:

  • Sistemas operacionais baseados em Linux;
  • Plataformas de rede de código aberto;
  • Túneis VxLAN e VPNs Ethernet. 

Afinal, tudo isso aumenta a escalabilidade, elasticidade e resiliência da rede, simplificando as operações da rede. Além disso, a maioria das plataformas de data center agora são abertas por design. Ou seja, tornam a interoperabilidade do fornecedor muito mais fácil e quebram o aprisionamento que os clientes experimentavam no passado.

Impactos da nuvem

Outro aspecto da rede do data center que mudou é a conectividade em nuvem. Historicamente, os engenheiros de rede se preocupavam com a rede dentro do data center, que é um ambiente altamente controlado.

Contudo, o surgimento da nuvem e da computação de ponta impõe que a rede se estenda para fora dos limites físicos das instalações do cliente, em uma área ampla até o provedor de nuvem. Portanto, é imperativo que a rede funcione como se fosse uma malha única e contínua em todos os locais da nuvem. Felizmente, existem várias maneiras de fazer isso, incluindo SD-WAN, SASE e conexões diretas na nuvem.

Empregos fora do data center

Existem empregos para profissionais com habilidades em data center que desejam fazer a transição desse ambiente? Infelizmente, habilidades específicas de data center não são mais tão buscadas. Afinal, você não vê mais muitos engenheiros de mainframe ou administradores de PBX por aí.

No entanto, embora o futuro esteja nas tarefas descritas aqui, a transição dos data centers legados levará muito tempo. Afinal, as empresas costumam adotar uma mentalidade “se não está quebrado, não conserte” quando se trata de sistemas de missão crítica. 

Portanto, para aqueles que não podem ou não querem renovar as habilidades, pode ser necessário buscar empregadores em verticais que tendem a ser mais lentas na adoção de tecnologia. É o caso do governo estadual e local, bancos regionais e varejo especializado.

De olho no futuro

O futuro dos data centers está nas nuvens distribuídas. E isso muda os conjuntos de habilidades necessários para operá-los. Portanto, os data centers certamente não irão desaparecer, mas serão muito diferentes no futuro, e isso deve ser empolgante para todos.

De qualquer forma, é possível encontrar profissionais com habilidades de data center já atualizadas. Basta contratar uma parceira de TI especilizada. A Infonova, por exemplo, investe muito em seus colaboradores, de forma a oferecer sempre o melhor atendimento aos seus clientes. 

Portanto, conta com equipes de profissionais que passam por atualizações contínuas a fim de acompanhar a evolução do mercado e das ferramentas. Dessa forma, seus clientes têm o melhor sem precisar investir tempo e dinheiro diretamente nisso.

Sobre a Infonova

Atuante no mercado de TI desde 2002, a Infonova tem foco total no cliente. A empresa conta com profissionais qualificados e aptos a realizarem atendimento trilíngue em diversas frente de TI. Contudo, entre elas, destacam-se:

Além disso, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Ou seja, avalia o que está bom, resolve o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado.

metodologia infonova

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.

Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

Como a empresa de TI completa que é, a Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Todas compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Confira a seguir:

soluções infonova

Para saber mais sobre os serviços da Infonova, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.