Por Juliana Gaidargi em 3/12/2018 em Artigo

Embora muito se ouça falar a respeito, muita gente ainda se pergunta o que significa outsourcing.

O que significa outsourcing?

O outsourcing consiste em uma prática de negócio muito difundida hoje em dia. Nela, uma empresa contrata outra empresa ou indivíduo para realizar tarefas específicas.

Essa contratada passa, então, a lidar com a operação ou prover serviços que já realizam regularmente. Porém, existem casos em que ela assume funções que anteriormente eram feitas pelos próprios funcionários da empresa.

Ou seja, a empresa contratada, comumente chamada de provedora de serviços ou terceirizada, faz com que seus próprios funcionários ou sistemas de computadores realizem tarefas ou serviços. Estes podem ser feitos tanto dentro da empresa contratante, quanto nas próprias dependências da terceirizada. É isso o que significa outsourcing.

O que pode ser terceirizado?

Hoje em dia, as empresas podem terceirizar várias tarefas ou serviços. Geralmente, elas terceirizam serviços de TI, incluindo programação e desenvolvimento de aplicações, tal como suporte técnico. Frequentemente, empresas terceirizam serviço de atendimento ao cliente e funções relacionadas. Elas também podem terceirizar outros tipos de funções, incluindo processos de manufatura, recursos humanos e trabalhos financeiro, como prestação de contas e pagamentos. Em geral, empresas podem terceirizar departamentos inteiros ou apenas partes de uma área em particular.

Vale lembrar que o outsourcing pode envolver a contratação de uma grande empresa terceirizada. Mas também pode focar na contratação de profissionais individuais ou até trabalhadores temporários para projetos específicos.

Confira abaixo algumas das áreas mais terceirizadas atualmente:

  • Jurídico
  • Contabilidade
  • Marketing
  • TI
  • RH
  • Manufatura (indústria)
  • Limpeza
  • Segurança

Para que serve?

O outsourcing de TI oferece às empresas a capacidade de se concentrar em competências essenciais. Isso além de acessar tecnologia de ponta e aumentar a flexibilidade e economia de custos. Por esse motivo, o outsourcing de TI é uma das principais apostas em empresas que pretendem reduzir gastos com a gestão de TI e aumentar sua capacidade operacional. Isso porque a infraestrutura de TI é um dos aspectos mais importantes da cadeia operacional. Ou seja, seu bom funcionamento infere diretamente na capacidade da empresa:

  • Atender aos seus clientes;
  • Criar serviços mais inovadores;
  • Ter um nível de eficiência maior.

É importante que o gestor de TI saiba otimizar todos os recursos. Além disso, ele precisa buscar formas mais econômicas de manter equipamentos de alta performance acessíveis no ambiente corporativo.

Ao entender o que é outsourcing, é possível terceirizar o investimento em novos equipamentos. Com isso, a empresa também consegue:

  • Flexibilizar rotinas;
  • Ampliar a capacidade de resposta;
  • Escalonar serviços;
  • Ganhos financeiros diretos;
  • Acesso a tecnologia de ponta;
  • Atualização tecnológica contínua.

Modelos de outsourcing de TI

Após entender o que significa outsourcing, é importante saber que existem três tipos principais. Cada um deles tem suas peculiaridades:

Motivos para terceirizar

Geralmente, empresas terceirizam para diminuir custos, melhorar a eficiência e ganhar velocidade. Empresas que decidem terceirizar passam a confiar na expertise da provedora em realizar o tipo de serviço para o qual foi contratada.

Isso acontece porque acredita-se que, conforme a terceirizada só precisa realizar aquele trabalho específico ela é, portanto, capaz de concluí-lo mais rapidamente e melhor. Isso tudo de forma menos onerosa. Ou seja, o objetivo final do outsourcing é a geração contínua de benefícios para o negócio.

Com tantos benefícios, empresas geralmente decidem terceirizar funções de suporte. Afinal, assim, elas podem focar seus recursos no negócio mais especificamente. Além disso, essa prática concede uma vantagem competitiva no mercado.

Porém, algumas empresas decidem terceirizar por outros motivos. Por exemplo, algumas podem terceirizar por serem incapazes de contratar trabalhadores com as especializações e experiências necessárias para realizar determinadas tarefas.

Entretanto, algumas empresas, às vezes, optam por terceirizar para se livrar de regulações e obrigações trabalhistas. Ainda assim, mais empresas têm visto terceirizadas como centros de inovação.

O que significa outsourcing do ponto de vista ético?

O outsourcing têm levantado algumas questões éticas nas empresas. Muitas delas têm criticado essa prática  devido ao seu impacto nos trabalhadores.

Em geral, funcionários de empresas que costumam terceirizar pessoal com frequência enxergam essa decisão como uma ameaça aos seus empregos. Isso gera muita insegurança e, por vezes, acaba impactando negativamente na produtividade.

Infelizmente, em vários casos, essa insegurança é justificada conforme funcionários registrados de fato perdem seu emprego para indivíduos terceirizados. Isso acontece especialmente porque esses indivíduos costumam ganhar salários inferiores para realizar a mesma função do contratado.

Geralmente, isso pode acontecer em funções muito operacionais, como indústria, manufatura, costura, limpeza e segurança. Contudo esse risco é menos prevalente  em  atividades especializadas, como programação, engenharia da computação, TI, vendas, contabilidade e RH.

Insourcing ou outsourcing?

Algumas empresas podem optar pelo insourcing ao invés do outsourcing. Conforme o nome implica, o insourcing consiste na prática de se manter funcionários internos para realizar tarefas que poderiam ser terceirizadas.

Às vezes, o insourcing envolve a contratação de funcionários novos, de forma permanente ou temporária, para realizar tarefas. Nesses casos, a empresas pode precisar investir em novos equipamentos, hardware e softwares, tal como na atualização de processos de negócios. Além disso, é essencial dominar a área em questão. Afinal,  muitas vezes é difícil deter conhecimento de áreas tão variadas, como contabilidade, marketing, ou TI. Por isso a terceirização, ou outsourcing, é tão comum nestas áreas.

Tendências do outsourcing

Embora o outsourcing seja visto como uma forma de mitigar custos e ganhar eficiência, ele tem se tornado uma ferramenta estratégica para empresas. Organizações líderes do mercado entendem que terceirizar algumas funções pode acarretar muitas vantagens.

É o caso do ganho de competitividade por meio da possibilidade de acesso a expertises ou tecnologias inovadoras que elas não possuem internamente. Ou quando o outsourcing ajuda a empresa a entregar produtos e serviços mais rapidamente. Tudo isso também viabiliza a migração de recursos internos para áreas mais críticas do negócio.

 

Comentários