Por antonio.andrade em 8/05/2018 em Artigo

O termo CPD (Centro de Processamento de Dados) é bastante comum no mundo da TI . Ele consiste em um local físico de qualquer empresa onde são encontrados todos os servidores e serviços de tecnologia. Vamos focar na solução de organizar um CPD. Hoje existem CPD’s de diversas proporções, aqui vamos indicar algumas dicas para um CPD básico.

 

Como organizar um CPD?

Melhora na segurança de acesso a informação, organização da estrutura de informática, bom gerenciamento de TI e a estética (um monte de maquinas cheia de fios, equipamentos soltos, em cima de qualquer mesa pelo escritório não é apresentável).

  • Espaço Físico – Uma sala de 3×3 atende bem. É importante garantir que os técnicos consigam se movimentar sem esbarrar. Recomenda manter a sala sempre fechada, para evitar o acesso.
  • Energia Elétrica e Nobreak – Recomendam-se dois circuitos elétricos independentes, assim evita sobrecarregar um único circuito. O Nobreak é indispensável para garantir o hardware e software contra quedas de energia. Para uma segurança simples contra quedas de energia também se recomendam dois Nobreak’s.
  • Internet – é um dos principais itens que compõe a infra estrutura de rede. Procure sempre dois links no ambiente. Para o cabeamento, certifique-se que a provedora de internet possa instalar o cabo até junto do modem.
  • Temperatura – Para um ambiente básico, pelo menos 1 ar condicionado para uma temperatura media de 18°. Vale ressaltar que o equipamento e a temperatura podem variar conforme o numero de equipamentos.
  • Rack – Deve ser de ferro, aço ou outros metais, deve acomodar os servidores, switch, roteador e periféricos. Recomendam rack’s de 40Us, 2,2 metros de altura e 1 metro de profundidade. Verificar se possui pelo menos oito réguas, bandejas moveis e cooler de dissipação de calor.

Com essas dicas de organização de CPD podemos evitar cabos jogados, equipamentos amontoados, etc. Definir o espaço, energia, ar, internet, rack e cabeamento são os elementos básicos para o bom funcionamento. Uma boa empresa de TI consegue integrar as partes envolvidas para iniciar o funcionamento.