Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

12 sinais de que é hora de atualizar a infraestrutura de TI

Por Juliana Gaidargi em 15/03/2019 em Artigo, Gestão de TI

A infraestrutura de TI é um componente essencial de qualquer negócio. Portanto, atualizar a infraestrutura de TI é um recurso valioso que permite realizar negócios com sucesso e completar metas. No entanto, um sistema desatualizado e de baixa qualidade pode ser uma dor de cabeça que prejudica a produtividade, a eficiência e a qualidade do trabalho.

Para acompanhar as mudanças nas expectativas dos clientes, volumes de dados flutuantes, aumento do tráfego de rede, requisitos regulamentares e outros aspectos variáveis ​​da empresa, é necessário manter e atualizar a infraestrutura de TI consistentemente.

Aqui, examinamos 12 sinais que indicam que é hora de atualizar a infraestrutura de TI.

Ebook Melhores Práticas em Gestão de TI

  1. Você está usando computadores antigos

As coisas não duram mais como costumavam durar. E os computadores de uma empresa não são exceção. Os computadores desktop e laptop nos quais a companhia investiu alguns anos atrás provavelmente eram ótimos quando foram adquiridos. Verdadeiros tops de linha! Porém, agora eles parecem retardar, congelar e frustrar mais do que ajudar a exercer as funções necessárias.

Quando se pensa em infraestrutura de TI, provavelmente servidores e outras ferramentas de rede vêm à mente. No entanto, alguns dos componentes de infraestrutura de TI mais importantes que são de fato utilizados são os computadores. A boa notícia é que substituir esses computadores antigos é uma ótima oportunidade para investir na próxima geração de dispositivos com melhores recursos.

Investir em tablets e outros dispositivos híbridos também pode oferecer à equipe da empresa ferramentas atualizadas. Estas, por sua vez, oferecerão melhor flexibilidade e acesso econômico à mais nova tecnologia.

  1. O software está desatualizado

Um software que está se aproximando do fim de sua vida útil se torna mais do que apenas lento e desatualizado. Ele pode colocar toda a rede de uma empresa em risco. O software legado é conveniente de usar porque a equipe costuma estar confortável com ele e mudanças são sempre desafiadoras. Contudo, o software legado é mais suscetível a vírus, malware e ataques cibernéticos do que um software novo.

O software antigo também está em risco de não conformidade com os padrões regulamentados do setor. Portanto, a atualização do software é uma necessidade importante da infraestrutura de TI. Afinal, o novo software poderá melhorar os negócios de várias maneiras:

  • Melhor segurança;
  • Aumento da capacidade;
  • Produtividade melhorada;
  • Melhor eficiência;
  • Custos menores a longo prazo;
  • Satisfação do empregado.

Dessa forma, deve-se sempre atualizar o software da empresa a fim de garantir que os patches de segurança estejam em vigor. Além disso, é necessário atualizar o software sempre que ele estiver próximo do final de sua vida útil.

Ebook Dicionário do Outsourcing de TI

Guia completo para contratação de empresas de TI

Ebook Dicionário de Redes e Servidores

  1. Hardware inconsistente

Como a empresa e a equipe crescem ao longo dos anos, é natural que se adicionem novos hardwares. Isso significa que a equipe provavelmente usa uma grande variedade de computadores e outras ferramentas. Dessa forma, o hardware inconsistente não se torna apenas um problema estético. Na verdade, ele pode levar a problemas de comunicação e colaboração dentro e fora da companhia.

Afinal, a compatibilidade é um aspecto essencial de uma empresa com bom funcionamento. Portanto, é necessário garantir que a equipe esteja usando hardwares que sincronizem, compartilhem documentos, executem o mesmo software e possam ser facilmente controlados e gerenciados por um único sistema.

Dessa forma, ao atualizar a infraestrutura de TI, é fundamental se concentrar em adquirir hardware compatível que seja sincronizado. Afinal, assim a equipe conseguirá compartilhar e colaborar informações mais facilmente.

  1. Sistemas lentos

Não há nada mais frustrante do que olhar para uma roda de fiar na tela do computador. Afinal, uma aplicação lenta é muito mais do que um incômodo. É um empecilho para toda a empresa.

As aplicações lentas abrandam o seu negócio. Ainda pior, elas causam estragos na produtividade dos funcionários. Sistemas lentos também podem ser um sintoma de um problema subjacente mais profundo na infraestrutura de TI da empresa.

Essa causa raiz pode consistir em um armazenamento inadequado, falta de capacidade de processamento ou largura de banda limitada. Ao atualizar a infraestrutura de TI, é possível abordará esses problemas para ajudar a fornecer sistemas extremamente rápidos. E aplicações rápidas significam um negócio mais eficiente.

  1. Servidores aceleram constantemente

Servidores com falhas geralmente são sintomas de problemas de infraestrutura muito mais profundos. Afinal, os servidores podem travar devido à largura de banda limitada, espaço inadequado ou falta de capacidade de processamento. Servidores travados também podem ser causados ​​por discos corrompidos, falta de fluxo de ar adequado em sua sala de servidores ou, pior ainda, infecção por malware.

Portanto, avaliar a infraestrutura do servidor e implementar uma estratégia que permita um pico de operação e crescimento garantirá que eles realmente atendam às necessidades do seu negócio.

  1. Espaço de armazenamento insuficiente

Se você está ficando sem espaço de armazenamento, sua empresa precisa desesperadamente atualizar a infraestrutura de TI. Como visto acima, o espaço de armazenamento limitado pode levar a lentidão de sistemas e falhas no servidor. Mas também pode levar a outros problemas tão sérios quanto.

Afinal, ao ficar sem espaço de armazenamento, a equipe poderá não conseguir salvar documentos importantes. Além disso, há o risco de perder dados da empresa altamente valiosos e diminuir a produtividade de equipe. Portanto, a migração do armazenamento de dados para a nuvem é uma opção econômica e eficiente. O armazenamento em nuvem é infinitamente escalonável e pode ser adicionado muito mais rapidamente do que o armazenamento tradicional. Este, por sua vez, exige a compra, a formatação e a instalação de servidores e unidades de armazenamento adicionais.

  1. Você não está usando a nuvem

A computação em nuvem está revolucionando a forma como os negócios são conduzidos. Isso porque a computação em nuvem oferece maior flexibilidade, escalabilidade e colaboração. Além disso, a computação em nuvem pode ajudar a colocar toda a equipe no mesmo software. Ou seja, se a equipe estiver usando uma combinação de sistemas operacionais, a nuvem permitirá que todos trabalhem com o mesmo software devidamente atualizado.

Portanto, se a organização não está aproveitando a nuvem, é hora de atualizar a infraestrutura de TI. Um provedor de serviços gerenciados pode ajudar a empresa à medida que ela migra serviços para a nuvem. Este processo não confere só um maior poder de processamento e armazenamento de dados, necessário a qualquer empresa. Mas também proporciona à equipe a consistência, flexibilidade e ferramentas de colaboração aprimoradas que auxiliarão a obter o máximo de sua tecnologia.

Ebook Como Vender TI para Diretoria

  1. Você está pagando demais pelas soluções de TI

Quanto mais antiga a tecnologia, mais custa atualizá-la e repará-la. Afinal, ao longo dos anos, os custos de manutenção e reparos começam a somar. Ou seja, os custos de TI não devem ficar fora de controle apenas para manter seus sistemas vigentes em funcionamento.

Muitas organizações seguem essa estratégia. Ou seja, elas usam medidas temporárias para lidar com problemas no momento. Porém, não abordam os problemas subjacentes mais profundos. Por outro lado, uma atualizar a infraestrutura de TI de forma completa acabará economizando mais dinheiro a longo prazo. Afinal, ela permitirá que montar um sistema coeso que funciona de verdade.

  1. Você está pagando demais pelos custos de energia

Seus sistemas de TI naturalmente exigem uso de energia. Afinal de contas, eles operam 24 horas por dia, 7 dias por semana e exigem controle ambiental rigoroso para uma operação ideal. Contudo, quanto mais antiga a tecnologia, maior será o consumo de energia. Afinal, os componentes de infraestrutura de TI mais antigos geralmente ficam mais quentes, exigindo mais energia para mantê-los refrigerados. Da mesma forma, a tecnologia mais nova funciona mais fria, usa menos energia e é construída com preocupações ambientais em mente.

O novo hardware de TI e outros componentes podem reduzir o uso e os custos de energia. Isso ocorre porque eles usam menos energia para fazer mais trabalho. Ou seja, se você está pagando muito em custos de energia para seus sistemas de TI, é hora de considerar atualizar a infraestrutura de TI.

Infográfico Modelos de Suporte Técnico Para Contratar

  1. Você não tem backups confiáveis

Sua empresa possui um plano de backup sólido? Infelizmente, a resposta para muitas organizações é não. Sem um plano de backup confiável, a empresa corre o risco de perda de dados em caso de desastre, violação ou falta de energia.

Portanto, toda empresa deve instituir e implementar um plano de recuperação de dados completo que inclua backups e testes regulares. A hospedagem na nuvem é uma maneira inteligente de armazenar backups de dados completos em vários locais geográficos. Isso confere à empresa a proteção necessária para suportar um desastre ou a perda de sistemas primários.

Dessa forma, é importante não esperar até que seja tarde demais para se preocupar com backups de dados e planos de recuperação de desastres. Afinal, um aspecto fundamental de uma estratégia de TI assertiva é contar com uma solução de backup confiável.

  1. Não conformidade com GDPR

Em maio de 2018, leis extensivas de privacidade de dados foram promulgadas na União Européia. O GDPR altera a maneira como os dados do usuário são coletados, usados, armazenados, processados ​​e excluídos. Se a sua empresa lida com cidadãos da UE, deve cumprir estas novas medidas de proteção de dados ou poderá incorrer em pesadas sanções.

Atualizar a infraestrutura de TI pode ajudar a garantir que sua empresa esteja em total conformidade com essas novas leis. Portanto, é importante conversar com o seu provedor de serviços gerenciados para verificar se sua empresa deve cumprir com o GDPR ou não.

  1. Seu sistema foi violado

Não há sinal mais claro de que você precise atualizar a infraestrutura de TI do que uma violação de segurança. Um ataque cibernético bem-sucedido pode prejudicar a capacidade da sua organização de realizar negócios, prejudicar seu status de parceiro de negócios confiável e até mesmo colocar sua empresa em risco de fechamento. Mesmo que o ataque tenha impacto mínimo, é um sintoma de problemas mais profundos que quase certamente exigirão atualizar a infraestrutura de TI.

Afinal, os hackers aproveitam as vulnerabilidades do sistema para violar sua segurança e acessar sua rede. Como você pode imaginar, até mesmo uma pequena violação significa a existência de problemas sistêmicos profundos que precisam ser resolvidos imediatamente. Se os sistemas forem violados, será necessário concluir uma verificação completa dos sistemas, substituir o hardware antigo, atualizar o software e aprimorar suas medidas de segurança. Uma empresa de serviços de TI gerenciada pode fornecer serviços proativos de segurança cibernética para ajudá-lo.

Consulte um especialista

Se sua empresa estiver passando por algum desses sinais, é hora de consultar um especialista em infraestrutura de TI. Afinal, atualizar a infraestrutura de TI pode melhorar seus negócios de várias maneiras. E consultar um especialista ajudará você a determinar quais áreas da infraestrutura de TI são sólidas, quais precisam de um pouco de ajuda e quais precisam de uma atualização completa.

Checklist Nível de Excelência em TI