Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Saiba tudo sobre cadeia de valor

Por Juliana Gaidargi em 10/05/2021 em Negócios

Uma cadeia de valor é um conceito que descreve toda a cadeia de atividades de uma empresa na criação de um produto ou serviço. Ou seja, compreende desde a recepção inicial dos materiais até a sua entrega ao mercado, e tudo mais.

cadeia de valorA estrutura da cadeia de valor é composta por cinco atividades principais:

  1. Entrada;
  2. Operações;
  3. Logística de saída;
  4. Marketing e vendas;
  5. Serviços.

Além destas, existem ainda quatro atividades secundárias. São elas:

  1. Aquisição e compras;
  2. Gestão de recursos humanos;
  3. Desenvolvimento tecnológico;
  4. Infraestrutura da empresa.

O que uma análise da cadeia de valor?

Uma análise da cadeia de valor é quando uma empresa identifica suas atividades primárias e secundárias e subatividades. Em seguida, ela avalia a eficiência de cada ponto. Ou seja, quando uma organização aplica o conceito de cadeia de valor às suas próprias atividades, isso é chamado de análise da cadeia de valor.

A análise da cadeia de valor é importante porque pode revelar ligações, dependências e outros padrões na cadeia de valor.

Como funcionam as cadeias de valor?

A estrutura da cadeia de valor ajuda as organizações a identificar e agrupar suas próprias funções de negócios em atividades primárias e secundárias.

Afinal, analisar essas atividades da cadeia de valor, subatividades e os relacionamentos entre elas ajuda as organizações a entendê-las como um sistema de funções inter-relacionadas. Então, as empresas podem analisar individualmente cada um para avaliar se a saída de cada atividade ou subatividade pode ser melhorada. Isso pode ser feito em relação ao custo, tempo e esforço que exigem.

Atividades primárias

As atividades primárias contribuem para a criação física, venda, manutenção e suporte de um produto ou serviço. Portanto, essas atividades incluem o seguinte:

Operações de entrada

Trata do manuseio interno e o gerenciamento de recursos provenientes de fontes externas. É o caso de fornecedores externos e outras fontes da cadeia de suprimentos, por exemplo. Esses recursos externos que fluem para dentro são chamados de “insumos” e podem incluir matérias-primas.

Operações

São atividades e processos que transformam entradas em “saídas”. Ou seja, trata do produto ou serviço vendido pela empresa que flui para os clientes. Essas “saídas” são os produtos principais que podem ser vendidos por um preço mais alto do que o custo dos materiais e da produção para gerar lucro.

Logística de saída

A logística de saída consiste na entrega de resultados aos clientes. Ou seja, inclui os processos que envolvem sistemas de armazenamento, coleta e distribuição aos clientes. Contudo, também faz parte desse processo o gerenciamento de sistemas internos de uma empresa e sistemas externos de organizações de clientes.

Marketing e vendas

São atividades como publicidade e construção de marca, que buscam aumentar a visibilidade, atingir um público de marketing e comunicar porque um consumidor deve comprar um produto ou serviço.

Serviço

Consiste nas atividades como atendimento ao cliente e suporte ao produto. Afinal, estas reforçam um relacionamento de longo prazo com os clientes que adquiriram um produto ou serviço.

Como os problemas e ineficiências de gerenciamento são relativamente fáceis de identificar aqui, as atividades primárias bem gerenciadas costumam ser a fonte da vantagem de custo de uma empresa. Ou seja, a empresa pode produzir um produto ou serviço a um custo menor do que seus concorrentes.

Atividades secundárias

As seguintes atividades secundárias apoiam as várias atividades primárias:

Aquisição e compras

Trata-se de encontrar novos fornecedores externos, manter relacionamentos com fornecedores e negociar preços e outras atividades relacionadas com a obtenção dos materiais e recursos necessários usados ​​para construir um produto ou serviço.

Gestão de Recursos Humanos

A gestão do capital humano inclui funções como contratação, treinamento, construção e manutenção de uma cultura organizacional. Contudo, também deve manter relacionamentos positivos com os funcionários.

Desenvolvimento de tecnologia

Consistem em atividades como pesquisa e desenvolvimento, gerenciamento de TI e segurança cibernética que constroem e mantêm o uso de tecnologia por uma organização.

Infraestrutura da empresa

São as atividades necessárias da empresa, como jurídico, gestão geral, administrativa, contabilidade, finanças, relações públicas e garantia de qualidade.

Benefícios das cadeias de valor

Já está claro que a estrutura da cadeia de valor ajuda as organizações a compreender e avaliar as fontes de eficiência de custos positiva e negativa. Entretanto, realizar uma análise da cadeia de valor pode ajudar as empresas das seguintes maneiras:

  • Apoiar decisões para várias atividades de negócios;
  • Diagnosticar pontos de ineficácia para ação corretiva;
  • Compreensão das ligações e dependências entre as diferentes atividades e áreas do negócio. Por exemplo, questões de gestão de recursos humanos e tecnologia podem permear quase todas as atividades de negócios;
  • Otimização das atividades para maximizar a produção e minimizar as despesas organizacionais;
  • Potencial criação de uma vantagem de custo sobre os concorrentes;
  • Compreensão das competências essenciais e as áreas de melhoria.

Portanto, uma análise da cadeia de valor pode oferecer benefícios importantes. No entanto, ao enfatizar detalhes de processos granulares em uma cadeia de valor, é importante ainda dar a devida atenção à estratégia mais ampla de uma organização.

Como conduzir uma análise da cadeia de valor?

Uma análise da cadeia de valor é um processo que ajuda as organizações a compreender os pontos de sua cadeia de valor. Contudo, o faz relacionando esses diferentes pontos. É assim que ao realizar uma análise da cadeia de valor você ajuda a empresa a identificar os fatores que criam ou dificultam a eficiência de custos em seu modelo de negócios.

Entretanto, ao passar por uma análise da cadeia de valor, as empresas devem considerar a estrutura como um ponto de partida ao invés de um processo completo do início ao fim. Então, aqui estão algumas etapas que as empresas podem seguir para entender suas cadeias de valor:

Divida cada atividade primária e secundária em subatividades

Assim, as organizações podem então analisar cada função em um nível mais granular, para comparar o retorno financeiro de cada função com o tempo, esforço e custo necessários.

Procure conexões entre subatividades

Frequentemente, a ineficiência de uma atividade ou subatividade está ligada a outra. Por exemplo, uma contratação de RH imprudente pode criar problemas que permeiam muitas subatividades diferentes. No entanto, a tecnologia e as operações de entrada também podem ter efeitos propagadores em toda a cadeia de valor de uma empresa, então, fique atento.

Identifique áreas de melhoria

Considere as tendências e padrões nas diferentes subatividades e conexões entre as subatividades e avalie as oportunidades de melhoria em potencial nesses pontos específicos da cadeia de valor.

Exemplos de cadeias de valor

Confira a seguir alguns exemplos das principais atividades da gigante de tecnologia / e-commerce Amazon.

Logística de entrada

As entradas principais da Amazon podem ser identificadas como produtos vendidos por meio de seus próprios serviços de atendimento. Contudo, também inclui recursos de data center que alimentam as ofertas de nuvem da Amazon Web Services (AWS).

Nesse quesito, a Amazon pode usar seu tamanho como uma grande operação para reduzir os custos por unidade de itens que adquire de fornecedores externos.

Operações

É onde a Amazon transforma suas entradas em saídas. A oferta principal da Amazon, seu mercado online, oferece uma plataforma segura que torna o comércio eletrônico fácil para clientes e vendedores.

Como o atendimento e a logística da Amazon podem oferecer remessa de dois dias para os membros Prime, o resultado é uma experiência de cliente segura e amigável com tempos de remessa drasticamente menores do que os concorrentes por um preço semelhante.

Outra unidade de negócios da Amazon, a AWS, transforma entradas em saídas criando e mantendo servidores em nuvem, armazenamento e outros recursos de data center em um serviço simplificado para que as organizações clientes hospedem aplicativos e outros dados.

Logística de saída

A logística de saída da Amazon inclui centros de atendimento da Amazon, entrega digital, co-sourcing, terceirização e lojas físicas.

  • Os 109 centros de distribuição da Amazon incorporam o uso de robótica para trabalho de depósito rápido e econômico. Afinal, o envio de dois dias da Amazon é um grande diferencial em relação à concorrência;
  • Os acordos de co-sourcing e terceirização permitem que a Amazon se expanda além da capacidade de seus serviços de atendimento interno;
  • Alguns serviços podem ser fornecidos digitalmente. É o caso do software para o mercado online da Amazon e os serviços em nuvem da AWS.
  • As lojas físicas incluem Whole Foods e várias lojas de varejo da Amazon. Esses espaços físicos de varejo também contribuem para outras atividades primárias da Amazon, como serviços. Por exemplo, as devoluções on-line podem ser entregues em determinados locais da Whole Foods, lojas de departamentos Kohl e locais da UPS. Além disso, os representantes de atendimento ao cliente nessas lojas são facilmente acessíveis para clientes que preferem receber ajuda pessoalmente.
Marketing e vendas

De acordo com o Statista.com, a Amazon gastou aproximadamente US $ 22 bilhões em custos de marketing e publicidade em 2020. Ou seja, usou o poder financeiro de uma empresa de seu porte para manter seu papel como uma das marcas mais reconhecidas hoje.

Serviço

Em sua missão de ser a empresa mais centrada no cliente, a Amazon é conhecida por seu processo de devolução simples e fácil. Contudo, não deixa de fora seus altos índices de satisfação do cliente para os serviços em nuvem da AWS.

Fonte:

TechTarget

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.