Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Guia de crescimento para PME

Por Juliana Gaidargi em 12/07/2022 em Negócios

Independentemente do tamanho atual do seu negócio, é melhor planejar e estruturar para que você esteja pronto para o futuro. Quando se trata de expandir uma pequena empresa, um pouco de proatividade valerá a pena no longo prazo. Então, a seguir, você encontrará dicas sobre como crescer um negócio. Aproveite este guia de crescimento para PME e alavanque seus negócios.

Guia de crescimento para PME

Invista em sistemas

Você é muito bom nessa coisa toda de propriedade do negócio. No entanto, se você está tentando fazer tudo sozinho, pode estar se limitando ao crescimento potencial. Afinal, uma empresa alimentada por sistemas é aquela que pode lidar com as demandas de expansão em várias camadas.

Ou seja, ter sistemas robustos, como um CRM sólido ou um software de comércio eletrônico poderoso, pode ajudá-lo a se concentrar nas partes importantes do crescimento e da expansão. Então, revise suas operações atuais para ver quais aspectos são repetitivos ou monótonos e tenha como objetivo automatizar ou terceirizar o máximo possível. Dessa forma, você poderá manter o foco no crescimento de pequenas empresas. Não à toa, esta é a primeira dica do guia de crescimento para PME: delegue.

Melhore sua página inicial

Além de fazer coisas como melhorar o SEO e facilitar a inscrição ou a compra, certifique-se de que sua página inicial seja a mais perfeita possível.

Considere o seguinte: 96% dos visitantes do seu site não estão prontos para comprar algo. É mais provável que sua página inicial seja onde eles chegarão primeiro. Se estiver confuso ou difícil de navegar, eles irão para outro lugar. Se a cópia da web for ruim ou não mostrar o valor do seu produto, ela será desativada. 

Contudo, às vezes, uma simples mudança pode aumentar tremendamente a receita. A Tandberg, uma empresa de videoconferência, aumentou a geração de leads ao melhorar seu call-to-action. Por meio de testes A/B e otimização de palavras-chave, a Tandberg estabeleceu um call-to-action em sua página inicial que gerou 50% mais leads apenas no primeiro mês. Portanto, no guia de crescimento para PME esta é uma dica de ouro.

Concentre-se em análises

Claramente, muitas empresas, especialmente gigantes da tecnologia como Facebook e Amazon, percebem o valor da utilização de dados. Então, você também deveria.

Como observa um relatório do The Economist, “o recurso mais valioso do mundo não é mais o petróleo, mas os dados”. A boa notícia é que os dados podem beneficiar qualquer empresa, ao contrário do petróleo. Melhor ainda, você não precisa gastar bilhões de dólares (embora algumas empresas o façam). Como proprietário de uma empresa com um site e páginas de mídia social, você pode empregar ferramentas gratuitas ou freemium para obter informações sobre seus clientes.

Por exemplo, o Google Analytics mostra a taxa de rejeição, visitas à página, tempo médio no site e como seu público está chegando ao seu site. Isso pode fornecer informações sobre onde concentrar seus esforços de marketing. O Unbounce é outra ferramenta de análise que vale a pena considerar neste guia de crescimento para PME. Especialmente para descobrir como otimizar as páginas de destino e aumentar as conversões.

Faça seu blog brilhar

Não é de surpreender que 53% dos profissionais de marketing afirmem que as postagens no blog são sua atividade de inbound marketing mais importante. Corey Wainwright, especialista em marketing de conteúdo, escreve que bons blogs podem direcionar tráfego para seu site, converter esse tráfego em leads, estabelecer autoridade em seu setor e obter resultados de longo prazo para seus negócios. 

Quando você considera que 81% dos compradores realizam pesquisas on-line, boas postagens no blog podem agregar muito valor ao seu negócio ao longo do tempo. Afinal, os clientes em potencial naturalmente encontrarão seu site assim que seu blog tiver uma presença online estabelecida. Portanto, certifique-se de que a maior parte do conteúdo seja perene. Tais postagens exigirão apenas atualização periódica, trazendo a você um melhor valor para seu investimento.

Entretanto, em todos esses sites, adicione fotos, links para postagens de blog e informações relevantes sobre sua empresa. Interaja com os clientes e responda às suas necessidades e perguntas. Isso melhorará a imagem da sua marca.

O que é mais benéfico nas mídias sociais e na publicidade digital é que você pode aproveitar as classificações e avaliações. De fato, 92% dos consumidores confiam na recomendação de familiares e amigos. Portanto, se um cliente der um “curtir” à sua empresa e disser algo positivo, isso atrairá a atenção das pessoas em sua rede, criando um efeito de boca a boca que pode expandir seus negócios.

Faça um plano para expandir seus negócios

Desde campanhas de marketing por e-mail até a otimização do seu site para dispositivos móveis, até o incentivo a avaliações on-line, há muitas maneiras de expandir seus negócios. E boa parte delas você encontra neste guia de crescimento para PME. 

A chave é primeiro ter um plano que você possa executar. Infelizmente, quase metade das empresas está fazendo marketing digital sem uma estratégia clara. Depois de ter uma ideia do que você quer fazer, não se atenha cegamente a ela. Como atesta Matt Rissell, CEO da TSheets, “a melhor maneira de expandir sua pequena empresa é nunca se tornar complacente e estar sempre testando. Identifique as necessidades de seus clientes, teste sua hipótese, repita e teste novamente.”

Foco na escalabilidade

Quando dinheiro, tempo e conhecimento são escassos, pode ser tentador optar pela solução rápida (ou barata). Portanto, investir em soluções básicas que não exigem um grande investimento financeiro ou curva de aprendizado pode parecer sábio.

No entanto, as coisas nem sempre são o que parecem. Afinal, essa solução dos sonhos pode ser um exagero e ter uma curva de aprendizado intimidante. Mas acabar em um labirinto de retalhos de vários sistemas baratos e ineficientes que só parecem econômicos acabará custando dinheiro a longo prazo. Então, lembre-se da primeira dica deste guia de crescimento para PME e invista em sistemas.

Sempre tenha um plano de backup

Quando você é uma loja de uma pessoa, geralmente é capaz de mudar rapidamente quando as coisas não saem como o esperado. No entanto, à medida que seu negócio cresce e se torna mais complexo, esses ajustes rápidos são mais difíceis. 

Portanto, tenha um plano para emergências ou contingências imprevistas para que você possa lidar com os inevitáveis ​​solavancos na estrada.

Assuma riscos calculados

A expansão de uma pequena empresa não é isenta de riscos. Então, para tomar as decisões certas, às vezes será necessário sair da sua zona de conforto. Afinal, os filhotes de guillemot vão mergulhar de penhascos com asas ainda não formadas para encontrar o resto de seu bando, arriscando a morte quase certa se o salto der errado.

Contudo, não estamos dizendo que você deve confiar apenas na boa sorte. Ao se concentrar no objetivo final e identificar proativamente possíveis obstáculos, você se preparará para o sucesso, mesmo quando seu próximo passo parecer um risco.

Invista em equipe e cultura

Crescer além do empreendedorismo solo é um grande passo. Entretanto, se você conversar com outras pessoas que expandiram seus pequenos negócios para incluir funcionários, contratados ou freelancers, logo aprenderá o quanto as pessoas certas são vitais para tornar realidade seus sonhos de expansão. 

Afinal, qualquer expansão significativa da equipe virá com um período de ajuste e exigirá dedicação e esforço de todos. Contudo, estabelecer uma cultura e uma equipe de funcionários dedicados valerá a pena a longo prazo. Essa é uma das dicas mais importantes deste guia de crescimento para PME.

Previsão de crescimento intencional

Às vezes, o crescimento do negócio o pega de surpresa; as vendas aumentam repentinamente ou uma oportunidade inesperada cai no seu colo. Nesses casos, você se verá lutando em um jogo estressante de recuperação. No entanto, a expansão pode ser cuidadosamente considerada e planejada. 

Ao adotar uma abordagem lenta e constante e planejar com antecedência cada passo ao longo do caminho, você preparará sua empresa para um crescimento proativo bem-sucedido. Ou seja, deixará de apenas dar uma resposta reativa estressante a uma necessidade imediata.

Mantenha o foco em seus principais pontos fortes

Qual é a única coisa que você traz para a mesa que os outros não trazem? Descubra e mantenha seu foco nisso. Se você fizer os widgets mais incríveis do planeta, faça exatamente isso. Afinal, existem inúmeras coisas que você pode sentir que deveria/poderia/faria em um mundo perfeito. Ou seja, onde o tempo era ilimitado e o sono não era necessário. 

No entanto, o que você PRECISA fazer é continuar tornando seus widgets cada vez melhores e melhores. Contrate ou compre outras soluções, pessoal e experiência para cuidar do resto. Lembra que já falamos disso neste guia de crescimento para PME? Delegue e terceirize funções.

Seja financeiramente experiente

Mesmo as empresas mais bem-sucedidas precisam observar o resultado final. Então, sempre deixe um preenchimento extra em seu orçamento para coisas que você negligenciou ou não considerou em sua expansão. Afinal, mesmo pequenas coisas podem inviabilizar seu orçamento. 

Portanto, mantenha seus olhos no quadro maior macro E na linha de fundo. Garanta que seus investimentos façam sentido para seus sonhos E para a sua conta bancária. Não obstante, sempre superestime os custos projetados para garantir que você não acabe em uma situação difícil mais tarde.

Não se esqueça do valor do planejamento estratégico anual

“Se você falhar em planejar, você está planejando falhar!” -Benjamin Franklin

O planejamento estratégico é o elo entre uma grande ideia e o verdadeiro sucesso e crescimento. Mais uma filosofia de operação do que um evento único, requer atenção contínua aos detalhes e investimento de tempo. 

Não sabe por onde começar? Sem problemas, o guia de crescimento para PME vai te ajudar.

Passo 1: Identifique a visão (propósito, missão e valores centrais) do seu negócio 

Os negócios naturalmente geram caos, mas seu papel como líder é definir a visão para gerar confiança. Afinal, sua visão é a base do seu planejamento estratégico. É uma boa pedida usar esta equação da Keap para definir a visão: Visão = Propósito + Missão + Valores Essenciais.

Então, depois de definir sua visão, você precisa criar uma declaração de propósito. Sua declaração de propósito é “por que” sua empresa existe e é sua estrela guia. 

Em seguida, vem sua declaração de missão. É “o que” você vai realizar nos próximos 3 a 5 anos e está em apoio ao seu propósito. Confira alguns exemplos:

  • Sucesso do cliente
  • Envolvimento dos funcionários
  • Aptidão Financeira
  • Orgulho do parceiro
  • Impacto econômico

No entanto, para ter sucesso em alcançar sua visão e missão, você deve conhecer seus valores fundamentais. Eles são “como” você realiza o trabalho e representam as crenças centrais de sua organização. Veja mais alguns exemplos de valores fundamentais para orientar a cultura de uma empresa:

  • Nós nos importamos de verdade
  • Isso é nosso
  • Aprendemos sempre
  • Construímos confiança
  • Verificamos o ego
  • Sonhamos grande
  • Nós vencemos juntos

Parabéns! Agora você tem uma visão com uma missão de três a cinco anos e valores fundamentais que orientam sua cultura.

Passo 2: Analise os resultados passados ​​para criar contexto para futuras prioridades anuais (ou trimestrais) 

Agora vamos voltar aos três componentes do Modelo de Liderança Keap para Definir a Visão: visualize o futuro, co-crie planos que se alinhem e declare metas e inspire compromisso.

Depois de concluir a primeira etapa, você visualizou efetivamente o futuro da sua equipe. Agora é hora de co-criar planos que se alinhem. Antes de entrarmos no modo de planejamento (Etapa 3), no entanto, é crucial refletir sobre as realizações passadas da empresa, as lições aprendidas, os pontos fortes, os pontos fracos e as tendências futuras do mercado.

Por quê? A estratégia nada mais é do que como você alavanca, capitaliza e ou explora os recursos disponíveis e as competências essenciais para criar uma vantagem competitiva sustentável. Portanto, para iniciar efetivamente o planejamento estratégico, sua equipe deve estar alinhada com os recursos e competências essenciais que a empresa possui e quais são as prioridades para alavancar, capitalizar e/ou explorar.

Realizações: 

O que você realizou desde seu último planejamento? Quando você reflete sobre todas as suas realizações, pode ter confiança no que está por vir. A energia positiva disso dará o tom para o resto do seu planejamento.

Lições aprendidas: 

Que lições você aprendeu como empresa? Há poder em articular as lições que você aprendeu para não precisar aprendê-las novamente.

Pontos fortes [Interno]: 

Em que a empresa é boa? Pode ser comunicação interna, alinhamento com clientes, qualidade técnica, etc.

Pontos fracos [Interno]: 

Quais são as áreas de melhoria? Não pense bem versus mal, mas sim trabalhar versus não funcionar.

Oportunidades [Externas]: 

O que está acontecendo ao seu redor que você poderia aproveitar?

Ameaças [Externas]: 

O que está acontecendo ao seu redor que você pode querer se proteger?

Questões Estratégicas: 

Quais são as questões mais importantes a serem focalizadas que irão mover a agulha? Pegue as informações das perguntas anteriores e use o formato a seguir para identificar os 3 a 5 principais problemas estratégicos do seu negócio. Em seguida, pergunte: “Como podemos alcançar o resultado X, dada a situação ou obstáculo Y?” Exemplo: “Como podemos melhorar nossa geração de leads, dado nosso baixo orçamento de marketing e nenhum proprietário claro?”

Etapa 3: converter questões estratégicas em prioridades anuais [ou trimestrais] e atribuir proprietários

Agora que você tem seus 3 a 5 principais problemas estratégicos em formatos de perguntas, é hora de converter cada problema em uma declaração de prioridade anual [ou trimestral] e atribuir um proprietário.

Exemplo: 

“Construa uma máquina de marketing de conteúdo usando parceiros para aumentar nossa lista comercializável para X# de assinantes de e-mail (nome do proprietário)”.

Por fim, usando os ensinamentos do guia de crescimento para PME, estabeleça um ritmo de reunião para verificar com os proprietários prioritários o progresso e os desafios.

Concentre-se em sua marca

Uma das maiores dificuldades que as pequenas empresas enfrentam é manter a imagem de que podem se manter à tona e demonstrar crescimento. Tudo isso enquanto se mostram capazes de sustentar essa imagem com resultados reais. Ter uma marca que represente isso é crucial para qualquer um cimentar a confiança em seus investidores e clientes.

Com um esforço combinado de gerenciamento de relacionamento eficaz, networking, design estratégico e marketing, é possível criar uma estratégia econômica para criar e sustentar essa imagem. Isso, além de contar com as dicas deste guia de crescimento para PME.

Clientes

A importância dos clientes não precisa ser declarada. No entanto, é importante considerar como você gerencia seu Rolodex (um objeto figurativo hoje) e utiliza seus contatos como uma organização bem estabelecida, desde o primeiro dia.

Portanto, as estratégias de gerenciamento de relacionamento com o cliente devem estar em vigor antes de você começar a construir seu banco de dados. As planilhas não são uma medida adequada e escalável para armazenar os dados de seus clientes. Afinal, uma vez que você ultrapassa os dois dígitos, seus dados são cada vez menos acessíveis e, fundamentalmente, seguros.

Felizmente, existem muitas plataformas de CRM por aí e a maioria tem opções baratas ao começar. Ao selecionar o caminho certo para você, certifique-se de considerar a expansão no futuro. Mas, por que é importante ter um sistema para gerenciar os dados dos clientes? Um sistema de CRM sólido e confiável ajudará você não apenas a atender seus clientes com seu produto, mas também a gerenciar futuras iniciativas de marketing e ajudar na retenção e, portanto, no crescimento.

Se você não pensa como um negócio com milhares de clientes quando tem apenas alguns, é provável que nunca consiga esse sucesso.

Parceiros

Como uma startup, é importante usar aqueles em seu ecossistema para desenvolver vínculos e, simplesmente, divulgar seu nome. Não se trata de revelar seus segredos comerciais para seus concorrentes antes que você tenha permissão para florescer, mas ter uma impressão positiva entre aqueles que existem em seu mercado é crucial. Pontes queimadas nunca são boas, especialmente no início. Além disso, o que pode ser aprendido com aqueles ao seu redor é imensurável.

Portanto, faça sua pesquisa e esteja presente em eventos do setor em sua área. Afinal, participar desses eventos e se tornar um rosto familiar ajudará a construir um perfil para sua organização em seu mercado. 

Construir um perfil digital pode ajudar com o networking online. O LinkedIn é ótimo para se conectar com líderes de negócios e é uma boa plataforma para se ter mais adiante quando você estiver interessado em contratar. Contudo, não subestime o poder de usar a si mesmo, o proprietário/representante da empresa como uma técnica sólida de relações públicas.

Projeto

Antes de entrarmos no âmago da questão do design no guia de crescimento para PME, vamos considerar o que ele facilita: a comunicação. Como Neil Robinson, designer interno da Mason Frank International, acredita que “a comunicação empresarial é um polvo de mensagens espalhadas”.

“Ao manter uma consistência visual em toda a sua comunicação, você adiciona autoridade à marca e identidade forte”, diz ele. “A estratégia de negócios deve estar alinhada com a estratégia da marca.”

Embora isso possa parecer um objetivo abstrato, na verdade é muito fácil de executar. Uma consistência na comunicação pode ser alcançada através da criação de diretrizes de marca e aderindo a elas. 

Se você não tem o conjunto de habilidades para criar uma marca visual forte, invista na contratação de alguns talentos para dar vida à sua visão. Dependendo do seu orçamento, você pode levar isso até onde quiser. Para qualquer organização em crescimento, um logotipo forte é um ponto de partida crucial. Isso pode ser implementado em seu site, assinatura de e-mail, papel timbrado e em qualquer lugar em que você esteja presente. 

É muito importante que isso pareça profissional e não rapidamente misturado no MS Paint. Lembre-se de mantê-lo consistente e use uma paleta de cores uniforme. São medidas simples, mas muitas vezes negligenciadas.

Relações públicas modernas

Sua abordagem de marketing é infinitamente mais complexa do que pode ser descrito aqui. Mas uma coisa que é crucial para o crescimento sustentado é posicioná-lo como líder de mercado antes de ser um. Uma técnica simples e econômica neste guia de crescimento para PME para conseguir isso é a liderança de pensamento.

As práticas de liderança de pensamento são um método eficaz de promover negócios. Isso envolve se tornar uma fonte confiável de informações para sua área de especialização, seja ela qual for. Essa prática levará tempo, mas, em última análise, pode resultar em grandes públicos tropeçando organicamente em você e sua empresa. 

Portanto, a liderança de pensamento é muitas vezes considerada um exercício para empresas em sua maturidade. Dito isto, quanto mais cedo você começar a prática, mais seu conhecimento pode ajudar a se destacar ainda mais. De muitas maneiras, a liderança de pensamento é uma forma de relações públicas que é benéfica tanto para você quanto para os afetados.

Evite essas técnicas de growth hacking

Há uma tendência de se referir a qualquer nova empresa como uma startup. No entanto, quando o termo foi popularizado por Paul Graham tinha um significado mais preciso: uma empresa destinada a crescer muito rápido, financiada por capital externo, e não necessariamente destinada a ser lucrativa primeiro. 

Assim como aplicamos o conceito de startup de forma mais ampla do que o pretendido originalmente, também se tornou popular pensar no crescimento rápido como a métrica mais importante do sucesso de um negócio. Daí a ascensão do growth hacker – um profissional de marketing cujo único objetivo é o crescimento dos negócios.

Quando uma única métrica é usada para representar o sucesso, incentivos e comportamentos podem ficar distorcidos. Para a maioria das empresas, crescer o mais rápido possível não é a estratégia ideal. Afinal, o crescimento excessivamente rápido pode matar um negócio se as receitas não crescerem de acordo com o consumo de recursos – uma causa comum de startups fracassadas. 

Então, se o crescimento é a principal – ou única – medida de sucesso de uma empresa, ignorar outras métricas, como lucratividade e satisfação do cliente, pode prejudicar a reputação do que poderia ter sido um negócio sustentável.

O impulso para crescer a todo custo se manifesta de várias maneira. Contudo, o guia de crescimento para PME traz três comportamentos de growth hacking para evitar. Eles até podem impulsionar o crescimento no curto prazo, contudo, podem resultar em custos no longo prazo.

Pilhagem de contatos de usuários

Quando o usuário médio instala um aplicativo e permite que ele acesse seus contatos para que possa “sugerir conexões”, ela não espera receber e-mails irritados de seus amigos reclamando que a empresa por trás do aplicativo está enviando spam para eles. E, no entanto, essa é uma técnica comum de growth hacking.

As empresas que colocam o crescimento em primeiro lugar anseiam por endereços de e-mail, e não há fonte mais rica de endereços de e-mail do que os contatos de usuários que já demonstraram interesse. No entanto, se um novo usuário dá a uma empresa acesso privilegiado aos contatos, parece certo que a empresa abuse dessa confiança? É provável que cultive a lealdade? Em 2015, o LinkedIn perdeu um processo, parte do qual dizia respeito apenas a essa técnica. Se você pilhar os contatos do usuário, poderá se deparar com mais do que alguns usuários insatisfeitos.

Freemium com um tweet

Esta é uma técnica inteligente e simples de growth hacking que pode deixar um gosto ruim na boca dos usuários, simplesmente porque parece uma isca e troca. O usuário é tentado por um nível gratuito e usa o serviço com satisfação. Isso até que o serviço ameace cortar o acesso, a menos que envie um tweet anunciando o negócio.

O Unroll.me, um serviço que filtra e-mails de assinatura das caixas de entrada dos usuários, tentou essa técnica e os usuários insatisfeitos criaram um grande alvoroço. Você pode argumentar que os usuários não estavam pagando e, como tal, não há problema em pedir uma ajudinha. Você também pode argumentar que funciona (esta foi a resposta de muitos growth hackers e admiradores). Vale a pena considerar esses pontos, mas você deve fazer uma pausa por um momento e se perguntar se esse é realmente o tipo de empresa que você deseja ser.

SEO obscuro

A indústria de SEO black-hat caiu em desuso nos últimos anos, por isso muitos profissionais que ganhavam a vida tentando enganar os mecanismos de busca tiveram que mudar a marca. Eles fizeram isso tentando encaixá-lo sob o rótulo de growth hacking, embora com um pacote inalterado de velhos truques de SEO. Rap Genius, um serviço que tinha uma excelente reputação de marca, foi mordido por essa variedade específica de growth hacking alguns anos atrás.

Tentar enganar o Google e outros mecanismos de pesquisa com esquemas de links, links pagos, arquitetura de informações enganosas e spam não é uma boa ideia. Você será penalizado mais cedo ou mais tarde. Afinal, o Google não se importa se você chama o que faz de SEO ou growth hacking.

Confie em si mesmo

Todos os conselhos do mundo não substituem seus instintos apurados. Este é o seu pequeno negócio. Estes são os seus sonhos. E haverá momentos em que surgirão oportunidades que ficarão fora de seus planos e projeções. Se você se preparou para o sucesso com planejamento estratégico, sistemas escaláveis ​​e uma linha de fundo sólida, estará em posição de ouvir seu instinto e dar esse salto de fé de uma maneira que pareça segura e sensata – não arriscado e precipitado.

O crescimento é assustador. Às vezes, pode parecer mais fácil manter o status quo e não correr o risco. Mas você está pronto para isso. Você fez o trabalho de base e sua base é firme e forte. Você está pronto para atingir seus objetivos de crescimento, basta considerar tudo que aprendeu até agora neste guia de crescimento para PME.

Conteúdo bônus

Tirar o seu negócio do papel é um desafio. Continuar a expandir o seu negócio depois de estabelecido é igualmente difícil.

E embora seja necessário gerar novos negócios e aumentar sua base de clientes para ter sucesso, isso não acontece da noite para o dia. É preciso planejamento eficaz, estratégia e vontade de ser criativo.

Então, se suas vendas atingiram recentemente um platô, confira estes 10 métodos comprovados no guia de crescimento para PME para continuar a expandir seus negócios.

  1. Conheça seus clientes

Saber quem são seus clientes e o que eles precisam é vital. Você passou pelo processo de identificação de um mercado-alvo ao desenvolver seu plano de negócios. No entanto, agora você tem uma base de clientes ativa com a qual precisa se envolver e, no processo, melhorar seus negócios.

Então, seja por meio de uma pesquisa trimestral, avaliações de usuários ou comunicações diretas de atendimento ao cliente, você precisa pedir um feedback honesto. Sendo assim, anote as queixas consistentes entre sua base de clientes e use-as para lançar novos recursos, fazer ajustes internos ou qualquer número de correções.

E embora o feedback direto de sua base de clientes seja inestimável, você também precisa prestar atenção ao mercado e seus concorrentes. O guia de crescimento para PME aconselha realizar uma análise de mercado regularmente para garantir que você esteja ciente de quaisquer movimentos competitivos e como diferentes eventos econômicos podem afetar seus clientes. Combinado com o feedback perspicaz de seus clientes, ele fornece uma visão completa dos possíveis caminhos para o crescimento.

  1. Foco no atendimento ao cliente

À medida que você procura expandir seus negócios, o atendimento ao cliente de qualidade para seus clientes atuais pode cair no esquecimento. Claro que a rotatividade de clientes faz parte dos negócios, contudo, você não quer que seja um resultado direto de suas tentativas de crescimento. E você não quer complicar a saída das pessoas oferecendo uma experiência ruim.

Ao mesmo tempo, o foco na qualidade do atendimento ao cliente pode ser um caminho direto para o crescimento. Então, se seus clientes atuais forem tratados de maneira excepcional, eles estarão mais propensos a deixar comentários positivos, recomendar você a seus amigos e, claro, comprar de sua empresa novamente.

  1. Amplie o valor dos clientes atuais

É comum, ao procurar oportunidades de crescimento, tentar atrair novos clientes imediatamente. Mas e os atuais? Você construiu credibilidade com eles, o que significa que é mais provável que eles comprem de você novamente ou até paguem mais por serviços adicionais e novos produtos.

Portanto, o guia de crescimento para PME aconselha que você explore oportunidades para ampliar o valor de seus clientes. Adicione uma nova linha de produtos que complemente as compras anteriores. Teste os preços de serviço crescentes em troca de recursos adicionais, orientação prática ou outras adições que seus clientes consideram valiosas.

Só porque você possivelmente atingiu o limite de crescimento de seu mercado-alvo estabelecido, não significa que você não possa extrair mais valor dele. E quem sabe, qualquer mudança que você fizer para aumentar o valor para os clientes atuais pode ser um trampolim para atrair novos.

  1. Aproveite as mídias sociais

Mergulhar nas redes sociais pode ser assustador. Mas é o seguinte, você não precisa ter experiência com isso para alavancar as plataformas sociais. Pode ser tão simples quanto abrir um perfil comercial e começar a desenvolver uma comunidade de clientes.

Você não precisa postar todos os dias ou até mesmo criar imagens e vídeos incríveis. Contudo, estabeleça uma programação consistente que seus seguidores e clientes podem esperar. A partir daí, cabe a você se envolver ativamente com seus seguidores, ler comentários, responder mensagens e, geralmente, construir sua marca social.

No geral, é uma ótima maneira de identificar tendências e insights sobre seus clientes. Se quiser, você pode até usar os insights obtidos e tentar veicular anúncios sociais. É mais fácil do que você pensa e é uma maneira barata de testar promoções, avaliar o interesse de uma nova base de clientes ou até mesmo executar uma campanha digital completa.

  1. Aumente sua equipe

Aumentar sua base de clientes e aumentar suas vendas normalmente significa aumentar sua equipe. E assim como você precisa se concentrar em fornecer um atendimento excepcional ao cliente, você precisa se concentrar na qualidade das pessoas que se juntam à sua equipe.

Portanto, concentre-se em encontrar vozes diversas que possam não apenas cumprir os deveres da função, mas que possam fornecer perspectivas únicas que desafiem as suas. É prejudicial ter uma equipe cheia de perfis iguais e pode levar a uma cultura interna ruim e a decisões egoístas. Por outro lado, ter uma vasta gama de funcionários que diferem em experiência, formação, crenças e especialidades traz novas perspectivas para a mesa que seriam inexistentes sem eles.

Além disso, ao buscar novos funcionários, você também deve se concentrar no desenvolvimento profissional de sua equipe atual. Mostre que você os valoriza e sua contribuição para o seu negócio. Dê a eles mais oportunidades de liderar e colaborar, envolvê-los no processo de definição de metas e até mesmo pagar a conta para participar de seminários e treinamentos.

Uma coisa vital comprovada neste guia de crescimento para PME  é que a maneira como você trata seus funcionários será refletida na maneira como você trata seus clientes. Comece otimizando internamente e seu negócio crescerá a partir daí.

  1. Mostre sua experiência

Se você deseja continuar ganhando influência entre seus clientes e outras empresas, precisa mostrar sua experiência. Isso significa fornecer recursos, hospedar webinars, realizar pesquisas e até mesmo fazer perguntas e respostas por meio de seus canais sociais. Então, encontre oportunidades para compartilhar o que você sabe e apresente como uma oportunidade gratuita para aprender e crescer.

Apenas certifique-se de coletar informações de contato ou fornecer um link para uma página promocional específica ao organizar um evento ou conceder acesso a um download. Você não está apenas demonstrando conhecimento, mas usando-o para aumentar um público que, esperançosamente, um dia se transformará em clientes. Acompanhe e continue fornecendo informações valiosas e você poderá transformá-las em crescimento consistente.

  1. Apoie sua comunidade

Retribuir à sua comunidade e ser socialmente responsável é uma ótima maneira de expandir sua marca e mostrar seus valores de negócios. Patrocine ou doe para organizações sem fins lucrativos, forneça produtos ou serviços gratuitos para iniciativas de seu interesse ou organize eventos comunitários. Você pode até procurar parcerias com outras empresas com interesses semelhantes sem fins lucrativos para promover uma mudança maior.

Além de doar e patrocinar, você também pode olhar internamente e promover práticas de negócios socialmente responsáveis. Talvez isso signifique mudar a produção para funcionar com energia renovável, dar aos funcionários tempo pago para se voluntariar ou apenas comprar suprimentos de fornecedores locais. Faça a coisa certa e aumente a reputação da sua marca em torno da sustentabilidade e responsabilidade em apoio à sua comunidade. Sustentabilidade é sempre importante e incentivada no guia de crescimento para PME.

  1. Rede

Parte do crescimento do seu negócio é fazer as parcerias certas e conhecer sua comunidade de negócios. Então, aproveite o tempo para fazer networking e construir relacionamentos que podem potencialmente construir seu negócio.

Ter uma rede forte pode levar a novos clientes, parcerias, funcionários e até investidores. Contudo, também é uma ótima maneira de compartilhar insights do setor, tendências emergentes e práticas recomendadas que você não teria encontrado de outra forma.

  1. Desenvolva fluxos de renda adicionais

Se você está lutando para aumentar a receita do seu modelo de negócios principal, pode ser necessário desenvolver fluxos de renda adicionais. Isso pode ser uma nova oferta de produto ou serviço, modelos de preços separados para diferentes clientes ou assinaturas e até mesmo receita passiva de anúncios e patrocínios.

No entanto, qualquer novo fluxo de renda como uma expansão do seu negócio. Você provavelmente desejará construir pelo menos um plano de negócios enxuto para garantir que a nova iniciativa seja viável e que sua empresa atual possa apoiá-la. Considere os custos iniciais e operacionais, seus objetivos com a expansão e quanto tempo levará para atingir o equilíbrio.

Por fim, certifique-se de que sua nova iniciativa faz sentido para o seu negócio. Pode simplesmente começar como receita adicional para apoiar as operações, mas pode precisar fazer a transição para um negócio separado.

  1. Medir e iterar

No entanto, se você optar por tentar expandir seus negócios, certifique-se de medir e acompanhar ativamente o sucesso. Pode ser muito fácil simplesmente fazer uma mudança e deixá-la funcionar sem nenhum objetivo ou resultado-chave em mente que determine o sucesso. No entanto, sem eles, uma iniciativa de crescimento pode facilmente se transformar em uma ideia cara que afunda sua empresa.

Portanto, o guia de crescimento para PME  aconselha você a definir suas metas organizacionais com antecedência. Além disso, não tenha medo de matar ou dinamizar projetos se não estiver vendo resultados positivos. Afinal, você sempre pode configurar novas iterações e executar novamente, refinando sua abordagem para identificar o caminho mais bem-sucedido para o sucesso.

E mesmo quando você acertar um home run, continue medindo e repetindo. Uma série de webinars ou novas linhas de produtos podem levar ao crescimento por um tempo, mas isso pode mudar facilmente se você não prestar atenção.

Continue a procurar oportunidades de crescimento

Sua empresa fará uma transição consistente entre pontos de crescimento e pontos de estagnação. A chave é continuar procurando novas oportunidades de crescimento e não ter medo de ser criativo e testá-las. Contudo, certifique-se de ter metas e resultados mensuráveis ​​em mente para evitar transformar o crescimento potencial em um grave passo em falso.

Se você não tiver certeza se deve buscar uma oportunidade de crescimento, revise e atualize seu plano de negócios e previsões. Ele pode ajudá-lo a determinar se sua iniciativa é viável e se sua empresa pode gerenciar quaisquer custos potenciais ou fluxo de caixa negativo no curto prazo. 

Sobre a terceirização de serviços específicos, a TI é sempre uma boa área para investir. Afinal, ao terceirizar, você ganha acesso a especialistas em diversas frentes, além de possibilidades de descontos em equipamentos e sistemas fundamentais para cada tipo de negócio.

Diferenciais da Infonova

A Infonova tem 20 anos de experiência em tecnologia, infraestrutura de TI, e pessoas. Temos clientes internacionais como HBO, AirBnb, Linkedin, Tempo Assist, Nissin, entre outros. Ou seja, estamos aptos a atender qualquer segmento e tamanho de negócio com maestria.

BACKUP

Todas as posições de profissionais da Infonova têm backup. Temos um ditado interno que é: “quem tem um… não tem nenhum”. Portanto, somos obcecados em ter continuidade nas operações para que nós e os nossos clientes possam focar na parte mais importante: explorar oportunidades e gerar crescimento.

VALOR FINANCEIRO

O valor da Infonova é intencionalmente menor quando comparado com empresas no mesmo nível de maturidade. No entanto, fazemos isso para ter a possibilidade de escolher os nossos clientes e ter uma base de clientes satisfeitos, e por bastante tempo.

LIBERAÇÃO DO RH

O RH é uma das áreas mais importantes de qualquer empresa. Afinal, ele deve estar focado em gerir a cultura, desenvolvimento dos colaboradores e atração de talentos; e não apenas com a reposição de profissionais. Sendo assim, terceirizar a TI oferece a possibilidade de fazer com que o RH esteja mais livre para se tornar um vetor de crescimento para a empresa.

FLEXIBILIDADE – HUB DE TECNOLOGIA

A Infonova não faz só Infra, ela pode fazer de tudo. Na verdade, para alguns clientes que não podem resolver algumas questões diretamente, a Infonova atua como Hub, indo para o mercado, encontrando parceiros e fornecedores e interagindo com eles. Esses serviços incluem áreas diversas, como: 

  • Ar condicionado;
  • Outsourcing de impressão;
  • Links de internet;
  • Compra de materiais e mais.
ALOCAÇÃO DE DESENVOLVEDORES

A Infonova já foi uma fábrica de software no passado. Contudo, em 2012 escolhemos focar em Gestão de TI, Infraestrutura e Segurança. No entanto, como era de se esperar, esse conhecimento e familiaridade permanecem até hoje no time. Portanto, realizamos consultorias de DevOps para alguns clientes, atuamos como mediador entre clientes e desenvolvedores, e também alocamos desenvolvedores para alguns clientes.

RETENÇÃO DE COLABORADORES

Demoramos mais de 10 anos para entender e construir as ferramentas para atrair e manter profissionais de tecnologia no nosso time. Então, seja o profissional alocado no cliente ou não, temos a vivência de como reter, desenvolver e satisfazer tanto os profissionais quanto os clientes. E essa é uma necessidade para o sucesso da empresa.

LIBERAR BRAIN POWER DA ORGANIZAÇÃO PARA APROVEITAR OPORTUNIDADES

Não dá para fazer tudo. Então, faz mais sentido focar no que faz a empresa crescer, mas isso requer um recurso escasso: tempo e atenção. Terceirizar a TI significa retomar esse recurso, contudo, não é de graça. Terceirizar é mais caro do que contratar direto, mas faz sentido se você pode usar a atenção e o tempo para realizar mais valor, inclusive financeiro.

NÃO TEM MULTA DE CONTRATO

A Infonova tirou as multas dos seus contratos há muitos anos. Afinal, entendemos que para o cliente, muitas vezes mudar é uma situação nova. Portanto, escolhemos tirar o risco do cliente e trazer este risco apenas para o nosso lado.

PODE PARAR QUANDO QUISER

Os primeiros 90 dias de contrato com a Infonova não tem multa e nem aviso prévio. Ou seja, basta pedir para parar. Contudo, após os 90 dias, também não temos multa, porém, solicitamos um aviso com 30 dias de antecedência.

CONTINUAMOS AMIGOS

Na Infonova a relação continua mesmo sem contrato. Ou seja, mantemos o relacionamento com os clientes e continuamos ajudando, trocando experiências e apoiando, independente de existir um documento de contrato ou não. Afinal, o nosso interesse é na parceria.

DORMIR TRANQUILO

Stress faz parte do crescimento. Afinal, crescer não é um caminho fácil. No entanto, você pode escolher o tipo de stress que quer ter. Ou seja, pode decidir entre o stress de fazer a empresa “funcionar”, ou o de focar em aproveitar as oportunidades enquanto dorme tranquilo sabendo que o dia a dia está garantido.

 

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA