Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Como o gerente estratégico pode assegurar resultados?

Por Juliana Gaidargi em 20/08/2019 em Negócios

Um gerente estratégico é um profissional muito desejado nas empresas. Contudo, para assegurar bons resultados, ele precisa de um bom planejamento estratégico.

gerente estratégico resultadosEste, por sua vez, trata-se de uma atividade de gerenciamento organizacional usada para definir prioridades. Entre elas, destacam-se:

  • Concentrar energia e recursos;
  • Fortalecer as operações;
  • Garantir que os funcionários e outras partes interessadas trabalhem em direção a objetivos comuns;
  • Estabelecer acordo em relação a resultados/resultados pretendidos;
  • Avaliar e ajustar a direção da organização. 

Portanto, trata-se de um esforço disciplinado que produz decisões e ações fundamentais. Estas, por sua vez, moldam e orientam o que é uma organização, a quem serve, o que faz e por que faz. Tudo isso com foco no futuro. Dessa forma, o planejamento estratégico efetivo articula não apenas onde uma organização está indo e as ações necessárias para progredir. Mas também como ela saberá se é bem-sucedida.

Contudo, para ser bem aplicado, o planejamento estratégico precisa de um gerente qualificado. 

O que é um gerente estratégico?

Para que uma empresa cresça, os objetivos de crescimento com riscos mínimos devem ser definidos. O indivíduo encarregado de aconselhar sobre a melhor forma de atingir esses objetivos é o gerente estratégico. Esse profissional avalia os objetivos da organização, determinando quais são realistas. A partir daí, trabalham com os executivos da empresa para formular planos acionáveis ​​para alcançar tais objetivos.

Os gerentes estratégicos não são cargos de nível básico ou intermediário.  Eles, normalmente, integram os principais executivos de liderança ou se reportam diretamente a um deles. Portanto, este profissional pode encontrar trabalho em praticamente qualquer setor. Afinal, todas as empresas podem usar um especialista em estratégias de crescimento. 

Estima-se, inclusive, que a procura por gerentes estratégicos terá um crescimento de 5% ao ano. Isso resultará em 16.690 empregos disponíveis anualmente até 2024, de acordo com o Bureau of Labor and Statistics.

Responsabilidades do gerente estratégico

Todos os funcionários de uma determinada empresa trabalham para criar um negócio de sucesso. Entretanto, a principal responsabilidade de um gerente de estratégia é tornar essa meta uma realidade. Para aconselhar sobre medidas concretas que uma organização deve adotar para alcançar o crescimento, esses funcionários devem cumprir as seguintes obrigações:

Análise de dados

Antes de fazer sugestões, os gerentes de estratégia devem ter os dados para fazer backup de suas recomendações. Portanto, uma parte substancial de seu trabalho gira em torno da análise de dados da organização individual. Mas isso não exclui a indústria geral, a fim de obter conclusões importantes para recomendações abrangentes. 

Dessa forma, eles pesquisam a concorrência para descobrir quais produtos e serviços eles oferecem e a que preços. Eles também mantêm registro de como o negócio foi realizado em um determinado ano. Os principais fornecedores e os principais mercados também são avaliados. Em seguida, eles incluem essas informações em relatórios de métricas anuais. Com base nesses relatórios detalhados, fazem projeções sobre o melhor curso de ação para expandir o negócio.

Recomendações de objetivos de negócios

A principal função do trabalho de um gerente estratégico é aparentemente simples. Recomendar etapas instruídas e mensuráveis ​​para alcançar o crescimento geral do negócio. Contudo, isso deve ser feito enquanto se concentra em uma multiplicidade de projetos individuais e sobrepostos. Para conseguir isso, criam-se modelos financeiros e estatísticos para mostrar aos executivos da empresa o retorno de certos investimentos ou outras recomendações financeiras. As recomendações podem envolver mudanças nas operações internas, sugestões para o desenvolvimento de produtos ou estratégias de repricing.

Desenvolver objetivos

Depois que os objetivos recomendados forem aprovados pelos membros do conselho ou pelos executivos da empresa, o gerente de estratégia trabalha com outros chefes de departamento para colocá-los em movimento. Isso envolve:

  • Trabalhar com o departamento financeiro para criar orçamentos;
  • Colaborar com os Recursos Humanos para contratar ou treinar pessoal adicional;
  • Trabalhar com a equipe de desenvolvimento para fazer sugestões de novos produtos, etc. 

Portanto, os gerentes estratégicos trabalham com chefes de departamento para desenvolver metas individuais da equipe e colocá-las em etapas práticas para os funcionários concluírem.

Guia completo para contratação de empresas de TI

Contudo, uma vez que essas metas são definidas, o gerente estratégico precisa traçar um planejamento estratégico para implementá-las.

O planejamento estratégico

Um planejamento estratégico é um documento usado para comunicar à organização os objetivos da empresa, as ações necessárias para atingir esses objetivos e todos os outros elementos críticos desenvolvidos durante o exercício de planejamento.

Ebook Cases de Sucesso de Clientes

Por que o planejamento estratégico é importante para uma organização?

O planejamento estratégico fornece oportunidades importantes para funcionários e gerentes colaborarem. Mas, além disso, o planejamento estratégico é importante para uma organização porque fornece um senso de direção e delineia metas mensuráveis.

O planejamento estratégico é, portanto, uma ferramenta útil para orientar as decisões do dia-a-dia. Além disso, ajuda a avaliar o progresso e mudar as abordagens ao avançar. No entanto, para aproveitar ao máximo o planejamento estratégico, a empresa deve refletir cuidadosamente sobre os objetivos estratégicos delineados. Em seguida, deve fazer o backup desses objetivos com referências quantificáveis realistas. Ou seja, totalmente pesquisadas e avaliadas para prever os resultados possíveis.

A missão 

O planejamento estratégico começa com a definição de uma missão da empresa. Uma missão é importante para uma organização porque ela sintetiza e destila a ideia abrangente que liga suas estratégias práticas. Isso permite que a gerência e os funcionários alinhem as especificidades de suas ações e decisões com uma visão e direção claramente definidas. 

Portanto, defina sua missão estratégica de maneira ampla o suficiente para guiar a administração e os funcionários. Além disso, foque a missão de forma a concentrar seus esforços. 

Exemplo: 

“Ajudar a humanidade” é uma missão muito ampla, mesmo para uma organização sem fins lucrativos. Já “Alimentar os famintos conectando jardineiros domésticos a bancos de alimentos” é uma missão que é ao mesmo tempo geral e acionável.

Estabelecendo objetivos

As porcas e parafusos do processo de planejamento estratégico são expressas em metas mensuráveis. Afinal, metas mensuráveis ​​estabelecem objetivos específicos e concretos, expressos em termos de quantidades e cronogramas. Portanto, metas mensuráveis ​​são importantes para uma organização porque permitem que gerentes e funcionários avaliem o progresso e o ritmo dos desenvolvimentos. 

Checklist Nível de Excelência em TI

Exemplo:

“Crescer substancialmente nos próximos anos” não é uma meta mensurável. Já “Aumentar as vendas em 30% durante o próximo ano” fornece um objetivo concreto a ser alcançado em um prazo específico.

Avaliando o progresso

Os objetivos estratégicos são necessariamente baseados nas melhores informações que você tem no momento e em suas avaliações mais realistas do que a empresa pode alcançar. As organizações também se beneficiam da construção de um estágio específico no processo de planejamento estratégico. Este envolve avaliação de metas e progresso após um período de tempo decorrido à luz do sucesso da empresa em atingir essas metas e desenvolvimentos que surgiram nesse ínterim. 

Exemplo:

Você planeja aumentar seus negócios em lojas de ferragens em 20% durante um ano específico. Contudo, um concorrente formidável abre uma super loja. Provavelmente você redefinirá seus objetivos e avaliará o progresso em termos de preservação de participação de mercado.

O processo de planejamento estratégico

O processo de planejamento estratégico pode ser tão importante para uma organização quanto os resultados. Afinal, o planejamento estratégico pode ser um processo especialmente valioso quando inclui funcionários em todos os departamentos e em todos os níveis de responsabilidade, refletindo sobre como suas atividades e responsabilidades se encaixam no quadro mais amplo e sobre suas possíveis contribuições.

Qual é a diferença entre gestão estratégica e planejamento estratégico?

No ambiente hipercompetitivo, é difícil para as empresas sobreviverem, crescerem e se expandirem a longo prazo se não tiverem planejamento estratégico. Afinal, um planejamento estratégico é uma atividade que determina os objetivos e considera o ambiente interno e externo para projetar, implementar, analisar e ajustar as estratégias, para obter vantagem competitiva.

Entretanto, o planejamento estratégico não é exatamente o mesmo que gestão estratégica. Muitos pensam que os dois termos denotam a mesma coisa, mas há uma diferença entre o planejamento estratégico e a gestão estratégica. A gestão estratégica é a coleção abrangente de atividades e processos contínuos que as organizações usam para coordenar e alinhar sistematicamente recursos e ações com missão, visão e estratégia em toda a organização.

As atividades de gerenciamento estratégico transformam o plano estático em um sistema que fornece feedback de desempenho estratégico para a tomada de decisões. Dessa forma, permite que o plano evolua e cresça à medida que os requisitos e outras circunstâncias mudam. Portanto, a execução da estratégia é basicamente sinônimo de gerenciamento estratégico e equivale à implementação sistemática de uma estratégia.

Ebook Melhores Práticas em Gestão de TI

Quais são os passos para um bom planejamento estratégico?

Existem muitas estruturas e metodologias diferentes para planejamento e gerenciamento estratégico. Embora não existam regras absolutas sobre o framework correto, a maioria segue um padrão similar e possui atributos comuns. Muitas estruturas passam por algumas variações de fases básicas: 

1) análise ou avaliação; onde é desenvolvida uma compreensão dos ambientes internos e externos atuais;

2) formulação de estratégias; onde a estratégia de alto nível é desenvolvida e um plano estratégico básico é organizado e documentado;

3) execução da estratégia; onde o plano de alto nível é traduzido em mais planejamento operacional e itens de ação;

4) fase de avaliação ou sustentação/gerenciamento; onde aprimoramento e avaliação contínuos de desempenho, cultura, comunicações, relatórios de dados e outros gerenciamentos estratégicos de problemas ocorrem.

Fontes:

Strategy Management Group