Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Tudo sobre blockchain para empresas

Por Juliana Gaidargi em 24/06/2021 em Negócios

Os projetos de blockchain para empresas podem facilmente paralisar sem as ferramentas de navegação corretas. Felizmente, este guia detalhado ajudará a garantir uma passagem segura.

blockchain empresas

Blockchain é essencialmente uma tecnologia de banco de dados com atributos que, considerados isoladamente, não são exclusivos dela. No entanto, coletivamente produzem um avanço tecnológico. Especialmente na forma como armazena, verifica e troca as informações digitais.

Quando a tecnologia entrou em cena em 2009 com o lançamento de seu primeiro aplicativo, a criptomoeda Bitcoin, o blockchain tinha uma sensação de faroeste semelhante aos primeiros dias dos hackers de PC. Ou seja, fazia com que a tecnologia parecesse arriscada e não comprovada para uso comercial. Contudo, isso começou a mudar cerca de cinco anos atrás, quando uma crescente comunidade de código aberto começou a desenvolver plataformas corporativas completas, incluindo o blockchain programável, Ethereum.

As expectativas para o blockchain para empresas eram altíssimas para começar. Entretanto, a realidade estava muito aquém do hype, e os projetos de blockchain de negócios eram poucos e distantes entre si.

Quem está usando?

Nos últimos dois anos, à medida que marcas domésticas como Bumble Bee Foods, IBM, Walmart e Visa orgulhosamente anunciavam implantações de blockchain de sucesso, o blockchain está tendo uma segunda chance de relevância na empresa. Os pesos-pesados ​​da TI, incluindo Amazon Web Services (AWS), IBM, Oracle e SAP, apoiaram-no em grande estilo. Mas isso significa que o blockchain está pronto para o sucesso na empresa?

“Eu diria que ainda estamos nos estágios iniciais”, disse Martha Bennett, vice-presidente e analista principal da Forrester Research. “Eu tenho exemplos de onde processos reais são executados em ambientes operacionais reais e não há opção de fallback.” Ela citou um aplicativo de reconciliação interbancária na Itália como exemplo.

Contudo, é preciso cautela. Usar blockchain para aplicativos de negócios não será fácil.  Afinal, seus fundamentos técnicos e suas implicações práticas são difíceis de entender. Isso é verdade até mesmo para líderes de negócios com experiência em tecnologia com conhecimento prático de, digamos, ERP ou e-commerce. 

Para começar, o blockchain está repleto de conceitos como algoritmos de consenso, hashing, livros-razão distribuídos e mineração de bitcoin. Entretanto, esses termos que soam obscuros não são apenas detalhes subjacentes que apenas os técnicos precisam entender. Pelo contrário. Eles determinam se vale a pena considerar o blockchain, para quais aplicativos é mais adequado e as maneiras mais baratas e eficazes de implementá-lo.

Então, a chave é ter uma imagem precisa do que o blockchain realmente faz e não faz; os efeitos de suas várias opções de implantação, especialmente suas arquiteturas de rede; e onde as linhas pretas pesadas estão entre o blockchain e alternativas possivelmente melhores. Essa é a única maneira de obter valor do blockchain e evitar o desperdício de dinheiro em falhas espetaculares.

Como funciona o blockchain?

A maioria dos principais atributos do blockchain vem de ser um tipo de tecnologia de razão distribuída (DLT). Há séculos usamos livros contábeis para registrar transações financeiras, nas últimas décadas em formato digitalizado em ERP e outros softwares de negócios.

Em contraste com essas abordagens centralizadas, os DLTs distribuem cópias do livro-razão para os nós em uma rede de blockchain. Isso torna cada um responsável por registrar novas transações e participar de um mecanismo de consenso para concordar com as atualizações do livro-razão.

O formato de dados exclusivo do blockchain é outro diferencial e é justamente o que o torna um tipo particular de DLT. Afinal, os bancos de dados tradicionais armazenam dados em linhas, colunas e arquivos. Enquanto isso, o blockchain os armazena em blocos que são vinculados e protegidos por criptografia.

O bloqueio de dados e os mecanismos de verificação de transação tornam quase matematicamente impossível hackear um blockchain para alterar dados ou interromper transações. Não há autoridade central para os agentes mal-intencionados atingirem, nenhum player que possa tornar os dados privados ou alterar as regras sem acordo, ou cuja falha possa derrubar toda a rede. As múltiplas cópias fornecem redundância e transparência de dados.

Imutabilidade

É assim que o blockchain atinge a imutabilidade. Afinal, o livro-razão é permanente e à prova de violação e, portanto, pode ser confiável. A confiança é outro atributo-chave da maioria das formas de blockchain. Na interação humana, confiança significa que você não precisa tomar medidas extras para verificar se as informações apresentadas são verdadeiras, como pedir a uma figura de autoridade para validá-la ou apenas interagir com pessoas que pensam como você acredita serem confiáveis. Da mesma forma, você pode confiar que as informações em um blockchain são precisas. Ao menos na maioria das vezes.

Como acontece com quase todas as principais tecnologias de computador, o quadro com o blockchain é complicado. blockchain nem sempre é indecifrável. Seus níveis de segurança e privacidade, sem mencionar a utilidade, dependem muito de o blockchain ser executado em uma rede pública ou privada. E alternativas de blockchain amplamente disponíveis fornecem alguns de seus benefícios, como segurança e armazenamento de dados, com menos risco técnico e custo.

Por que o blockchain é importante para os negócios?

Investir em blockchain para empresas provavelmente se tornará essencial simplesmente por razões competitivas. Assim como as corporações se preocuparam seriamente com avanços como a revolução do PC dos anos 70 e 80 e o boom de meados dos anos 90 na World Wide Web, sabendo que seus concorrentes estavam tirando proveito dessas inovações, muitos especialistas acreditam que o blockchain receberá a mesma atenção. Na verdade, FOMO – medo de perder – é provavelmente a maior motivação por trás da nova onda de interesse em aplicativos de negócios de blockchain.

Contudo, como você aprenderá nas seções abaixo, a mentalidade de rebanho não é a única coisa que impulsiona o blockchain. A tecnologia mostra um potencial real hoje para:

Além disso, o valor comercial do blockchain deve aumentar à medida que as implementações empresariais proliferam e são refinadas.

Como o blockchain pode beneficiar as empresas?

O blockchain para empresas realmente se destaca em processos que envolvem várias partes, todas as quais precisam de acesso aos mesmos dados. Entretanto, cada uma tem informações ligeiramente diferentes ou desatualizadas. Consequentemente, gasta-se uma enorme quantidade de tempo reconciliando dados.

Então, como o blockchain remove intermediários e principalmente automatiza processos que geralmente levam tempo e esforço, ele tem o potencial de economizar custos de TI e mão de obra, acelerar o comércio eletrônico e as finanças e permitir novas linhas de negócios. Contudo, também pode ajudar as empresas a expandir suas bases de clientes, alcançá-los com mais eficiência e expandir o universo de fornecedores e parceiros.

Os benefícios do blockchain derivam principalmente da confiança que ele promove, sua privacidade, segurança e integridade de dados embutidos e sua transparência.

Afinal, a confiança torna possível fazer negócios com partes desconhecidas, expandindo assim os mercados e, potencialmente, a demanda por produtos e serviços, o que, por sua vez, pode aumentar os lucros.

Ser capaz de confiar na precisão dos dados e acreditar que o próprio sistema é essencialmente impermeável e que na maioria dos casos a privacidade é garantida pode reduzir a fraude, eliminar o vazamento de dados e, como confiança, atrair mais clientes e parceiros. Ele também pode cortar custos de gerenciamento de dados, aumentar a precisão dos dados e facilitar a auditoria.

A transparência do blockchains traz benefícios no gerenciamento da cadeia de suprimentos, visibilidade e rastreabilidade. O blockchain já está tornando mais fácil e mais acessível estender a transparência da cadeia de suprimentos aos menores fornecedores, como cafeicultores, operações de pesca de atum e mineradores. Isso, ao mesmo tempo em que aumenta a confiança nas informações sobre a procedência do produto à medida que as mercadorias passam pela cadeia de abastecimento até os consumidores.

Outros benefícios do blockchain para empresas incluem:
  • A tokenização, que torna mais classes de ativos negociáveis ​​online, de arte digital a créditos de carbono e maquinário industrial;
  • Inovação, quando se aplicam as qualidades especiais do blockchain a problemas antigos, como verificação de credenciais acadêmicas; 
  • Descentralização, que é útil quando as empresas devem interagir como pares, mas ninguém quer responsabilidade pela manutenção do sistema, como em cadeias de suprimentos e comunidades de pesquisa.

O que são aplicativos de blockchain para empresas?

Provavelmente, a aplicação mais importante de blockchain para negócios poderia ser os contratos inteligentes. Afinal, eles desempenham um papel duplo como componentes básicos da infraestrutura de blockchain e desenvolvimento de software e como uma aplicação da tecnologia.

Um contrato inteligente é mais fácil de entender como um programa que usa lógica de negócios para executar acordos e transações entre os participantes do blockchain. Contudo, um termo semelhante, contratos jurídicos inteligentes, significa algo totalmente diferente: contratos jurídicos inteligentes, alguns dos quais são executados em software, normalmente não envolvem blockchain. Enquanto isso, o status legal dos contratos inteligentes de blockchain é uma questão em aberto.

Os contratos inteligentes têm muitos usos nos negócios. Eles podem automatizar completamente a troca de dinheiro e entrega de serviços, concessão de acesso a conteúdo digital e aplicação de proteções de privacidade.

Por exemplo, um aplicativo de faturamento de frete blockchain implantado pelo Walmart Canadá usa contratos inteligentes para extrair dados de remessa em tempo real em faturas e enviar pagamentos pré-aprovados assim que os termos do acordo de remessa forem cumpridos. Bennett o chamou de “garoto-propaganda” de como um aplicativo blockchain bem projetado pode economizar tempo e dinheiro, minimizando disputas e processos de reconciliação de dados.

Outros aplicativos de blockchain com usos comerciais:
Cibersegurança

A criptografia forte do blockchain e outras proteções de segurança o tornam outra ferramenta na caixa de ferramentas de segurança.

Criptomoeda

O Bitcoin e outras moedas digitais ultrapassaram o estágio da moda à medida que empresas importantes como a Tesla os adicionam a suas carteiras de investimentos e os aceitam como pagamento por alguns produtos.

IoT

O blockchain está garantindo a integridade dos dados coletados dos sensores à medida que sobe na cadeia de suprimentos dos campos e pisos de fábrica em aplicativos para gerenciamento de ativos, conformidade ambiental e rastreabilidade. Ele também pode liberar a comunicação máquina a máquina para que as máquinas semi autônomas possam solicitar suas próprias peças de reposição e pagar pela manutenção.

Armazenamento

A arquitetura ponto a ponto descentralizada do blockchain torna possível juntar o espaço em disco não utilizado dos participantes do blockchain, criando o armazenamento do blockchain.

Casos de uso de blockchain em indústrias do mundo real

Os casos de uso de blockchain tendem a se agrupar em setores com muitos bolsos e líderes de mercado com experiência em tecnologia. Afinal, eles podem fazer o caso de negócios e, em seguida, implementar aplicativos de negócios de blockchain, que normalmente requerem coordenação e transações substanciais entre vários parceiros ou até mesmo concorrentes.

Exemplos de setores que estão encontrando usos para blockchain incluem o seguinte:

Cadeia de suprimentos

O blockchain expande o número de fornecedores e compradores e garante a integridade dos dados que passam pela cadeia de suprimentos, aproximando-se, assim, dos objetivos elusivos de visibilidade e transparência da cadeia de suprimentos;

Bancos e finanças

Os casos de uso de blockchain em finanças se enquadram em dois segmentos distintos: criptomoeda e finanças descentralizadas ou DeFi. A criptomoeda está ganhando credibilidade como um mecanismo de pagamento alternativo em um sistema monetário mundial que é amplamente administrado por bancos centrais governamentais e grandes provedores de pagamento, como Mastercard e Visa. 

Paralelamente, o DeFi surge como potencial substituto de outros processos tradicionalmente conduzidos por bancos e prestadores de serviços financeiros, crédito, seguros, banco e investimentos. Afinal, ao usar contratos inteligentes, os indivíduos podem emprestar dinheiro uns aos outros, pagar juros, fazer seguro contra perdas e negociar derivativos de ativos.

Alguns observadores preveem que esses aplicativos trarão uma “economia de blockchain” em que a criptomoeda substituirá amplamente os sistemas monetários atuais e as pessoas e as máquinas gerenciarão os processos de negócios e o valor de troca sem intermediários.

Assistência médica

A segurança, privacidade, integridade de dados e anonimato do blockchain podem permitir novos usos de dados genômicos e registros médicos de indivíduos para apoiar a pesquisa farmacêutica e tornar mais fácil a transmissão de registros médicos eletrônicos.

Governo

O blockchain pode tornar mais fácil – e legal – transmitir a identificação pessoal eletronicamente, votar online, adquirir um passaporte e preparar documentos legais e registros regulatórios, como escrituras de hipotecas e relatórios financeiros.

Quais são os diferentes tipos de tecnologia de blockchain?

Os diferentes tipos de blockchain são categorizados por quão abertos ou fechados eles são para permitir que os participantes façam o trabalho principal do blockchain. Ou seja, transacionar negócios nele ou verificar a precisão de cada bloco que é adicionado ao blockchain e ao livro-razão distribuído.

Aqui estão os principais tipos:

O blockchain público (sem permissão) 

Este não requer permissão para ingressar e é transparente para todos os participantes. É o tipo de blockchain onde vive a criptomoeda. Entretanto, é também o mais lento porque abrir o processo de consenso do blockchain para tantos participantes torna a verificação de dados mais tediosa, contudo, também menos vulnerável a hackers ou controle por um ator dominante.

O blockchain privado (com permissão)

Sua execução se dá em uma rede fechada e pode estar sob o controle de uma única entidade. Ele tem a mesma descentralização e arquitetura ponto a ponto que o blockchain público, contudo, em uma escala muito menor, o que aumenta o desempenho. Ironicamente, é menos confiável do que um blockchain público. Afinal, o proprietário ou o nó central decide o que é válido. Além disso, a segurança também pode ser mais fraca porque é mais fácil para um pequeno número de nós dominar o mecanismo de consenso usado para validar transações. A maioria das primeiras implantações de blockchain de alto perfil são em blockchains privados.

Blockchain híbrido

Sem surpresas, este combina aspectos de blockchain público e privado. Afinal, as organizações podem usá-lo para segmentar alguns dados e transações por trás de um esquema de permissão enquanto mantêm conexões com o lado público. No entanto, os riscos de segurança do blockchain e problemas de integridade de dados do blockchain privado são mitigados por não permitir que o proprietário altere as transações, e o desempenho tende a ser melhor do que o de um blockchain público. Portanto, os usuários que ingressam em uma blockchain híbrida têm privacidade até que façam uma transação.

Blockchain de consórcio

Este é muito parecido com o blockchain privado. Entretanto, é controlado por um grupo ao invés de por uma única entidade. Então, há menos vulnerabilidade de segurança do que o típico com blockchain privado, embora um nó seja responsável por validar as transações.

Há muita discordância entre os especialistas em blockchain para empresas sobre a escolha com permissão ou sem permissão. É inegável que a maioria das implantações bem-sucedidas até agora foram em blockchains privados, presumivelmente porque as corporações queriam controle sobre quem pode participar, e as plataformas de código aberto mais proeminentes atendem ao desenvolvimento de blockchain privado.

Contudo, Paul Brody, o líder global de blockchain na empresa de consultoria EY, diz que os blockchains públicos são melhores porque encorajam a alta taxa de participação que tornará as redes de blockchain valiosas. 

Quais são os riscos e desafios da adoção do blockchain?

A adoção do blockchain para uso sério nas empresas traz riscos acima da média de escolher a plataforma errada, incorrendo em estouros e atrasos nos custos do projeto, e não em obter um ROI positivo.

“Ainda há muita aversão ao risco e relutância em fazer algo diferente. As pessoas estão preparadas para continuar com processos subótimos simplesmente porque sabem o que precisam fazer, mesmo que seja complicado, e não querem dar o salto” –  Bennett.

Outros desafios comuns de blockchain incluem o seguinte:

Falta de adoção

Blockchain, especialmente blockchain público, requer um grande número de participantes. Afinal, somente assim a maioria de seus benefícios sejam percebidos. Portanto, até que mais empresas estejam dispostas a dar o salto e experimentar o blockchain, aquelas que o fizerem provavelmente encontrarão um pequeno universo de parceiros comerciais esperando por elas, de acordo com pesquisadores de mercado.

Lacuna de habilidades

O know-how do blockchain está em falta, embora isso esteja mudando rapidamente conforme o treinamento e a certificação aumentam junto com a demanda – e salários – para desenvolvedores e engenheiros de blockchain.

Falta de confiança

O blockchain ainda é tão novo que muitas empresas não confiam em seus mecanismos de segurança e integridade de dados desconhecidos. Entretanto, em resposta, eles vão querer controlar o sistema em um blockchain privado, mas perderão alguma transparência e redundância de dados no processo.

Bennett disse que a comunidade do blockchain enfrenta um desafio na tokenização de ativos em campos que estão sujeitos a fraude, como vinhos finos. “É necessário que haja toda uma estrutura de alguma forma de terceiros confiáveis ​​que forneçam atestados no ponto de tokenização e conforme o ativo se mova pela cadeia de abastecimento”, disse ela. Além disso, as leis de muitos países não reconhecem o conceito de possuir um ativo que carece de uma representação física.

Práticas recomendadas de implementação de blockchain

É preciso um senso aguçado dos benefícios exclusivos do blockchain para alcançar um rápido retorno sobre o investimento em projetos de blockchain caros. Além disso, deve-se focar apenas nos problemas que são mais adequados para resolver.

Isso geralmente envolve aproveitar ao máximo os contratos inteligentes e a tokenização, de acordo com Brody da EY. Isso, por sua vez, significa apreciar totalmente a programabilidade e a automação disponíveis nos contratos inteligentes, e não confundir seu uso com a movimentação de documentos de um lado para outro. Afinal, os tokens são os meios para mover valor ao invés de informação, o que é essencial para realizar o potencial do blockchain.

Então, Brody aconselhou não ficar obcecado em encontrar a melhor tecnologia e, ao invés disso, ir para a rede com o maior número de usuários. Afinal, blockchain e contratos inteligentes possibilitam que várias partes compartilhem a lógica de negócios e façam mais negócios automaticamente.

Finalmente, não use o blockchain para consertar um problema já resolvido com outra tecnologia. É um desperdício de recursos e aumenta o risco.

Opções de implantação de blockchain

Ao longo da curta história da tecnologia, a implantação de blockchain tem sido uma tarefa difícil para a maioria das empresas. Afinal, requer um trabalho inicial substancial de design, seleção de tecnologia, desenvolvimento e teste de software. Portanto, as empresas normalmente executam pilotos, dos quais apenas uma fração entra em produção.

Contudo, o blockchain como um provedor de serviços oferece um atalho ao empacotar a tecnologia de contrato inteligente, blockchains e infraestrutura de rede em que são executados. O BaaS surgiu como uma escolha popular porque remove muito do trabalho braçal de configurar um blockchain. Players de BaaS proeminentes incluem AWS, IBM, Oracle, SAP e VMware.

Ferramentas blockchain e mercado de fornecedores

O número e a qualidade das plataformas de blockchain com arquiteturas e ferramentas de desenvolvimento de blockchain de classe empresarial alcançaram um ponto em que a maioria das empresas pode encontrar uma plataforma adequada e uma comunidade de suporte de desenvolvedores e integradores de sistema.

Aqui estão as três principais plataformas para blockchain empresarial, de acordo com Suseel Menon, analista sênior do Everest Group.

Ethereum

Trata-se de uma comunidade de código aberto que oferece uma das plataformas de blockchain mais antigas (foi introduzida em 2013). Portanto, é aquela com maior suporte de desenvolvedores e fornecedores de TI. Afinal, conta com empresas como Cisco, Intel, JP Morgan, Mastercard, Microsoft, Samsung, Toyota e Visa participando de uma aliança de mais de 250 membros. 

Ele se autointitula como um blockchain programável, o que é uma descrição apropriada. Afinal, a Ethereum fornece a rede subjacente, e a própria blockchain, comparável àquela em que o Bitcoin está. Ele também tem uma criptomoeda concorrente chamada Ether, que desempenha um papel adicional como meio de troca e token para todas as operações na rede. Contudo, a maior relevância da plataforma para as empresas é sua riqueza de ferramentas para desenvolver contratos inteligentes e aplicativos descentralizados de blockchain (dApps). 

A Ethereum também fornece um mercado para aplicativos, incluindo jogos e serviços financeiros, e trocas por tokens não fungíveis (NFTs), um tipo recentemente popular de ativo digital em blockchains.

Hyperledger 

O Hyperledger é outra comunidade de código aberto que se beneficia do apoio da Linux Foundation, o consórcio por trás do popular sistema operacional Linux, bem como da Intel, SAP Ariba e IBM, que usa o Hyperledger como base para sua oferta BaaS. 

A plataforma tem um forte foco em blockchains privados para empresas. Portanto, conta com recursos extras para garantir a privacidade e fornecer estruturas, ferramentas de desenvolvimento e bibliotecas de software de componentes que as empresas podem conectar para construir aplicativos. O nome do Hyperledger ressalta sua ênfase em livros-razão distribuídos. 

Hyperledger Fabric é a plataforma DLT modular por trás de muitos projetos de blockchain. Outra ferramenta popular, especialmente para uso em cadeia de suprimentos, é o Hyperledger Sawtooth. Ele abstrai a camada de aplicativo da arquitetura básica subjacente para que as empresas possam se concentrar em escrever as regras de negócios para contratos inteligentes. Contudo, o Sawtooth também possui algoritmos de consenso alternativos que podem melhorar o desempenho do blockchain.

Corda

O Corda, do R3 Consortium, é cobrado como um blockchain privado e autorizado para aplicativos DLT. Contudo, outros discutem se é um blockchain verdadeiro porque não faz transações em lote em blocos. Ainda assim, o R3 afirma que sua maneira de vincular transações tem um desempenho melhor do que o método tradicional. Portanto, o Corda é popular em serviços financeiros. Ele conta com o Bank of America e o HSBC como proponentes e está obtendo grande interesse das seguradoras.

Entretanto, o mercado de rápido crescimento em ferramentas e serviços de blockchain entra em declínio e fluxo constantemente. Por exemplo, a divisão de computação em nuvem Azure da Microsoft disse que irá retirar sua oferta BaaS em setembro.

Trabalhos, funções e responsabilidades do blockchain para empresas

O blockchain ainda é uma tecnologia emergente e as habilidades necessárias para desenvolvê-la e usá-la são escassas. Em uma pesquisa com gerentes de cadeia de suprimentos da APQC, uma associação de benchmarking e melhoria de processos, 49% disseram que a lacuna de habilidades de blockchain está entre seus maiores desafios.

Desenvolvedor e engenheiro de blockchain são dois cargos comuns, análogos às funções de desenvolvimento e engenharia que há muito definem software geral e desenvolvimento web. Contudo, tem habilidades específicas de blockchain adicionadas, como experiência usando as principais plataformas de código aberto, especialmente Ethereum e Hyperledger. 

Alguns desenvolvedores de blockchain se especializam em dApps e contratos inteligentes, enquanto outros se concentram no encanamento, como criptografia e algoritmos de consenso. Ainda assim, a maioria também precisa ter habilidades de desenvolvimento web e infraestrutura em nuvem, como experiência em Java e Kubernetes.

O quadro de empregos online Cryptocurrency Jobs, que também atende o mercado de blockchain corporativo, listou recentemente 236 empregos de desenvolvedor e engenheiro em 727 publicações.

Também existem designers de experiência do usuário que trabalham na aparência e comportamento de dApps e desenvolvedores da web para programar aplicativos da web que incorporam blockchain. Contudo, projetos de blockchain também precisam de cientistas de dados e analistas financeiros.

Qual é o futuro do blockchain?

À medida que o mundo começa a emergir da pandemia de COVID-19, o cenário do blockchain está repleto de atividade e otimismo, e as implantações no mundo real estão ficando numerosas demais para contar. Afinal, as empresas que ainda estão sentindo o choque de uma grave interrupção da cadeia de suprimentos estão procurando novamente o blockchain como um caminho para maior transparência e capacidade de resposta.

Embora os NFTs com preços exorbitantes e que parecem ridículos cheguem ao noticiário noturno, os desenvolvedores de blockchain corporativos veem oportunidades mais importantes na expansão da tokenização para criar novas formas de verificação de identidade (certificados de vacina são uma das primeiras aplicações) e comércio digital.

“Provavelmente, há muito mais tokens em aplicativos de blockchain hoje do que muitas pessoas imaginam. Em muitos dos aplicativos de rastreamento que estão funcionando hoje, alguns deles já representam o ativo que está sendo monitorado como um token” – Bennett. 

Enquanto isso, a criptomoeda está finalmente se tornando popular.

IA e blockchain

Entre as mais promissoras dessas tendências de blockchain está a fusão de IA com blockchain. A IA sempre precisou de grandes quantidades de dados para aplicar seus algoritmos de aprendizado de máquina a fim de reconhecer padrões, prever resultados futuros e “aprender” a assumir tarefas para humanos. O blockchain, por sua vez, pode potencialmente liberar uma torrente de novos dados, em parte ao fornecer a privacidade e a segurança de que os usuários precisam para se sentirem confiantes em compartilhar mais de suas informações pessoais. Então, a IA poderia melhorar a eficiência do complicado processo de consenso e verificação do blockchain.

Muito precisa acontecer antes que o blockchain possa substituir os métodos atuais de compartilhamento de dados e realização de transações em redes digitais. Agora que as ferramentas e estruturas de desenvolvimento de blockchain estão provando sua viabilidade para aplicativos corporativos, aquele dia pelo menos parece mais uma possibilidade real do que uma miragem distante.

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.