Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Blockchain no mercado atual – Realidade e estimativas

Por Juliana Gaidargi em 20/09/2019 em Negócios

A empresa de pesquisa Gartner, geralmente, avalia o impacto da blockchain no mercado de forma bastante conservadora. Contudo, seu último relatório estima que a tecnologia de contabilidade distribuída transforme as formas como as empresas operam na maioria dos setores. Tudo isso dentro de cinco a 10 anos.

blockchain no mercado gartner 1

No entanto, por enquanto, o papel da blockchain no mercado permanece estagnado. Isso devido às expectativas inflacionadas da indústria e a desilusão geral em relação à forma como ela pode melhorar os processos de negócios. Ao menos, é isso que o último relatório “Hype Cycle” do Gartner revelou.

O relatório foi divulgado na conferência anual IT Symposium / Xpo 2019 da empresa. Na conferência, os CIOs foram pesquisados ​​sobre como percebem a tecnologia blockchain no mercado.

“Embora eles ainda não tenham certeza do impacto que a blockchain terá em seus negócios, 60% dos CIOs disseram esperar algum nível de adoção de tecnologias blockchain nos próximos três anos”, alegou David Furlonger, vice presidente de pesquisas do Gartner. “No entanto, a infraestrutura digital existente das organizações e a falta de governança clara da blockchain no mercado estão limitando os CIOs a obterem valor total com essa tecnologia”, complementou.

A pesquisa anual do Gartner com CIOs ocorreu entre abril a junho e contou com 3.102 participantes. Foram incorporados 89 países e diversos setores, inclusive manufatura, governo, serviços profissionais, seguros, varejo, saúde, bancos, energia, serviços públicos, educação, transporte, mídia e comunicações. 

Implementação

Vale lembrar que, ano passado, uma pesquisa sobre CIOs do Gartner revelou que, em média, somente 3,3% das empresas em todo o mundo haviam implementado a blockchain em um ambiente de produção. Na época, o Gartner listou oito obstáculos para que a tecnologia atendesse às metas estabelecidas pelos provedores de tecnologia. Estes, inclusive, a consideravam um remédio para praticamente qualquer necessidade de rede transacional internacional. Ou seja, sem taxas e pagamentos transfronteiriços para rastreamento da supply chain. Esses obstáculos incluíam blockchains tecnicamente escaláveis, avanços na tecnologia de contrato inteligente, garantia de risco de transação, confidencialidade dos dados e um algoritmo de consenso eficiente.

As blockchains exigem um consenso entre os usuários antes que novos dados possam ser salvos. Afinal, na maioria das vezes, pelo menos 51% dos nós do computador que validam as entradas de razão devem concordar antes que novos blocos possam ser adicionados.

Nos últimos dados de pesquisa do Gartner, os setores de serviços bancários e de investimento continuaram a observar altos níveis de interesse de investidores. Em especial aqueles que buscam melhorar operações e processos de décadas. Entretanto, somente 7,6% dos CIOs entrevistados sugeriram que a inserção da blockchain no mercado poderia ser uma tecnologia capaz de mudar o jogo. Dito isso, quase 18% dos CIOs dos serviços bancários e de investimento alegaram que adotarão alguma forma de tecnologia blockchain nos próximos 12 meses. Quase outros 15% planejam fazê-lo dentro dos próximos 24 meses.

Provas de conceito

As provas de conceito ou pilotos da blockchain no mercado estão aparecendo em várias áreas-chave nos serviços bancários e de investimentos. “Estão focadas principalmente em livros de registro autorizados”, segundo Furlonger. Isso se refere a redes blockchain controladas centralmente. Nelas, os participantes são previamente examinados antes de serem autorizados a participar.

“Também esperamos desenvolvimentos contínuos na criação e aceitação de tokens digitais”, acrescentou Furlonger. “Contudo, um trabalho considerável precisa ser concluído em atividades não relacionadas à tecnologia. É o caso de padrões, estruturas regulatórias e estruturas organizacionais para que os recursos de blockchain atinjam o platô da produtividade. Ou seja, o ponto em que a adoção principal decola neste setor”.

O Gartner mede ainda o amadurecimento da nova tecnologia por meio do seu “Ciclo de Hype”. Este, consiste em um ciclo de vida baseado em gráficos que seguem cinco fases: 

blockchain hype cycle

No varejo, a blockchain está sendo considerada para serviços de “rastreamento”, prevenção de falsificações, gerenciamento de inventário e auditoria. Afinal, qualquer um deles poderia ser usado para melhorar a qualidade do produto ou a segurança alimentar. Por exemplo, o Walmart adotou a blockchain para rastrear produtos da fazenda à prateleira.

Embora as cadeias de suprimentos tenham valor, o impacto real da blockchain no mercado varejista dependerá do suporte a novas idéias. Ou seja, como usá-la para transformar ou aumentar os programas de fidelidade, de acordo com o Gartner. Por exemplo, por meio de cartões de fidelidade, as empresas de varejo podem oferecer aos clientes moeda digital, como Bitcoin, que pode ser trocado por várias outras moedas, bens ou serviços.

Guia completo para contratação de empresas de TI

“Depois de combinada com a Internet das Coisas (IoT) e a inteligência artificial (AI), a blockchain tem o potencial de mudar para sempre os modelos de negócios de varejo, impactando os fluxos de dados e monetários e evitando a centralização do poder de mercado”, alega o Gartner.

Como resultado, o Gartner acredita que a blockchain tem potencial para transformar modelos de negócios em todos os setores. Entretanto, as oportunidades exigem que as empresas adotem ecossistemas completos de blockchain no mercado. Afinal, sem tokenização e descentralização, a maioria dos setores não verá o valor real dos negócios.

Ebook Cases de Sucesso de Clientes

A jornada para criar um consórcio blockchain de várias empresas é inerentemente estranha, segundo o Gartner.

“Fazer mudanças por atacado nas metodologias corporativas de décadas é difícil de ser alcançado em qualquer situação. No entanto, a natureza transformadora da blockchain no mercado funciona em vários níveis simultaneamente e depende de ações coordenadas em várias empresas. Ou seja em processo, modelo operacional, estratégia de negócios e estrutura da indústria.”

Blockchain no mercado atual – Histórico do Hype Cycle da blockchain

Gatilho da inovação

O gatilho da inovação da blockchain veio na forma de um white paper escrito por uma figura misteriosa em 2008 chamada Satoshi Nakamoto. O white paper intitulado “Bitcoin: um sistema de caixa eletrônico ponto a ponto” compartilhou o funcionamento de um novo sistema de moeda digital. Seu diferencial estava em não depender de bancos para facilitar transações ou governos para criar e disseminar a moeda. 

Embora o sistema de pagamento de Bitcoin proposto fosse empolgante, foi a mecânica de como funcionou que foi verdadeiramente revolucionária. Como se viu, a principal inovação técnica não era, na verdade, a própria moeda digital. Mas a tecnologia que estava por trás dela, conhecida atualmente como blockchain.

Nos anos seguintes ao lançamento do white paper, a notícia começou a se espalhar entre especialistas em tecnologia, empresas e conferências. Esses anos também testemunharam o nascimento de altcoins. É o caso do Namecoin, Litecoin, OpenCoin (Ripple) e outras moedas mais voltadas para a privacidade, como DASH, Monero e ZCash.

Pico das expectativas infladas

O pico das expectativas inflacionadas começou com a ascensão do Ethereum em 2014. Contudo, atingiu níveis absurdos em 2017, onde a mania e a especulação do mercado assumiram o controle. A pura especulação levou o preço dos tokens e moedas a subir exponencialmente. O preço do Bitcoin atingiu pouco menos de US $ 20.000, um aumento de cerca de 1900% desde o início de 2017. Enquanto isso, o preço do Ethereum, com todas as suas restrições tecnológicas restantes sem solução, subiu 13.000%.

Ethereum

Foi o advento do Ethereum em 2014 que finalmente permitiu a explosão de novos projetos, moedas e a mania subsequente. Afinal, os desenvolvedores tinham pela primeira vez uma plataforma para criar e implantar outros aplicativos descentralizados. Entretanto, o Ethereum também deu origem a um novo mecanismo de captação de recursos chamado Ofertas Iniciais de Moedas (ICO). Este foi o responsável por enviar a criptosfera ao pico das alturas infladas.

Checklist Nível de Excelência em TI

Em geral, o período de 2014-2017 viu as expectativas atingirem níveis sem precedentes. Centenas de startups e tokens foram criados, alguns aparentemente da noite para o dia. Consequentemente, bilhões de dólares foram investidos em projetos com poucas promessas. Desde então, a grande maioria dos projetos fracassou em ganhar força e muitos também foram expostos a fraudes, aproveitando as expectativas eufóricas e irrealistas do público.

Revolução

A conversa sobre a natureza potencialmente revolucionária da tecnologia blockchain no mercado atingiu seu pico e se expandiu para um segmento maior da população e da comunidade empresarial. Afinal, a blockchain foi idealizada como uma panaceia para todos os problemas conhecidos no mundo. Portanto, tornou-se o tema principal na comunidade de tecnologia e negócios. Algumas empresas, como a Long Island Iced Tea Corp., simplesmente renomearam-se para incluir a palavra blockchain e testemunharam o preço de suas ações subir 289%.

É claro que, durante esse período, surgiram algumas histórias de sucesso e empresas multinacionais estabelecidas nos setores bancário, de seguros, de saúde e muitos outros começaram a tomar medidas legítimas para desenvolver soluções. As empresas iniciaram uma exploração mais profunda da tecnologia por meio de consórcios e iniciativas de P&D e alguns produziram protótipos funcionais e testaram a tecnologia no mundo real.

Nível da desilusão

Este é o estágio em que a blockchain e a criptografia encontram-se agora. Afinal, 2018 foi um ano dramático, com sentimento geral de ceticismo e cautela. Os preços caíram significativamente, os projetos estão falhando a altas taxas e as pessoas não sabem se os problemas técnicos que afetam a adoção, como escalabilidade e usabilidade, podem ser superados. Os casos de uso do mundo real ainda estão sendo definidos e as soluções blockchain disponíveis ao público são relativamente poucas em número quando comparadas ao seu nível de hype.

Portanto, de acordo com o Gartner, a tecnologia blockchain está entrando oficialmente no nível da desilusão. E há muitas evidências para sugerir que isso está correto.

Grandes quedas de preços

No final de 2017, o Bitcoin atingiu uma alta histórica de US $ 19.783. Até o momento, o preço da Ethereum registrou um declínio total de aproximadamente 76% em 2018, de acordo com dados do CoinDesk. O mesmo vale para a maioria das outras altcoins. Um grande número de investidores perdeu muito dinheiro. Consequentemente, eles arrastaram a desilusão e espalharam ainda mais o sentimento negativo.

Projetos estão falhando

A taxa de falhas das ICOs disparou em 2018. Algumas pesquisas indicam que mais de 50% delas entram em falência e o fazem rapidamente. Tornou-se muito mais difícil para os projetos arrecadarem fundos. Afinal, agora existe um ceticismo generalizado em relação a fraudes e o potencial de ROIs significativos nas ICOs. Até as startups de blockchain que conseguiram navegar pela desaceleração do mercado estão lutando e precisam voltar à prancheta.

Ebook Melhores Práticas em Gestão de TI

A visão geral, especialmente entre a comunidade de investidores de varejo em relação às ICOs e projetos de blockchain, agora é de desconfiança. Há também um reconhecimento muito maior da natureza especulativa, arriscada e perigosa desses tipos de empreendimentos.

Empresas demoram a cumprir iniciativas de blockchain no mercado

Devido a uma variedade de razões tecnológicas, regulatórias e relacionadas a custos, apenas uma pequena parcela das empresas entregou produtos e serviços reais baseados em blockchain no mercado. Iniciativas de P&D e avançar do PoC para o estágio piloto estão se mostrando lentas e difíceis. Algumas empresas até arquivaram seus esforços relacionados ao blockchain. Afinal, têm, observando incertezas regulatórias e de mercado, bem como uma lacuna de conhecimento.

O que vem a seguir – Sinais promissores de maturidade

De acordo com o Hype Cycle de 2018 da Gartner, a tecnologia blockchain está entrando no estágio de desilusão. Não se sabe exatamente quanto tempo isso durará. No entanto, a duração média dos intervalos para tecnologias emergentes é de dois a quatro anos. Algumas inovações em evolução amadurecem muito mais rapidamente, sofrendo apenas uma queda de seis a doze meses.

Obviamente, não há garantias de que as tecnologias emergentes possam sair do estágio de desilusão tão cedo. Existem muitos exemplos de tecnologias que não conseguiram se manter, como o Ultrawideband e o RSS Enterprise. Outras tecnologias emergentes, como o reconhecimento de fala, levaram décadas mais do que o esperado para atingir a maturidade total. Confira os bons sinais destacados pela empresa:

  • Há bons sinais de que a tecnologia blockchain não será adicionada À lista de ideias infrutíferas. De fato, a tecnologia poderia estar além do Hype Cycle. A blockchain está mostrando sinais que geralmente estão associados a uma tecnologia emergente no estágio Slope of Enlightenment (Inclinação da iluminação).
  • Empresas estão aprimorando produtos com base no feedback inicial.
  • Mais exemplos de como a tecnologia pode beneficiar as empresas começam a se cristalizar e se tornar mais amplamente compreendidos e usados.
  • Mais empresas estão financiando pilotos.
  • Os produtos de segunda e terceira geração aparecem de fornecedores de tecnologia.
  • A reputação da tecnologia está subindo novamente.
Avanços regulatórios

O cenário regulatório também está mudando e avançando. Reguladores em muitos países estão tomando medidas reais para reprimir fraudes. Além disso, também estão produzindo trabalhos de pesquisa, normas e introduzindo novos regulamentos.

Um dos primeiros países a começar a construir uma estrutura regulatória para projetos de blockchain no mercado foi a Suíça. O país propôs uma ideia para minimizar as regulamentações, mantendo as empresas alinhadas à legislação por meio de ‘caixas de areia’. Estas permitem que as startups experimentem e inovem em condições controladas.

A Grã-Bretanha e Cingapura também têm explorado seu ambiente regulador de blockchain e criptografia. O fazem fornecendo uma plataforma que permite às empresas experimentar sob requisitos relaxados de regulamentação e licenciamento. O Parlamento do Reino Unido também publicou uma investigação sobre ativos criptográficos e o G20, UE e muitos outros órgãos estão investigando ativamente a implementação de novos regulamentos que estimularão a inovação no setor de blockchain no mercado. Nos EUA, a Procuradoria Geral de Nova York lançou recentemente o estudo mais abrangente sobre trocas.

Blockchains de terceira geração estão surgindo

A inovação da blockchain no mercado está se movendo rapidamente. O Bitcoin representou a primeira geração de blockchains. O Ethereum a segunda e, embora ainda seja cedo, agora existe uma nova leva de blockchains de terceira geração trabalhando ativamente para resolver algumas das limitações tecnológicas de seus antecessores. Essas plataformas estão enfrentando inibidores significativos de usabilidade e adoção convencional. Além disso, têm melhor escalabilidade, interoperabilidade, sistemas de tesouraria e governança on-chain. A Ethereum também está buscando e implementando grandes melhorias e revisões em sua plataforma.

Universidades adicionaram blockchain ao seu currículo

À medida que a demanda por empregos relacionados à tecnologia de criptomoeda e blockchain aumenta, a demanda por educação e cursos nessas áreas está atingindo novos patamares. Como resultado, universidades e escolas estão começando a oferecer diferentes especializações em blockchain e criptomoedas. De acordo com uma nova pesquisa realizada pela Coinbase e pela empresa de pesquisa Qriously, 42% das 50 melhores universidades do mundo agora oferecem pelo menos um curso sobre cripto ou blockchain.

O que isso significa para empresas e investidores?

O Hype Cycle é um modelo desenvolvido pelo Gartner para entender como as tecnologias emergentes crescem, se comportam e seguem sua jornada para a maturidade. Se você faz parte de uma empresa que pensa em utilizar a blockchain para otimizar e transformar operações de negócios ou um investidor buscando oportunidades de investimento, o Hype Cycle pode ser bastante útil.

Contudo, não deve ser interpretado como evangelho, ou apenas invocado. Mas empresas e investidores podem usá-lo como um guia para ajudar a decidir quando agir juntamente a outras diligências. Também pode ajudar na análise de riscos e no gerenciamento de expectativas.

Por exemplo, investidores com apetite de baixo risco podem querer esperar até que uma tecnologia emergente seja mais comprovada e madura. Ou seja, aguardar até os estágios finais do ciclo. Já um investidor ou empresa com um apetite de alto risco que procura grandes recompensas poderia, por exemplo, fazer investimentos logo após a descoberta de uma tecnologia. Ou seja, durante o pico de expectativas infladas ou no início do nível de desilusão. No mundo do blockchain e criptografia, isso seria o equivalente a fazer investimentos nos anos imediatos após o lançamento do white paper Bitcoin, cujo pico culminou em 2017 e em 2018.

Esperar ou não?

É claro que investir tarde ou cedo demais trazem riscos. Afinal, tarde demais traz o risco de ser deixado para trás pelos concorrentes. Já muito cedo, há um risco significativo de perder dinheiro. Isso porque tecnologias imaturas produzem poucos resultados e os mercados não estão prontos para elas.

blockchain no mercado gartnerO ecossistema blockchain está sofrendo sim uma desaceleração. Entretanto, também está mostrando sinais claros de que irá superar desafios e continuar amadurecendo. Portanto, este é, sem dúvida, o melhor momento para empresas e investidores agirem. 

Quão potencialmente valiosa é a tecnologia blockchain para você ou sua organização.

Recomendações

Em particular, o Gartner recomenda que os CIOs:

  • Eduquem executivos e líderes seniores sobre as oportunidades e os desafios mais críticos da blockchain no mercado;
  • Criem uma liderança de pensamento dentro da TI e lute contra a publicidade indevida de fornecedores;
  • Aguardem diferentes domínios da indústria, como upstream, midstream, downstream e marketing, e áreas funcionais, como comércio de commodities, gerenciamento internacional de caixa, cadeias de suprimentos de campo e integridade de dados, adotarem a blockchain em diferentes cronogramas;
  • Desenvolvam provas de conceito internamente, bem como parte de consórcios de mercado;
  • Preparem-se para desafios complicados. Afinal, as soluções iniciais provavelmente serão uma mistura de redesenho de processos, desenvolvimento de soluções ágeis, múltiplas integrações em nuvem e um grande número de pontos de integração com sistemas legados.
Fonte:

Computerworld