Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Atenção às novas tendências de data center

Por Juliana Gaidargi em 13/10/2021 em Gestão de TI

De acordo com a pesquisa anual do Uptime Institute, as falhas de energia continuam sendo a principal causa de grandes interrupções no data center. Justamente por isso, é importante se manter atento às novas tendências de data center capazes de mitigar essas falhas.

tendências data center

Os proprietários e operadores de data centers enfrentam desafios operacionais e de complexidade cada vez maiores à medida que buscam melhorar a resiliência de TI. Afinal, isso envolve desenvolver capacidade de ponta e reter equipe qualificada em um mercado de trabalho restrito.

Enquanto isso, o uso da nuvem pública para cargas de trabalho de missão crítica aumentou. De acordo com o Uptime Institute, isso acontece mesmo com muitas empresas buscando maior transparência nas operações dos provedores de nuvem. E estes são só alguns dos destaques da Pesquisa Global de Data Center de 2021, que rastreia tendências de crescimento de capacidade do data center, gastos de capital, adoção de tecnologia e pessoal.

Menos interrupções no data center, custos mais altos

Em sua pesquisa anual, o Uptime analisou o número e a gravidade das interrupções em um período de três anos, revelando novas tendências para o data center. Então, em termos de números gerais de interrupções, 69% dos proprietários e operadores pesquisados ​​em 2021 tiveram algum tipo de interrupção nos últimos três anos. Isso representa uma queda de 78% em 2020. Contudo, o Uptime também observa que a melhoria no número de interrupções pode ser rastreada até as mudanças operacionais impulsionadas pela pandemia:

“A recente melhoria pode ser parcialmente atribuída ao impacto do COVID-19. Afinal, apesar das expectativas, levou a menos interrupções do data center em 2020. Isso foi provavelmente devido à redução da atividade do data center empresarial, menos pessoas no local, menos atualizações e níveis reduzidos de carga de trabalho / tráfego em muitas organizaçõe. Tudo, somado a um aumento no uso de aplicativos públicos baseados em nuvem / Internet”, relata o Uptime. 

Em termos de gravidade das interrupções, cerca de metade de todas as interrupções do data center causam receita, tempo e danos à reputação significativos. No relatório deste ano, 20% das interrupções foram consideradas graves pelas organizações que as relataram. Aproximadamente seis em cada dez grandes interrupções na pesquisa de 2021 custaram mais de US $ 100.000.

Contudo, entre as tendências sobre data center, a energia continua sendo a principal causa das principais interrupções. Ela foi responsável por 43% das interrupções em 2021, seguida por problemas de rede (14%), falhas de resfriamento (14%) e erros de software / sistemas de TI (14%).

Mais cargas de trabalho de missão crítica na nuvem

Proprietários e operadores de data centers estão cada vez mais transferindo cargas de trabalho de missão crítica para uma nuvem pública. Entretanto, os problemas de visibilidade persistem para alguns usuários da nuvem e possíveis novos usuários.

Quando questionados se eles colocam cargas de trabalho de missão crítica em nuvens públicas, 33% dos entrevistados disseram que sim (contra 26% em 2019) e 67% disseram não (contra 74%).

Os respondentes “sim” foram divididos entre aqueles que afirmam ter visibilidade adequada sobre a resiliência operacional do serviço (18% de todos os respondentes) e aqueles que não acham que têm visibilidade adequada (15%).

Já os respondentes “não” também se dividiram sobre essas novas tendências do data center: 

  • 24% disseram que teriam mais probabilidade de colocar cargas de trabalho de missão crítica em nuvens públicas se houvesse um nível mais alto de visibilidade da resiliência operacional do serviço;
  • Em contrapartida,  43% disseram que não colocam cargas de trabalho de missão crítica em nuvens públicas e não têm planos de fazer isso.

“As empresas de nuvem estão começando a responder à necessidade de melhor visibilidade como parte de seus esforços para conquistar mais clientes comerciais de grande porte. Entretanto, essa tendência de melhorar o acesso e a capacidade de auditoria, ainda em seus primeiros dias, provavelmente se acelerará nos próximos anos, à medida que os requisitos de concorrência e conformidade aumentam ”, afirma Uptime.

Apesar das preocupações sobre visibilidade e transparência operacional, a pesquisa identificou mais tendências sobre o data center. 61% dos entrevistados que têm suas cargas de trabalho espalhadas por locais, nuvem e sites de colocation acreditam que a distribuição de suas cargas de trabalho entre esses locais aumentou sua resiliência. Apenas 9% acham que sua organização se tornou menos resiliente usando essas arquiteturas. No entanto, 30% disseram que não sabem.

O que vai para a nuvem tende a ficar na nuvem

Quando questionados se eles haviam repatriado quaisquer cargas de trabalho ou dados de uma nuvem pública para uma nuvem privada ou ambiente privado local / colocation, quase 70% disseram que não. Contudo, para os 32% dos entrevistados que disseram sim, o motivo principal mais comum para a repatriação foi o custo, seguido pela conformidade regulatória. Outros motivos incluíram problemas de desempenho e preocupações percebidas com a segurança. Entretanto, as violações de segurança reais foram responsáveis ​​por apenas 1% das cargas de trabalho repatriadas, de acordo com a Uptime.

“Quando as organizações implantam em uma nuvem pública, suas cargas de trabalho normalmente permanecem lá, apesar das especulações sobre uma onda iminente de repatriação da nuvem”, conclui Uptime.

A expansão da borda continua

A maioria dos entrevistados espera ver a demanda por computação de ponta aumentar em 2021: 35% dos entrevistados disseram esperar que a demanda por computação de ponta aumente um pouco. No entanto, outros 26% esperam que a demanda aumente significativamente.

Olhando para o futuro, a maior porcentagem dos entrevistados (40%) espera usar principalmente suas próprias instalações de data center de borda privada para o próximo desenvolvimento. Já 18% esperam usar uma combinação de privado e colocation. Enquanto isso, o restante planeja confiar principalmente em colocation (7%), terceirização (3%) ou nuvem pública (2%). Entretanto, o Uptimes observou que esses planos podem mudar com o tempo:

“No entanto, ainda é cedo para esta próxima geração de desenvolvimento de borda, e as expectativas provavelmente mudarão à medida que mais cargas de trabalho de borda forem implantadas. Afinal, instalações compartilhadas podem desempenhar um papel mais importante à medida que a demanda cresce com o tempo. Portanto, além de maior flexibilidade de negócios e baixo investimento de capital, os benefícios de sites de borda compartilhados incluirão complexidade reduzida em comparação com o gerenciamento de vários sites geograficamente dispersos.”

Os problemas de pessoal persistem

Entre as tendências para o futuro do data center, a luta para atrair e reter funcionários permanece um problema constante para muitos proprietários e operadores. Inclusive, entre os entrevistados, 47% relatam dificuldade em encontrar candidatos qualificados para vagas em aberto. Outros 32%, por outro lado, dizem que seus funcionários estão sendo recrutados, muitas vezes por concorrentes.

Então, no panorama geral, o Uptime projeta que as necessidades de pessoal crescerão globalmente de cerca de 2 milhões de funcionários em tempo integral em 2019 para quase 2,3 milhões em 2025.

“Novos funcionários serão necessários em todas as funções de trabalho e em todas as regiões geográficas. No entanto, nos mercados de data center maduros da América do Norte e da Europa, há uma ameaça adicional de uma força de trabalho envelhecida. Ou seja, com muitos profissionais experientes definidos para se aposentar na mesma época deixando mais empregos não preenchidos, bem como uma falta de experiência. Contudo, uma iniciativa de todo o setor para atrair mais funcionários, com mais diversidade, ainda não trouxe mudanças generalizadas ”.

Atraso nas práticas ambientais do data center

A noção de sustentabilidade está crescendo em importância e tornou-se uma das principais tendências no setor de data center. No entanto, infelizmente, a maioria das organizações não acompanha de perto sua pegada ambiental, constata o Uptime.

Os entrevistados foram questionados sobre quais métricas de TI ou data center eles compilam e relatam para fins de sustentabilidade corporativa. O consumo de energia é a principal métrica de sustentabilidade rastreada, citada por 82% dos entrevistados. Já a eficácia do uso de energia (PUE), uma métrica usada para definir a eficiência do data center, está logo atrás, rastreada por 70% dos entrevistados.

Entretanto, muitos data centers consomem grandes volumes de água mas apenas cerca de metade dos proprietários e operadores rastreiam o uso desse recurso natural. Ainda menos entrevistados disseram que rastreiam a utilização do servidor (40%), as emissões de carbono de TI ou data center (33%) e lixo eletrônico ou ciclo de vida do equipamento (25%).

“… Ainda é comum em data centers de empresas menores e privadas que a conta de energia elétrica seja paga pela administração da propriedade. E esta, por sua vez, pode ter pouco interesse em dizer como a infraestrutura de computação é construída ou operada. Essa desconexão poderia explicar por que a maioria ainda não rastreia a utilização do servidor, indiscutivelmente o fator mais importante na eficiência geral da infraestrutura digital. Não obstante, ainda menos operadoras rastreiam as emissões ou o descarte de equipamentos em fim de vida, o que ressalta a imaturidade geral do setor de data center na adoção de práticas abrangentes de sustentabilidade.”

Especialistas em data center

Você pode contar com o apoio de uma empresa de TI especializada e atualizada com as tendências para data center para ajudá-lo a decidir sobre quais soluções melhor atendem às necessidades do seu negócio.

Sobre a Infonova

A Infonova já atendeu mais de 135 clientes dos mais diversos segmentos, desde corporate, governo, PME até indústria do entretenimento e saúde. Você pode conferir a lista completa de clientes satisfeitos da Infonova aqui.

A Infonova usa uma metodologia consolidada. Portanto, essa empresa de TI conta com depoimentos da maioria de seus clientes garantindo a qualidade do atendimento.

metodologia infonova

Em relação à confiança, a Infonova comprova sua transparência e seriedade logo no início do nosso contrato. Afinal, é quando realiza uma visita inicial de manutenção intensiva em todos os computadores da sua empresa e também servidores.

Inclusive, se você pedir, a Infonova oferece um mapeamento de todo seu ambiente de TI.  Afinal, seu interesse é conhecer toda sua infraestrutura e, de cara, resolver todas as suas dores.

modelos de contrato

Resumindo, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Então, avalia o que está bom, resolvemos o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado. Especialmente em relação a automação da infraestrutura em nuvem e outras inovações.

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.
Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

A Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Contudo, todas essas soluções compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Confira a seguir:

soluções infonova

Para saber mais sobre os serviços da Infonova e sinais de alerta sobre seu treinamento de TI, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos.

Deixe um comentário

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.