Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Previsões de marketing do Gartner para 2021

Por Juliana Gaidargi em 29/12/2020 em Gestão de TI

Muitos eventos experienciais foram possibilitados pela colaboração multifuncional. Portanto, a estratégia de segurança da marca irá dominar a estratégia de marketing, de acordo com as previsões de marketing do Gartner para 2021 e além.

previsões marketing gartner 2021

À medida que 2020 chega ao fim, os profissionais de marketing ainda lutam com as consequências da pandemia global. Tal como a agitação social que marcou o ano e tornou tão difícil prever o que está por vir. Portanto, a única previsão clara na bola de cristal é que os eventos que transformaram 2020 oferecem grandes oportunidades. Contudo, também há desafios para os líderes de marketing e suas equipes.

“A necessidade de visão, inovação e transformação nunca foi tão pronunciada. As empresas devem repensar como permitir que os consumidores mudem para um ambiente digital e mundo virtual enquanto satisfaz com segurança a demanda por experiências táteis compartilhadas.” – Jennifer Polk, VP Analyst, no Gartner Marketing Symposium / Xpo® 2020 virtual. 

Polk compartilhou as previsões de marketing da Gartner para 2021. Contudo, incluiu três desenvolvimentos principais.

As atividades de marketing digital se transformam em eventos experienciais

Em 2023, 60% das empresas voltadas para eventos virtuais irão incorporar experiências em tempo real ou espaço real em seus eventos virtuais.

Quando a pandemia de COVID-19 aconteceu, os consumidores dos EUA se voltaram para abraçar novas tecnologias e canais. Portanto, o uso de videoconferência e compras online quase dobrou. Portanto, profissionais de marketing responderam rapidamente. Ou seja, 55% dos profissionais de marketing de tecnologia adaptaram seus eventos presenciais às atividades virtuais. Já 61% dos líderes de marketing aumentaram seus investimentos em interfaces digitais.

Entretanto, o apetite dos clientes por experiências digitais não durará para sempre. Afinal, a pesquisa do Gartner mostra que 30% dos consumidores já estão exaustos com a extensão em que suas vidas mudaram online. Ou seja, os consumidores veem a maior desvantagem das novas experiências digitais como a ausência de interações na vida real com outras pessoas.

“Manter o envolvimento do cliente em um mundo virtual dependerá da entrega de conteúdo rico e envolvente. Ou seja, que infunde eventos online com um elemento da vida real”, disse Polk.

Ou seja, a oportunidade para os profissionais de marketing está em fornecer experiências digitais de marca. Estas incluem:

Elemento em tempo real

Ou seja, transmissão ao vivo, experiências síncronas ou simultaneidade virtual.

Componente do lugar real

Meio-fio, passeio ou uso de rastreamento de localização ou recursos de monitoramento de localização enquanto permanece socialmente distante.

Imperativos do CMO:

  • Audite a experiência digital existente da sua marca e os planos de eventos virtuais com atenção aos elementos em tempo e lugar real;
  • Redirecione fundos cortados de orçamentos de eventos ao vivo para experiências que unem o digital e o real e ajudam a aliviar a “fadiga do zoom” dos consumidores.

As paredes que separam as funções relacionadas ao CX caem

Em 2023, 25% das organizações irão integrar marketing, vendas e experiência do cliente (CX) em uma única função.

O COVID-19 intensificou as demandas dos executivos para trabalhar multifuncionalmente. E isso se tornará ainda mais importante para funções focadas no cliente. É o caso do marketing, vendas e atendimento ao cliente. Afinal, 86% dos entrevistados envolvidos ou liderando o CX esperam competir com base no CX até 2021. Ao menos de acordo com o Gartner Customer Experience Management 2019 Pesquisa.

As empresas que combinam suas funções focadas no cliente serão mais capazes de:

  • Identificar;
  • Apoiar;
  • Nutrir os clientes ao longo de sua jornada e experiência de marca. 

Contudo, a aversão ao risco organizacional e a inércia podem impedir ou limitar os esforços de reestruturação. Entretanto, inevitavelmente, as funções de vendas, marketing e CX se unirão. Seja por meio de uma reestruturação formal ou um alinhamento informal de objetivos e recursos compartilhados.

Imperativos do CMO:

  • Compartilhe percepções do cliente e do mercado para fornecer uma experiência contínua e reduzir a redundância;
  • Use mapas de jornada do cliente de ponta a ponta para identificar transferências e pontos de atrito entre as funções;
  • Identifique de forma proativa fluxos de trabalho duplicados. Então, realinhe recursos para objetivos e resultados compartilhados.

A moderação de conteúdo ganha importância

Em 2024, 30% das grandes organizações identificarão os serviços de moderação de conteúdo para conteúdo gerado pelo usuário como uma prioridade do C-suite.

Com as redes sociais sendo assediadas pela polarização de conteúdo, os anunciantes de marcas estão cada vez mais preocupados com a segurança da marca. Tal como o risco de reputação nessas plataformas. Portanto, serviços de moderação de conteúdo e provedores de software surgiram para ajudar as empresas a:

  • Monitorar;
  • Moderar;
  • Gerenciar o alto volume e frequência de conteúdo gerado pelo usuário.

Contudo, na ausência de regulamentação definitiva de mídia social, as marcas devem reforçar seu monitoramento de conteúdo futuro, garantindo que:

  • Possui recursos de moderação de conteúdo interno que se estendem por todas as suas propriedades digitais. Ou seja, mídia social e sites de varejo que permitem comentários e análises de produtos;
  • Compreenda os recursos de moderação e as políticas de cada site;
  • Dê aos clientes a capacidade de sinalizar conteúdo impróprio, ofensivo ou suspeito;
  • Gerenciar a reputação da marca interna e externamente. Contudo, lembrando os clientes e funcionários do propósito e promessa da marca. Ou seja, use a voz do cliente – um insight exclusivo do marketing – para ser um espelho para o negócio. Afinal, isso ajudará a gerência e os funcionários a entender as expectativas atuais do consumidor em relação às marcas e o envolvimento da marca em questões sociais.

Imperativos do CMO:

  • Audite os recursos de moderação de conteúdo internos e fornecidos pela plataforma nas propriedades;
  • Invista em ferramentas para permitir que seu público online ajude a aplicar moderação e denunciar violações de conteúdo;
  • Colabore com colegas do setor para padronizar as classificações de conteúdo para avaliar a segurança da marca.

Estas são as previsões de marketing do Gartner para 2021. Fique atento e invista nas coisas certas.

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.