Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Saiba quais são os melhores investimentos em tecnologia

Por Juliana Gaidargi em 3/09/2021 em Gestão de TI

Sempre é muito útil saber em que tipo de tecnologia a concorrência está investindo. Com isso em mente, o IDG  realizou um levantamento justamente para descobrir quais são os investimentos em tecnologia que estão em alta no momento.

investimentos tecnologia

A nova pesquisa do IDG identificou quatro áreas prioritárias para investimentos em tecnologia da informação:

  1. Colaboração no local de trabalho; 
  2. Conectividade e resiliência de rede;
  3. Cibersegurança
  4. Experiência do cliente.

Em um nível básico, a função central dos executivos e gerentes de TI compreende dois elementos fundamentais. O primeiro é compreender totalmente as necessidades e objetivos de negócios das organizações em que eles trabalham. Em contrapartida, a segunda tarefa é bem mais abrangente. Isso porque inclui implantar, gerenciar, e manter as infraestruturas de TI e rede mais adequadas para atender a essas necessidades e objetivos.

Contudo, definir essas duas funções centrais e interdependentes de TI é muito mais simples do que alcançá-los. Afinal, em nosso mundo digitalmente dependente e acelerado, os objetivos de negócios, bem como as tecnologias,estão em constante estado de fluxo e evolução.

Então, à medida que navegam nesse meio em constante mudança, os tomadores de decisão de TI muitas vezes têm pouca visibilidade. Especialmente sobre como suas estratégias e esforços comparam-se com os de seus pares do setor. No entanto, uma recente pesquisa do IDG ajudou a esclarecer esta área obscura. 

A pesquisa examinou os atuais drivers de adoção de tecnologia e atividades de implantação. Portanto, fornece uma janela para as prioridades, sucessos, e desafios de 100 compradores de tecnologia, avaliadores e influenciadores.

Fazendo malabarismos com quatro objetivos principais

A pesquisa IDG entrevistou 100 gerentes de TI envolvidos em compras de tecnologia e que trabalham em organizações multinacionais com 1.000 ou mais funcionários. Metade das organizações empregam entre 2.500 e 4.999 pessoas, e mais de 30% empregam 5.000 pessoas ou mais.

Em um alto nível, a pesquisa perguntou qual das 15 atividades as organizações estavam realizando como parte de sua iniciativa de transformação digital. A resposta não foi exatamente surpreendente, afinal, a automação de processos pode ser bastante lucrativa em termos operacionais. Então, não foi à toa que 80% dos entrevistados a elegeram como atividade prioritária.

Contudo, as três atividades de transformação digital com melhor classificação foram:

  1. Manutenção contínua de tecnologia (68%);
  2. Definir marcos e medidas de sucesso (66%);
  3. Monitoramento e gerenciamento do desempenho da rede (61%).

Por si só, é claro, a transformação digital é um conceito abstrato. No entanto, atividades que ocorrem sob o guarda-chuva da TI devem, em última instância, atender às principais necessidades de negócios e objetivos de cada organização.

Conforme mostrado na imagem abaixo, de quatro áreas com potencial para investimentos em tecnologia, melhorar a colaboração e produtividade no local de trabalho liderou sobre todas as outras. No entanto, não com uma vantagem significativa. Ou seja, em essência, todos os quatro objetivos foram considerados importantes pela maioria dos entrevistados.

Contudo, existem claras interdependências entre essas quatro prioridades principais. Por exemplo, colaboração com foco interno e produtividade bem como a experiência do cliente com foco externo. Afinal, ambos dependem de uma base de rede abrangente e resiliente.

Mitigar o risco de segurança cibernética, entretanto, é fundamental entre os investimentos em tecnologia mais abrangentes. Afinal, a cibersegurança é um imperativo que tornou-se cada vez mais desafiador enquanto as organizações, funcionários e tecnologias se tornaram mais distribuídas e dispersas.

Medindo o progresso para alcançar objetivos subjacentes

Alcançar cada uma das quatro principais áreas prioritárias para investimentos em tecnologia requer progresso em uma série de tarefas subjacentes e iniciativas específicas para cada área. Então, como parte da pesquisa, os entrevistados estimaram seu progresso em alcançar esses objetivos de apoio.

Para cada meta subjacente, os entrevistados foram solicitados a caracterizar seu progresso de uma das seis seguintes maneiras: 

  1. Concluída;
  2. Pelo menos 75% de progresso;
  3. Ao menos 50% de progresso;
  4. Apenas iniciado;
  5. Planejamento sobre os próximos 1-2 anos;
  6. Nenhum plano. 

Os resultados, mostrados a seguir, fornecem uma boa janela em que as atividades estão em em curso, e quais estão atrasadas.

Melhorando a colaboração e a produtividade no local de trabalho

Isso pode ser feito de formas bem simples. Por exemplo, oferecendo aos funcionários um ambiente moderno, ferramentas fáceis de usar e acessíveis, relativamente avançadas. Contudo, também pode incluir o acesso móvel a aplicativos e dados da empresa. Inclusive, esse último objetivo tornou-se especialmente crítico durante 2021. Afinal, foi quando a pandemia de COVID-19 desencadeou uma migração em massa de funcionários dos escritórios para o trabalho em casa e outros modelos de trabalho remoto.

Expandindo a conectividade de rede e melhorando a resiliência

40% ou mais dos entrevistados disseram que tinham completado ou, pelo menos, estavam com 75% de progresso em direção à conclusão de quatro dos seis objetivos nesta categoria. Ainda assim, 30% disseram que estavam apenas começando seus esforços ou planejando suas estratégias para acomodar o aumento de trabalhadores remotos. Dada a escala e a provável durabilidade da tendência de trabalhar em casa, um número significativo de organizações precisa redobrar seus esforços nessa área.

Mitigando o risco de cibersegurança

Refletindo a importância de longa data da segurança cibernética entre os investimentos em tecnologia, a pesquisa encontrou minorias significativas de entrevistados relatando que alcançou pelo menos 75% de progresso no cumprimento de cinco dos sete principais objetivos de segurança cibernética. No entanto, a maioria dos entrevistados estavam apenas na metade ou menos para alcançar um dos requisitos fundamentais de segurança cibernética. Ou seja, priorizar os elementos críticos para os negócios de suas organizações que precisam de proteção. Dado a complexidade potencial de tais avaliações, muitas organizações podem precisar de ajuda externa para atender a essa necessidade.

Transformando a experiência do cliente

As organizações relataram ter feito um progresso sólido em todos os objetivos subjacentes associados à melhoria da experiência do cliente. Entretanto, ao mesmo tempo, para todas as oito metas, 20% ou mais dos entrevistados tinham acabado de começar a trabalhar nas metas planejadas para começar nos próximos 1-2 anos. Outros sequer tinham planos no momento. Contudo, mais notavelmente, dado que muitos clientes agora esperam que as organizações saibam algo sobre eles e suas preferências, o progresso limitado na personalização de interações pode resultar em diminuição da lealdade do cliente e aumento da rotatividade.

Investimentos em tecnologias para alcançar seus objetivos centrais

O IDG também perguntou aos respondentes da pesquisa sobre sua adoção de planos de investimentos para uma ampla gama de tecnologia da informação. Algumas dessas tecnologias – por exemplo, ferramentas de colaboração e soluções de gerenciamento de segurança e risco – estão diretamente relacionados a uma das quatro principais áreas prioritárias.

No entanto, também há procura por outras tecnologias mais amplas que possam suportar duas ou mais das quatro prioridades principais. Entre essas tecnologias multifacetadas estão:

Contudo, só porque algumas tecnologias já foram amplamente adotadas não significa que elas não receberão investimentos contínuos. Na verdade, quando questionados sobre onde pretendiam direcionar novos investimentos em tecnologia, três quartos ou mais dos entrevistados identificaram quatro tecnologias bem estabelecidas:

  • Ferramentas e tecnologias de colaboração (85% planejam novos investimentos);
  • Tecnologias de gerenciamento de segurança e risco (84% planejam novos investimentos);
  • Tecnologia em nuvem (76% planejam novos investimentos);
  • Tecnologias de segurança baseadas em rede (75% planejam novos investimentos).

Esses planos de investimento refletem a importância contínua dessas quatro áreas, bem como o ritmo de evolução da tecnologia. Contudo, enquanto isso, nenhuma outra área de tecnologia foi identificada como alvo para novos investimentos por mais de 45% dos entrevistados.

Faça investimentos em tecnologia com embasamento

Curiosamente, em duas das quatro novas áreas de investimento principais – tecnologias de nuvem e ferramentas de colaboração – maiorias significativas de profissionais de TI entrevistados acreditavam que suas organizações já estavam à frente de seus pares do setor. Portanto, seus planos para continuar investindo pesadamente nessas duas áreas sugere eles esperam manter o que consideram uma vantagem competitiva.

SD-WAN foi a única outra área de tecnologia em que uma grande porcentagem (68%) acreditavam que estavam à frente da tendência da indústria. Em contrapartida, em apenas duas áreas, maiorias significativas disseram estar atrasadas em relação aos seus pares na adoção da tecnologia: 

  • 5G (63%);
  • Redes de ponta (60%). 

Entretanto, essas duas áreas de tecnologia receberam uma publicidade significativa durante o ano passado. Então, isso pode ter dado a muitos  gerentes de TI uma impressão irreal de quão ampla sua adoção realmente foi.

Portanto, à medida que você busca reforçar sua vantagem competitiva, ou ganhar terreno junto a organizações e pares da indústria mais avançados, é preciso encontrar parceiros de tecnologia fortes para ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Afinal, idealmente, esses parceiros terão soluções e conhecimento que abrange colaboração e produtividade, rede resiliência, segurança cibernética e experiência do cliente.

Parceria

A Infonova ajuda você a direcionar seus investimentos em tecnologia ao que realmente fará diferenças positivas no seu negócio específico.  

Sobre a Infonova

A Infonova já atendeu mais de 135 clientes dos mais diversos segmentos, desde corporate, governo, PME até indústria do entretenimento e saúde. Você pode conferir a lista completa de clientes satisfeitos da Infonova aqui.

A Infonova usa uma metodologia consolidada. Portanto, essa empresa de TI conta com depoimentos da maioria de seus clientes garantindo a qualidade do atendimento.

metodologia infonova

Em relação à confiança, a Infonova comprova sua transparência e seriedade logo no início do nosso contrato. Afinal, é quando realiza uma visita inicial de manutenção intensiva em todos os computadores da sua empresa e também servidores.

Inclusive, se você pedir, a Infonova oferece um mapeamento de todo seu ambiente de TI.  Afinal, seu interesse é conhecer toda sua infraestrutura e, de cara, resolver todas as suas dores.

modelos de contrato

Resumindo, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Então, avalia o que está bom, resolvemos o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado. Especialmente em relação a automação da infraestrutura em nuvem e outras inovações.

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.
Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

Como a empresa de TI completa que é, a Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Todas compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Confira a seguir:

soluções infonova

Para saber mais sobre os serviços da Infonova, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos.

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.