Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Gestão de TI em empresas: o que é preciso saber?

Por Juliana Gaidargi em 16/12/2021 em Gestão de TI

Executivos atentos às tendências de mercado sabem que o investimento contínuo pode ser um divisor de águas rumo ao sucesso. Enquanto muitas organizações optam por se acomodar, um bom administrador estuda minuciosamente o seu negócio para, no momento adequado, realizar os investimentos necessários a fim de fazer sua empresa crescer. E a gestão de TI é um desses investimentos importantes.

gestão de ti

Embora igualmente importantes, algumas áreas da empresa devem receber um pouco mais de atenção em relação a isso, já que podem impactar diretamente na lucratividade do negócio. A Tecnologia da Informação está entre essas áreas delicadas, pois está em constante evolução, e rapidamente pode tornar uma empresa obsoleta em comparação com competidores, demandando assim atenção e atualização contínua dos profissionais, sistemas e infraestrutura em geral. 

Ter uma gestão de TI assertiva pode fazer a diferença entre alavancar a produtividade da empresa ou levá-la a uma situação complicada. Isso acontece porque, ao ter acesso a tecnologias de ponta alinhadas com as tendências do mercado, gestores e empresários podem construir uma vantagem competitiva frente a concorrência. O principal objetivo da gestão de TI não é sustentar a operação apenas, mas principalmente trazer inovações, tecnologias, e desempenho que coloquem a empresa em vantagem frente aos concorrentes. Esse olhar propicia não só a identificação de problemas, mas também gera melhorias nos processos da empresa e, consequentemente, o crescimento do próprio negócio.

Além disso, uma gestão de TI estratégica permite ao responsável redirecionar o planejamento a fim de criar ações mais eficazes para atingir metas, melhorando as soluções, conforme a necessidade do seu modelo de negócio. Em suma, uma boa gestão de TI oferece ferramentas para que os profissionais, investimentos e recursos sejam alocados em funções que aproveitem melhor suas habilidades, aumentando assim a produtividade e crescimento da empresa de uma forma geral.

Como ter uma gestão de TI inovadora?

Várias empresas buscam a inovação como diferencial em seus negócios. No entanto, para alcançar o nível de organização inovadora, é necessário manter uma equipe de TI qualificada através de uma gestão de TI adequada. Essa equipe será o vínculo direto entre os usuários, clientes, fornecedores e a operação, então, quanto mais capacitada e diferenciada ela for, melhor será o resultado para a empresa.

Qualificação da equipe

O primeiro passo é contar com os profissionais que apresentam competências necessárias à inovação, como por exemplo: criatividade, proatividade e boa comunicação, entre outras.

A experiência na área de atuação também é um agente fundamental, porém, no momento da composição do time, é essencial supervisionar como ele gerencia sua carreira e quais foram os programas, projetos e iniciativas das quais participou nas empresas em que trabalhou, assim como a forma como lida com os desafios e conflitos que surgem no dia-a-dia.

A relevância de um líder na gestão de TI

Os gestores da área de TI têm um papel fundamental na seleção dos profissionais que irão compor a equipe, sendo ele o mediador e incentivador dos processos e da equipe, sem perder de vista o foco do negócio.

Vale destacar aqui que as estratégias de TI precisam estar muito alinhadas às metas da empresa e as atividades precisam ser delegadas de acordo com a capacidade e competências de cada um.

No momento em que os líderes desenvolvem uma relação de transparência com seus colaboradores, ouvindo ideias, cedendo espaço para participação e oferecendo responsabilidades e desafios individuais e coletivos, há um resultado expressivo de sucesso para toda a equipe

Comunicação

Infelizmente, nem sempre uma inovação é percebida por todos da organização. Para que isso aconteça, a área de TI precisa entregar soluções práticas para as complicações de forma simples e objetiva, permitindo assim que qualquer pessoa possa compreender do que se trata. Aqui é essencial a habilidade do gestor junto ao time e junto a empresa para demonstrar o valor da área de tecnologia para o negócio.

Uma boa estratégia é desenvolver plataformas de comunicação interna que ajudem na transmissão das informações de forma fluída, ajudando assim a equipe de TI a se comunicar com os vários públicos da empresa, sem barreiras, e permitindo que idéias cheguem onde antes não chegariam.

Além de considerar esses aspectos, é muito importante que um gestor determinado a melhorar resultados utilizando os benefícios da TI, conheça algumas das tecnologias mais utilizadas atualmente, sejam elas para reduzir custos, ganhar produtividade ou aumentar o nível de segurança das informações.

Tecnologias para uma boa gestão de TI

A tecnologia avança rapidamente e isso significa que usuários e gestores de todos os níveis tendem a pressionar a equipe de TI para implementar a última versão lançada no mercado simplesmente por se tratar de uma tendência. No entanto, o verdadeiro desafio é decidir quais dessas novas tecnologias de fato podem beneficiar a organização e quais devem ser evitadas. 

Com isso, nuvem, big data, virtualização e mobilidade tornam-se ferramentas para gestores de TI experientes que entendem as prioridades de suas organizações e, como cada organização é única, o valor de cada uma dessas tecnologias varia de acordo com os objetivos estratégicos da empresa.

Para aproveitar ao máximo qualquer inovação tecnológica, um gestor de TI precisa ter uma sólida compreensão da organização e dos desafios enfrentados por seus usuários e mercados. Antes de entrar em uma nova tendência, gestores de TI  e empresários  devem se perguntar: “Como isso nos ajuda a abordar nossos desafios atuais ou atingir nossas metas?”.

Conheça um pouco sobre algumas aplicações da tecnologias da informação disponíveis no mercado atual:

Cloud (Nuvem)

Nuvem é o termo empregado para definir o consiste no armazenamento de dados em serviços que podem ser acessados de qualquer lugar, a qualquer hora, sem a necessidade de dispor de servidores específicos para isto. Sendo assim, os dados, serviços e arquivos são acessados de forma remota, sem que o cliente destes serviços precise se preocupar com a infraestrutura por detrás deles..

Muitas empresas que escolhem gerenciar tudo sozinhas e manter seus dados e aplicativos internamente, ainda optam por contratar planos de nuvem para facilitar o acesso por parte de colaboradores que não passam o dia todo na empresa, ou pela facilidade e segurança de não precisar se preocupar com questões como: licenciamento, segurança, ar condicionado, elétrica, e também por querer contar com escalabilidade para sustentar o crescimento, ou a diminuição de recursos sob demanda. 

Big Data Analytics

Big Data Analytics consiste no trabalho de análise inteligente de grandes volumes de dados, estruturados ou não-estruturados, coletados, armazenados e interpretados por softwares de altíssimo desempenho.

O grande desafio para o Big Data é que mais de 80% dos dados não são estruturados e esse número continua aumentando. Como uma fonte relativamente nova e inexplorada de insight organizacional, a análise de dados não estruturados tem o potencial de revelar inter-relações de informações importantes para a estratégia de negócio de uma empresa.

Parte desses dados não estruturados inclui dados de comunidades, grupos e redes sociais fora da organização conhecida como “o coletivo”. A mineração de dados do coletivo é uma ótima maneira de entender o mercado e os clientes da organização. 

Para fornecer o melhor valor para a empresa, a análise de big data exige novas abordagens para capturar, armazenar e analisar dados. Entretanto, os processos tradicionais de gerenciamento de dados são insuficientes para lidar com sua natureza variável. Ainda assim, modelos atualizados de análise oferecem métodos para processar essa variedade.

Virtualização

Virtualização consiste em criar uma versão virtual de algo, incluindo a simulação de uma plataforma de hardware, sistema operacional, dispositivo de armazenamento ou recursos de rede.  Ou seja, ela permite dividir os recursos de um servidor físico em vários servidores virtuais de modo que o usuário possa executar diversos sistemas operacionais no mesmo hardware físico. 

A virtualização continua a se expandir de desktops para servidores de switches, roteadores e firewall. Felizmente, fornece um nível muito maior de controle desses dispositivos ao invés de apenas economizar dinheiro. Na verdade, a grande vantagem desta tecnologia é permitir que um serviço se torne independente de um hardware específico. Afinal, isso adiciona muito mais disponibilidade, segurança e escalabilidade. Uma vez que um serviço ou aplicativo esteja virtualizado, caso ocorra alguma falha física, não há impacto na disponibilidade. Ou seja, os recursos são automaticamente realocados entre todos os serviços permitindo que a falha sequer seja notada. 

É importante ressaltar que, mesmo um data center virtualizado, requer muitas das mesmas tarefas de gerenciamento que devem ser executadas no ambiente do servidor físico. Essas tarefas precisam ser estendidas para o ambiente virtualizado, bem como integradas aos processos existentes de fluxo de trabalho e gerenciamento.

BYOD (Bring Your Own Device) e BYOA (Bring Your Own Application)

Durante anos, a TI controlou os dispositivos dos usuários, ou ao menos tentou. Com os smartphones e tablets, isso mudou. No modelo de trabalho BYOD e BYOA, os colaboradores utilizam seus próprios dispositivos e aplicativos para realizar tarefas pessoais e profissionais, o que, geralmente, acontece sem o acompanhamento direto da TI.

Embora esse modelo traga vantagens do ponto de vista da produtividade, trata-se de um grande desafio para a segurança de TI. Os gestores da área e os CEOs precisaram decidir o que proteger: a infraestrutura de rede ou os dados da organização, já que em algumas organizações tentar controlar dispositivos móveis dos usuários já se mostrou uma batalha perdida. 

Dependendo da cultura da empresa, a equipe de TI, mesmo com a automação, pode não conseguir monitorar todos os dispositivos conectados à rede. A solução deve considerar, então, o controle ao acesso de dados:

  1. Proteja os dados nos servidores;
  2. Forneça aos usuários acesso a esses dados na forma de aplicativos da Web para dispositivos móveis;
  3. Segmente o que pode e o que não pode ser acessado.

Dessa forma, os colaboradores conseguirão acessar os dados em qualquer servidor em que estejam autorizados, mas não poderão armazenar as informações em seus dispositivos móveis.

Interoperabilidade

Interoperabilidade nada mais é que a capacidade de um sistema se comunicar de forma transparente com outro. Aplicações abertas e sistemas construídos em padrões abertos não são mais o caminho para o futuro, são realidade. 

Os esforços de desenvolvimento devem se concentrar, então, no sistema ou aplicativo em si. Contudo, também em como esse sistema / aplicativo interage com os outros através de APIs, integrações e serviços.

A Tecnologia da Informação, se bem administrada, pode trazer inúmeros benefícios para o crescimento de uma organização. Para isso,  o empresário precisará escolher entre as vantagens e desvantagens de manter uma equipe interna ou terceirizar a Gestão de TI.

Para ter uma equipe interna dedicada, é preciso considerar os custos com recrutamento, seleção, contratação, desenvolvimento, plano de carreira, demissões, férias, aquisição de maquinário, licenças de software, seleção, contratação de profissionais especializados e gestores para a área, tal como a contínua atualização de todos esses ativos, entre outros aspectos logísticos. 

Já na terceirização da Gestão de TI, uma provedora oferece o planejamento, gerenciamento, e administração da operação. A Infonova, por exemplo, inclui nesse serviço suporte técnico aos usuários, supervisão dos demais fornecedores de TI, como sistemas de gestão, links de internet, PABX, CFTV, ar condicionado, elétrica, telefonia e outros. Dessa forma, o executivo pode focar em seu core business tendo de lidar com apenas um fornecedor para cuidar de toda a infraestrutura de sua empresa.

Sobre a Infonova

A Infonova já atendeu mais de 135 clientes dos mais diversos segmentos, desde corporate, governo, PME até indústria do entretenimento e saúde. Você pode conferir a lista completa de clientes satisfeitos da Infonova aqui.

A Infonova usa uma metodologia consolidada. Portanto, essa empresa de TI conta com depoimentos da maioria de seus clientes garantindo a qualidade do atendimento.

metodologia infonova

Em relação à confiança, a Infonova comprova sua transparência e seriedade logo no início do nosso contrato. Afinal, é quando realiza uma visita inicial de manutenção intensiva em todos os computadores da sua empresa e também servidores.

Inclusive, se você pedir, a Infonova oferece um mapeamento de todo seu ambiente de TI.  Afinal, seu interesse é conhecer toda sua infraestrutura e, de cara, resolver todas as suas dores.

modelos de contrato

Resumindo, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Então, avalia o que está bom, resolvemos o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado. Especialmente em relação a automação da infraestrutura em nuvem e outras inovações.

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.
Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

A Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Contudo, todas essas soluções compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Confira a seguir:

soluções infonova

Para saber mais sobre os serviços da Infonova e sinais de alerta sobre seu treinamento de TI, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA