Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

8 etapas para melhorar o DNS

Por Juliana Gaidargi em 2/02/2022 em Gestão de TI

As configurações de DNS estão sujeitas a erros. Portanto, para minimizar o impacto das interrupções de DNS, você precisa dos processos e ferramentas corretos.

DNS

O DNS é essencial para a operação de todos os aspectos da internet e dos negócios digitais modernos. Mas o que é DNS, afinal? DNS é um serviço altamente disponível, altamente redundante e altamente confiável que é absolutamente essencial para os aplicativos e operações de negócios da sua empresa. Então, uma falha em seu DNS pode interromper os negócios, colocando em risco o futuro da sua empresa.

O problema com o DNS é que um pequeno erro em um arquivo de configuração pode ter um efeito cascata em todo o DNS e afetar todos os aspectos das operações da sua empresa. Afinal, uma falha de DNS impedirá a capacidade de seus clientes de usar seus produtos e a capacidade de sua empresa de ganhar dinheiro. Portanto, sem um gerenciamento sólido de configuração de DNS, você se torna vulnerável a erros simples, mas caros.

As alterações de DNS são tão comuns e simples que raramente são consideradas operações de negócios arriscadas. Para organizações menores, a equipe de desenvolvimento provavelmente gerencia seus próprios servidores DNS ou tem alguma outra maneira de fazer alterações no DNS dinamicamente. No entanto, conforme as organizações ficam maiores e mais complexas, o número de servidores DNS e o número de pessoas que podem fazer alterações neles tende a se multiplicar.

Com tantas pessoas fazendo mudanças, não é surpreendente que algo dê errado ocasionalmente. Na verdade, seria mais surpreendente se as coisas não dessem errado.

Causas das interrupções de DNS

As interrupções de DNS são causadas por vários fatores, incluindo:

  • Erro humano;
  • Problemas de software;
  • Falhas de hardware

Entretanto, a causa mais comum de interrupções de DNS são os arquivos de configuração incorretos implantados em servidores DNS.

Quais etapas uma empresa menor, sem higiene de DNS de qualidade, pode tomar para implementar um processo de gerenciamento de DNS de alta qualidade? Aqui estão oito coisas que qualquer empresa pode fazer para melhorar sua qualidade geral de DNS a fim de manter os aplicativos operacionais e íntegros.

Etapa 1. Gerenciar a configuração do DNS usando o controle de revisão

Essa é a coisa mais simples e básica que você pode fazer para melhorar a qualidade de sua infraestrutura DNS. Basicamente, as configurações de DNS são simplesmente arquivos de texto simples.

Muitos provedores de DNS fornecem um painel de controle front-end para esses arquivos de configuração para permitir que você faça alterações com mais facilidade. No entanto, eles também obscurecem o impacto das mudanças que você está fazendo. Então, não use esses painéis de controle! Ao invés disso, gerencie seus arquivos de configuração usando o formato de arquivo de texto plano padrão.

Depois de mudar para o formato de arquivo simples, você pode gerenciar facilmente esses arquivos de configuração usando o mesmo programa de controle de revisão usado para gerenciar o código-fonte do aplicativo. Para a maioria das empresas, esta é uma variação do Git.

Sem dúvida, você tem processos em funcionamento hoje em sua empresa para gerenciar seu código-fonte. Portanto, use o mesmo processo ou um processo semelhante para gerenciar seus arquivos de configuração de DNS também.

Essa simples mudança permitirá que muitas outras melhorias de processo ocorram naturalmente, como revisões de configuração, fluxos de trabalho de aprovação e a capacidade de rastrear quando mudanças específicas foram feitas e que podem ter impactado seu aplicativo. Esta é uma base essencial necessária para manter seu serviço DNS operando e livre de erros.

Etapa 2. Revise todas as alterações de DNS necessárias

Depois de gerenciar suas alterações usando um programa de controle de revisão, certifique-se de que todas as alterações feitas sejam revisadas e aprovadas. Isso pode ser feito da mesma forma que com o código-fonte do seu aplicativo. Ou seja, usando branches, pull requests e merges.

Então, estabeleça um processo de aprovação de todas as mudanças. Contudo, certifique-se de que pelo menos uma ou mais pessoas revisem todas as alterações antes de serem incorporadas à configuração de produção. Este processo de revisão deve incluir verificações de erros de sintaxe, configurações incorretas de DNS e outros problemas potenciais. Os problemas com as configurações de DNS podem ser sutis, portanto, uma revisão completa e metódica deve ser realizada por um revisor experiente.

Etapa 3. Documentar a intenção de todas as mudanças

Cada mudança que você fizer deve ser documentada. Se você estiver seguindo as etapas acima, isso pode ser feito usando o comentário de check-in do código e o processo de solicitação de pull.

A documentação das alterações de DNS o ajudará mais tarde se houver um problema ou se uma alteração incompatível for proposta. Afinal, entender por que uma alteração anterior foi feita irá ajudá-lo a reparar problemas futuros e a entender por que uma alteração específica pode ou não ser apropriada.

Etapa 4. Automatizar o processo de implantação de configuração

Assim que tiver o processo em vigor para gerenciar os arquivos de configuração, estabeleça um processo para automatizar a implantação de atualizações do arquivo de configuração em seu DNS de produção. Afinal, ao automatizar esse processo, você reduz a probabilidade de que uma alteração incorreta seja enviada para a produção ou de que um simples erro humano faça com que seu DNS falhe ou produza resultados ruins.

No entanto, se você estiver copiando e colando alterações de um arquivo de configuração para outro durante um processo de implantação, é muito mais provável que você cometa um erro e introduza um bug no DNS. Felizmente, a implantação automática de mudanças garantirá que as mudanças sejam aplicadas de maneira consistente e confiável.

Vale lembrar que seu sistema de implantação automatizado deve incluir um mecanismo de reversão automatizado. Isso pode ser uma extensão natural do seu processo de controle de revisão ou um processo de reversão de implantação separado. Mas ser capaz de desfazer uma alteração de forma rápida e eficaz pode significar a diferença entre um erro que causa um pequeno inconveniente ou uma indisponibilidade massiva.

Etapa 5. Crescer em um sistema de gerenciamento de mudança mais sofisticado

À medida que seu DNS cresce em complexidade, você pode querer considerar colocar um sistema de gerenciamento de mudança completo em cima do sistema de controle de versão simples que você já estabeleceu. O gerenciamento de mudança completo envolveria o uso de formulários de solicitação de mudança, solicitações de autorização, assinaturas de várias equipes e outros procedimentos semelhantes.

Essas mudanças podem parecer onerosas, contudo, a configuração do DNS não é um lugar para atrasar o processo. Afinal, uma simples mudança de DNS pode impactar muitas equipes em sua organização. Portanto, solicitar a opinião dessas equipes antes que a mudança seja feita – ou mesmo antes que a proposta de mudança seja aceita – pode poupar muitas dores de cabeça mais tarde.

O tamanho e a complexidade do seu sistema de gerenciamento de mudanças dependerão naturalmente do tamanho e da complexidade da sua organização e de outros processos de gerenciamento de software.

Etapa 6. Use um provedor de DNS independente

Um DNS de alta qualidade requer mais do que gerenciamento de configuração. No entanto, também requer um ambiente operacional de alta qualidade.

Muitos de seus provedores de serviços existentes podem fornecer serviços DNS que você pode aproveitar facilmente. Em particular, os principais provedores de nuvem fornecem serviços DNS de alta qualidade.

No entanto, tome cuidado ao usar um serviço DNS fornecido por uma empresa que fornece outros serviços, incluindo outros serviços em nuvem.

Durante uma interrupção do serviço, a ferramenta mais crítica que deve operar normalmente é o DNS. Afinal você precisa do DNS para ajudá-lo a diagnosticar e reparar a maioria das outras interrupções. Se o seu DNS também estiver inativo, a duração da interrupção se estenderá significativamente.

Entretanto, o inverso também é verdadeiro. Ou seja, se você está lidando com um problema de DNS, a última coisa que você precisa é uma interrupção causada por outro serviço em seu ecossistema de aplicativos.

Aposte em alta qualidade

Então, evite esses problemas usando um provedor de DNS de alta qualidade que fornece apenas serviços de DNS para você e nada mais. Isso permite que você isole seu DNS (e quaisquer problemas com seu DNS) de qualquer outro serviço em seu aplicativo, reduzindo a probabilidade de uma interrupção estendida relacionada ao DNS.

Além disso, certifique-se de que o provedor selecionado não depende de provedores de serviços, como provedores de nuvem, dos quais você também depende! Por exemplo, se a AWS tiver uma interrupção, você deseja que seu provedor de DNS independente continue operando. Contudo, isso não acontecerá se o seu provedor de DNS também depender da AWS.

Algumas organizações executam seu próprio DNS. No entanto, se você decidir executar seu próprio DNS, certifique-se de operá-lo usando recursos que são independentes do resto de seu aplicativo. Isso significa operar DNS em data centers, zonas de disponibilidade e até mesmo regiões de nuvem diferentes do restante do seu aplicativo.

Etapa 7. Separe DNS interno e externo

Vamos dar um passo adiante nesse último ponto. Você tem necessidades de DNS internas à sua empresa e necessidades de DNS externas das quais seus clientes dependem. Seu DNS interno fornece acesso à documentação interna, sistemas internos, incluindo e-mail e ferramentas de comunicação, e outros processos e sistemas internos. Seu DNS externo fornece acesso aos aplicativos, produtos e serviços de sua empresa para seus clientes.

Então, certifique-se de que provedores diferentes atendam a essas duas necessidades de DNS. Afinal, se o seu DNS externo cair, consertar esse problema será substancialmente mais difícil se o seu DNS interno também estiver inativo. Este é um dos motivos pelos quais a Meta demorou tanto para consertar seu aplicativo quando o Facebook caiu em outubro de 2021.

E, por outro lado, se seu DNS interno cair, você não quer que o problema chegue aos seus clientes externos. Portanto, usar diferentes provedores junto com diferentes configurações de DNS e processos de configuração é fundamental para evitar esses tipos de problemas.

Etapa 8. Duplique seu DNS em outro provedor

Indo mais um passo adiante, configure seu DNS de produção usando dois provedores diferentes. Use um como provedor principal e o segundo como provedor de backup. Dessa forma, se o seu provedor DNS primário for desativado, você poderá transferir o DNS de produção para o provedor de backup rapidamente.

O provedor de backup deve ter uma cópia completa, operacional e totalmente testada de sua configuração DNS definida e operando. Este processo será mais fácil se você tiver implementado o processo de implantação automatizado recomendado acima. Não obstante, este processo automatizado pode ajudar a garantir que suas alterações sejam mantidas em sincronia entre seus provedores principal e de backup.

DNS é um sistema crítico que deve ser projetado para alta disponibilidade e confiabilidade desde o início. Você também precisa pensar sobre segurança ao projetar sua infraestrutura DNS. Certifique-se de ter sistemas redundantes em funcionamento e de que o acesso ao DNS seja rigidamente controlado.

Por fim, monitorar o DNS é fundamental para garantir que o sistema continue funcionando sem problemas. Você precisa de ferramentas que o alertarão se ocorrerem problemas, para que você possa tomar medidas para mitigar o impacto o mais rápido possível.

As interrupções de DNS são uma ocorrência comum, mas não precisam fazer com que toda a sua empresa pare. Usando os processos e ferramentas adequados, você pode minimizar o impacto de quaisquer interrupções e manter seu negócio funcionando sem problemas.

Uma alternativa é contar com uma empresa especializada para cuidar da sua TI.

Sobre a Infonova

A Infonova já atendeu mais de 135 clientes dos mais diversos segmentos, desde corporate, governo, PME até indústria do entretenimento e saúde. Você pode conferir a lista completa de clientes satisfeitos da Infonova aqui.

A Infonova usa uma metodologia consolidada. Portanto, essa empresa de TI conta com depoimentos da maioria de seus clientes garantindo a qualidade do atendimento.

Em relação à confiança, a Infonova comprova sua transparência e seriedade logo no início do nosso contrato. Afinal, é quando realiza uma visita inicial de manutenção intensiva em todos os computadores da sua empresa e também servidores.

Inclusive, se você pedir, a Infonova oferece um mapeamento de todo seu ambiente de TI.  Afinal, seu interesse é conhecer toda sua infraestrutura e, de cara, resolver todas as suas dores.

Resumindo, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Então, avalia o que está bom, resolvemos o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado. Especialmente em relação a automação da infraestrutura em nuvem e outras inovações.

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.
Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

A Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Contudo, todas essas soluções compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Para saber mais sobre os serviços da Infonova e sinais de alerta sobre seu treinamento de TI, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA