Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Entregue um CMDB com verdadeiro valor comercial

Por Juliana Gaidargi em 15/10/2021 em Gestão de TI

Seu banco de dados de gerenciamento de configuração (CMDB) fornece informações precisas e confiáveis sobre os serviços digitais e a infraestrutura que os suporta. No entanto, seu CMDB tem pouco ou nenhum valor se é apenas um repositório de dados mestre. Ou seja, para criar valor, você precisa fazer algo útil com os dados. É por isso que o CMDB é uma ferramenta crítica para manter a alta disponibilidade do serviço.

cmdb valor comercial

Impactos de um CMDB mal aproveitado

Um CMDB mal aproveitado pode ser prejudicial à sua organização. Vejamos um cenário comum:

Considere uma interrupção do serviço. Um aplicativo não está respondendo e centenas de usuários são afetados. Como você descobriu o que há de errado e fez o serviço voltar a funcionar rapidamente? Alguém atualizou o aplicativo recentemente? É o servidor ou há um problema com um banco de dados do outro lado do mundo? Existe um problema de rede? São tantas possibilidades e tão pouco tempo para resolver. Sem um CMDB com verdadeiro valor comercial,  você nem sabe qual é a versão do aplicativo, qual servidor ele está executando ou com quais bancos de dados está falando. Então, você passa horas reunindo informações – assumindo que você pode encontrá-las. Contudo, enquanto isso, o relógio está correndo.

Benefícios de um CMDB saudável

Um CMDB saudável, por outro lado, ajuda você a:

  • Impedir interrupções de serviços de negócios. Especialmente aquelas causadas por mudanças não planejadas e configuração incorreta;
  • Diagnosticar e corrigir interrupções de serviço dispendiosas mais rapidamente com acesso instantâneo às informações. É o caso de relacionamentos de infraestrutura, topologias de serviço, históricos de mudanças e versões de software;
  • Reduzir os custos de entrega de serviço;
  • Maximizar o ROI de seu portfólio de aplicativos;
  • Acelerar o tempo de colocação no mercado de novos serviços.

No entanto, um CMDB saudável não simplesmente acontece. Afinal, cada implantação bem-sucedida do CMDB precisa de um plano detalhado de gerenciamento de configuração. Quando você identifica claramente seus objetivos e desenvolve uma estratégia abrangente para atingir e sustentar essas capacidades, você estabelece a base para uma melhor saúde dos serviços de negócios. 

Aqui você pode conferir algumas das práticas para criar e manter um CMDB que entregue valor comercial real. Portanto, siga estas orientações e você encontrará o caminho para um ótimo CMDB e melhor saúde dos serviços de negócios.

Seis etapas para criar um CMDB com valor comercial

Aqui estão seis etapas principais para uma implantação bem-sucedida de um CMDB com valor comercial. Contudo, essas etapas não são necessariamente lineares. Portanto, você deve otimizar sua abordagem para atender às necessidades exclusivas de sua organização.

No entanto, você precisa abordar tudo isso para maximizar os benefícios do seu CMDB. Então, siga estas etapas e você irá melhorar drasticamente a integridade do serviço. Você também será capaz de:

  • Compreender o valor organizacional de cada um dos seus serviços comerciais;
  • Saber quem usa seus serviços de negócios e prever o consumo futuro;
  • Identificar onde investir e onde reduzir;
  • Rastrear seus custos de entrega de serviço e descobrir como otimizá-los;
  • Reduzir a dívida técnica e o risco, vendo quais tecnologias sustentam seus serviços.

Vamos examinar cada uma dessas etapas com mais detalhes.

Etapa 1: 

Onde seu CMDB pode entregar valor comercial ao negócio?

Um CMDB deve agregar valor comercial ao negócio. Portanto, precisa apoiar os objetivos estratégicos de sua empresa como um todo e as metas táticas de sua organização de TI. No entanto, isso significa focar em coisas que são importantes para o seu negócio. 

Muitas organizações lutam com a quantidade certa de gerenciamento de configurações. Frequentemente, eles tentam adotar uma abordagem abrangente. Contudo, inevitavelmente, este acaba sendo muito caro e demorado, afinal, ninguém está disposto a gastar milhões e esperar anos para um resultado. Entretanto, muito pouco gerenciamento de configuração é tão ruim quanto. Afinal, sem informações suficientes, você não consegue dar suporte adequado às suas necessidades de negócios e fornecer melhorias significativas. Dessa forma, seu CMDB acabará sendo considerado um elefante branco caro e sem valor.

Então, para determinar a quantidade certa de gerenciamento de configuração, envolva-se com as partes interessadas de negócios para identificar áreas onde seu CMDB pode fazer uma diferença significativa. Portanto, procure oportunidades para melhorar a produtividade, reduzir custos ou aumentar a satisfação dos funcionários. Afinal, essas áreas de foco geralmente obtém a maior tração nos negócios.

Exemplo

Por exemplo, você está sendo atingido por grandes penalidades por não conformidade com licenças de software? Ou você está tendo muitas interrupções no serviço? Em caso afirmativo, quais serviços são afetados e qual é o impacto na produtividade? Seus funcionários estão fartos porque seus problemas estão oscilando entre equipes de suporte de TI? Talvez você esteja iniciando uma migração para a nuvem e precise saber quais serviços mover primeiro – e como movê-los. No entanto, esta não é uma lista abrangente, então, você encontrará suas próprias oportunidades e desafios para atribuir valor comercial ao seu CMDB.

Contudo, não perca muito tempo identificando todas as oportunidades possíveis. Faça uma lista das maiores oportunidades e priorize-as. Os itens a serem considerados ao priorizar incluem:

  • Benefícios quantificados. Por exemplo, quanto dinheiro você economizará?
  • Quantidade de esforço. Qual é o retorno do investimento e você tem os recursos?
  • Cronograma. Ou seja, isso resultará em uma vitória rápida para o seu negócio?
  • Risco. Quão complexo é, o que pode dar errado e quais são as incógnitas?
  • Apoio da empresa. Alguém está pedindo isso e está disposto a lutar por ele?

Etapa 2: 

Defina sua direção

Um ótimo gerenciamento de configuração começa com metas claras, objetivos acionáveis ​​e resultados de negócios mensuráveis.

Escreva metas e objetivos bem definidos

As empresas com implantações de CMDB bem-sucedidas sempre articulam o que desejam realizar. Elas o fazem documentando sua abordagem, determinando seus resultados de negócios desejados e identificando como eles irão medir os resultados.

Então, ao definir metas e objetivos, pergunte-se o seguinte:

O que você deseja realizar?

Qual é a sua abordagem e quais são as suas restrições e suposições?

Como você sabe que está no caminho certo?

Felizmente, este artigo fornece exemplos de como definir metas e objetivos com eficácia.

Identifique iniciativas estratégicas da empresa e de TI

Seu CMDB precisa oferecer suporte à sua estratégia de negócios e TI. Portanto, comece identificando as principais iniciativas. Isso pode incluir coisas como:

No entanto, não se esqueça de incluir iniciativas estratégicas em seu departamento de TI. Eis como você pode fazer isso:

Dica de especialista:
Ao descrever iniciativas de negócios estratégicos, use a mesma linguagem quesua empresa já usa. Afinal, assim suas partes interessadas entenderão mais rapidamente,e você terá uma adesão mais rápida.
Defina um conjunto de casos de uso de suporte

Escreva uma lista de casos de uso que dão suporte a essas iniciativas estratégicas. Aqui estão alguns exemplos:

Iniciativa estratégica Caso de uso Como isso se relaciona com o CMDB?
Alinhe a TI com o negócio Um componente de TI se quebra. Nós sabemos se isso afeta alguém de nosso negócio de missão crítica e serviços?
Crie uma visão precisa e atualizada de quais componentes de infraestruturaapoia cada um de seusserviços prestados às empresas.
Expandir a base de clientesQueremos adicionar novos serviços interativos para o site do cliente. Como garantimos que nosso site irá continuar a escalar?Rastreie a infraestrutura do site e aplicativos para fornecer entrada para otimização de desempenho e evolução de arquitetura empresarial.
Melhorar a segurança da informaçãoPrecisamos garantir PCI DSSconformidade. Quais partes da nossa infraestrutura precisamos proteger e auditar?Adicione atributos de IC para indicar quais componentes de TI armazenam ou têm acesso a informações de cartão de crédito do cliente.
Estratégia na nuvem em primeiro lugarVamos migrar nosso sistema de controle de estoque paraa nuvem. Como planejamos essa migração?

Identifique todo o inventáriode componentes do sistema de controle que precisam ser migrados criando um mapa de serviço.

Etapa 3: 

Construa uma equipe e um modelo de governança

Agora que você definiu sua direção, é hora de construir sua estrutura e configuração de governança para criar um CMDB que agregue valor comercial ao negócio.

Criando governança

Se você faz parte de uma grande organização, pode querer configurar um CCB. Este é um comitê diretor que supervisiona seu programa de gerenciamento de configuração, certificando-se de que ele agrega valor, permanece no caminho certo e opera de maneira eficaz.

No entanto, os membros votantes de seu CCB devem ser líderes de equipe diretamente responsáveis ​​pela estratégia e iniciativas de TI. Afinal, precisam estar perto o suficiente para dar suporte às equipes e entender as operações do dia-a-dia.

Então, certifique-se de estruturar formalmente suas reuniões do CCB. Ou seja, de publicar uma agenda de reunião, registrar e rastrear itens de ação e emitir atas. Isso não só aumenta a eficácia do seu CCB, mas também fornece evidências para a liderança sênior do valor que seu CCB está entregando.

A criação de um CCB promove o sucesso, mas é um empreendimento significativo que é, francamente, mais adequado para organizações com processos de gerenciamento de configuração maduros e extensos. Portanto, se você está apenas começando sua jornada, criar um CCB pode ser um obstáculo muito grande.

Construa sua equipe de gerenciamento de configuração

Aqui estão três maneiras principais de tornar sua equipe de gerenciamento de configuração um sucesso:

  • Obtenha adesão antecipada dos executivos. Afinal, isso cria credibilidade e confiança, dando a sua equipe o suporte que precisa para impulsionar a mudança. Então, se você puder articular como seu CMDB apoiará as metas estratégicas e objetivos de seus executivos, é muito mais provável que você obtenha o apoio deles. Esse é outro motivo por que definir sua direção é tão importante;
  • Certifique-se de que os membros da sua equipe sejam livres para se concentrar em suas responsabilidades de gerenciamento de configuração ao invés de ficarem atolados no suporte diário para “manter as luzes acesas”;
  • Definir, documentar e comunicar claramente a função e as responsabilidades de cada membro da equipe. Afinal, isso garante propriedade, responsabilidade e autoridade.
Definição de funções e responsabilidades

Confira um exemplo prático de CCB:

FunçãoResponsabilidadeTítulo
CM Executivo
Patrocinador
Proprietário do processo CCB
Supervisiona a configuração do plano de implementação em todos os departamentos da empresa.
Executivo sênior
Gerente de ConfiguraçãoGerencia a entrega de serviços de CM e a documentação de operaçãoprocedimentos.
Gerente sênior de TI
Analista de sistema CM Executa tarefas de CM diárias com supervisão mínima.

Analista de TI
Especialista em CMExecuta tarefas de CM diárias com direção do analista de sistema CM.
Administrador de TI
Distribuindo processos entre a equipe

Você quer uma equipe central para lidar com tudo ou planeja ter equipes individuais? Por exemplo, sua equipe de armazenamento cuidará de seu próprio gerenciamento de configuração? Ou você quer um modelo híbrido, com equipes distribuídas alimentando uma equipe central? Aqui estão algumas coisas a considerar antes de tomar esta decisão:

No entanto, se você tiver uma equipe centralizada, ainda terá que envolver muitos especialistas no assunto. Isso é especialmente verdadeiro se você está lidando com infraestrutura local e planeja preencher seu CMDB manualmente (em oposição à detecção automática com visibilidade ITOM). Isto exige forte adesão de seus stakeholders e forte gerenciamento de projetos. Afinal, mesmo se você descobrir automaticamente sua infraestrutura, você ainda precisará envolver especialistas no assunto para validar se a infraestrutura implantada corresponde ao design pretendido.

As equipes distribuídas têm vantagens. Afinal, com várias equipes pequenas e distribuídas, cada equipe pode tomar decisões rápidas e assumir a responsabilidade pela resolução de problemas. E, porque cada equipe é também um cliente CMDB – afinal, elas usam os dados CMDB – estão mais bem posicionadas para priorizar quais dados vão para o CMDB. E, se você estiver usando a descoberta, a carga sobre essas equipes pode ser bem leve já que o CMDB é atualizado automaticamente.

Modelos híbridos

Muitos clientes optam por um modelo híbrido. Mesmo com a descoberta, as equipes distribuídas frequentemente não têm todo o conhecimento necessário para manter sua fatia do CMDB. Por exemplo, funções como a segurança abrange toda a sua infraestrutura de TI, contudo, não é realista esperar que cada equipe tenha seu próprio especialista em segurança.

A mesma coisa vale para monitoramento, gerenciamento de ativos de software e muitas outras funções que dependem do CMDB. Portanto, um modelo híbrido que combina núcleo centralizado de competências com a experiência de domínio de equipes distribuídas muitas vezes fornecem o melhor equilíbrio, além de garantir a consistência do processo e governança uniforme.

Etapa 4: 

Projete seu modelo de dados de configuração

Agora é hora de decidir quais dados você manterá em seu CMDB a fim de criar valor comercial. Você faz isso definindo quais classes de CI você precisa.

Contudo, antes de começar, familiarize-se com os recursos e opções de design do CMDB. Então, comece de forma simples e cresça gradualmente. Afinal, é um erro tentar construir um CMDB abrangente imediatamente. Portanto, comece de forma simples e depois faça melhorias incrementais conforme seus recursos de gerenciamento de configuração amadurecem.

Decida quais classes e atributos de CI você precisa para oferecer suporte às necessidades de dados dos casos de uso identificados na Etapa 2. Afinal, se você estiver definindo classes ou atributos de CI que não são necessários para esses casos de uso, você está fora do caminho.

Por exemplo, se você precisa incluir armazenamento em seu CMDB, você pode começar com CIs para matrizes físicas de armazenamento. A próxima etapa pode ser adicionar sistemas de arquivos e, em seguida, números de unidade lógica (LUNs) depois disso. 

Ao adotar essa abordagem, você pode lançar recursos básicos rapidamente e, em seguida, apresentar classes de CI adicionais ao longo do tempo, conforme você aumenta seus recursos e escopo.

Entretanto, lembre-se que é altamente recomendável começar com as classes CI padrão já incluídas no CMDB. Afinal, elas são projetadas para oferecer suporte a uma ampla variedade de casos de uso comuns, e você pode usar recursos prontos para preencher esses ICs em seu CMDB.

Esses ICs geralmente representam componentes de TI, como:

  • Servidores e máquinas virtuais;
  • Matrizes de armazenamento;
  • Bancos de dados;
  • Formulários;
  • Equipamento de rede;
  • Balanceadores de carga;
  • Dispositivos de segurança.
Crie novas classes

Você também pode estender classes predefinidas, criando novas classes com atributos adicionais.

Afinal, você pode se deparar com casos em que os ICs prontos para uso não sejam suficientes. Um exemplo é se você tiver um aplicativo personalizado ou deseja enriquecer CIs com dados de fontes de terceiros. Neste caso, você tem duas opções: criar uma nova classe de CI ou criar uma subclasse de uma classe de CI existente pronta para uso. Em geral, a última abordagem é preferida porque você ainda pode gerenciar a nova classe de CI no nível da superclasse.

Aviso:
Certifique-se de usar os ICs corretamente. Por definição, um IC é algo que podemuda, portanto, não há sentido em criar ICs para coisas que nunca mudam. Também,um IC deve ter uma nomenclatura exclusiva que permaneça constante.

Etapa 5:

Operacionalize a configuração de gestão

Agora que você tem seu modelo de dados de configuração, é hora de pensar em como fazer seu CMDB funcionar agregando valor comercial ao negócio. No entanto, criar um CMDB saudável não é uma atividade única. Afinal, para manter um CMDB saudável, você precisa implementar processos e ferramentas para mantê-lo atualizado e preciso. Não obstante, você precisa documentá-los em seu Plano de Gerenciamento de Configuração. Caso contrário, seu CMDB

ficará em mau estado e todo o seu trabalho árduo será perdido.

Então, pense em questões como:

  • Quais informações – por exemplo, status operacional – as partes interessadas precisam para cada IC?
  • Como você garante que essas informações sejam claras, concisas e válidas?
  • Quais ICs você pode manter atualizados automaticamente?
  • Quais ICs devem ser atualizados manualmente e quem é o responsável por isso?
  • Como você controla as mudanças em seu CMDB?
  • Como você monitora a integridade do seu CMDB?
Descubra sua infraestrutura de TI

Embora você possa adicionar todos os seus CIs ao CMDB manualmente, isso levará muito tempo e é muito difícil para manter seu CMDB atualizado conforme seu ambiente de TI muda. A boa notícia é que, dependendo do seu provedor de CMDB, você pode usar a função de descoberta para preencher automaticamente seu CMDB. Afinal, a descoberta encontrará toda a infraestrutura de rede, servidores, aplicativos e outros componentes em seu ambiente de TI e criar ICs correspondentes. Isso inclui descobrir a infraestrutura de nuvem pública, como Amazon AWS e Microsoft Azure.

Portanto, quando seu ambiente de TI muda, a descoberta pode atualizar seu CMDB automaticamente. Isso significa que você sempre tenha uma visão de infraestrutura precisa e atualizada – que é uma base crítica de um CMDB capaz de gerar valor comercial.

Descubra seus serviços empresariais

Apenas descobrir sua infraestrutura de TI não é suficiente. Afinal, para fornecer serviços de negócios de alto desempenho, você precisa saber como esses serviços são prestados. Por exemplo, quais aplicativos fazem parte do serviço de negócios, em quais servidores eles são executados, como as diferentes partes se comunicam e quais servidores web e balanceadores de carga suportam o serviço?

Contudo, novamente, você pode descobrir isso manualmente, criando mapas de serviço que documentam a topologia de cada um de seus serviços comerciais. Infelizmente, esta é uma tarefa considerável, e é quase impossível manter esses mapas atualizados depois de criá-los.

Dica do especialista:
Certifique-se de que as regras de identificação estão devidamente definidas para que seu CMDB não tenha ICs duplicados. Afinal, CIs duplicados criarão confusão, levarão a trabalho duplicado e afetarão adversamente seu funcionamento de processos. Não obstante, eles também podem resultar em uma perda de rastreabilidade, o que pode levar a questões de auditoria.
Integre com confiança dados de terceiros com conectores de gráfico de serviço

Para que seu CMDB agregue valor comercial, é preciso ter dados de qualidade. E você depende de dados de terceiros de várias fontes, como ferramentas de descoberta, monitoramento, vulnerabilidade e configuração. Esses dados alimentam muitos de seus processos de ciclo de vida de serviço digital – tudo, desde a racionalização do portfólio de aplicativos, automação de pipeline DevOps e operações de nuvem autônomas até a avaliação de risco e mitigação, avaliação de ROI de serviço e operações de segurança.

Portanto, para oferecer suporte eficaz a esses processos, esses dados de terceiros devem ser atualizados, precisos e consistentes É por isso que conectores de gráfico de serviço que fornecem integrações de dados de terceiros certificadas são interessantes. Afinal, essas ferramentas de integração também garantem que os dados de terceiros sejam mapeados para os locais corretos no CMDB, aumentando a precisão dos relatórios.

Preencha e mantenha informações não detectáveis

Uma pequena porcentagem de ICs e atributos não são detectáveis ​​- geralmente menos de 5%. Por exemplo, alguns atributos de IC fornecem informações relacionadas ao negócio, como quem possui um IC, ou a criticidade de um serviço comercial. Claramente, esses tipos de atributos não podem ser descobertos.

Então, você precisará preencher e manter esses ICs e atributos manualmente. No entanto, é um erro tentar fazer isso sozinho. Ao invés disso, identifique os proprietários dos processos de negócios correspondentes e os torne responsáveis ​​pela atualização em formação. Por exemplo, se alguém possui sua infraestrutura de servidor, torne-o responsável por atualizar e validar periodicamente atributos de servidor não detectáveis. Da mesma forma, se alguém possui um determinado serviço de negócios, por exemplo, seu sistema de gerenciamento de armazenamento, faça-os atualizar e validar os atributos desse IC de serviço de negócios.

Entretanto, você também precisará auditar periodicamente essas informações não detectáveis ​​em seu CMDB. Existem dois tipos de auditorias formais – funcional e física – que as organizações normalmente realizam regularmente.

Gerencie e controle mudanças

O gerenciamento de mudanças eficaz é essencial para um CMDB capaz de gerar valor comercial. Afinal, mudança descontrolada cria riscos, interrompe os processos de gerenciamento de configuração e cria um CMDB não confiável. Por exemplo, se alguém marcar incorretamente um servidor como fora de serviço, isso pode levar à interrupção do serviço.

Então, para evitar isso, faça o seguinte:

  • Certifique-se de que as mudanças sejam revisadas e aprovadas antes de serem feitas;
  • Configure permissões para que apenas usuários autorizados possam fazer alterações em seu CMDB;
  • Comunique as mudanças às partes interessadas.
Monitore a integridade do seu CMDB

Depois de ter as ferramentas e processos em vigor para um CMDB que gera valor comercial de verdade, você precisa mantê-lo saudável e resolver os problemas à medida que surgem. A melhor maneira de fazer isso é monitorar seu CMDB usando os seguintes KPIs básicos:

  • Plenitude – scorecard de ICs com atributos obrigatórios ou recomendados não preenchidos;
  • Correção – scorecard de ICs órfãos, duplicados e obsoletos;
  • Conformidade – scorecard dos resultados das auditorias de CI.

No entanto, além de agregar scorecards, você também pode pesquisar detalhes de integridade do CMDB para serviços de negócios, grupos de ICs e ICs individuais. Isso permite que você localize problemas no CMDB e solicite uma ação corretiva. Seria o caso de, por exemplo, acompanhar o IC que não tenha sido atualizado recentemente.

Obtenha insights sobre os principais indicadores básicos de seu CMDB e CSDM

Alguns provedores oferecem painéis de bases de dados com recomendações para garantir que você obtenha o máximo do seu CMDB e CSDM. O painel de bases de dados do CMDB otimiza as configurações do CMDB e personalizações, bem como destaca os riscos de implementação. Além disso, o painel mostra se você está aproveitando todos os benefícios do CSDM; por exemplo, você pode ver se algumas das suas ofertas de serviços empresariais não têm a relação necessária com um serviço de aplicativo.

Contudo, lembre-se que os painéis de integridade do CMDB e os painéis de bases de dados se complementam. Ou seja, os painéis de saúde do CMDB fornecem percepções sobre todo o CMDB e permitem que você configure áreas de foco. Já os painéis de bases de dados são prescritivos com um escopo menor, com foco nas áreas que são fundamentais e críticas para acertar.

Etapa 6: 

Crie um alinhamento contínuo

Um Plano de Gerenciamento de Configuração é um documento vivo. Ou seja, sua empresa não está parada, então, você também não pode parar. Na verdade, você precisa estar sempre alinhado com a estratégia de negócios e responder a novas iniciativas de negócios. Portanto, a comunicação bidirecional eficaz com as partes interessadas da empresa é fundamental para que você entenda suas necessidades e elas entendam como você planeja apoiá-los.

Portanto, aproveite um painel de controle de configuração para conduzir esse alinhamento. É aqui que você pode priorizar e desenvolver seu roteiro de gerenciamento de configuração para maximizar os benefícios para o seu negócio. Então, ao fornecer liderança e supervisão gerencial, seu CCB deve criar um fórum para tomada de decisão, transformando a disciplina de  gerenciamento de configuração em um ativo de alto valor para o seu negócio.

Além disso, adapte seu plano de gerenciamento de configuração para alinhá-lo com os principais projetos. Você pode atribuir um recurso da equipe de gerenciamento de configuração para cada projeto estratégico para que eles entendam como isso afeta o gerenciamento de configuração. Por exemplo, pense no primeiro projeto em sua empresa que usa recipientes. A última coisa que você deseja é uma solicitação de novas aulas de CI dois dias antes da entrada em operação.

Vamos recapitular

Sua empresa depende de você para fornecer serviços comerciais de alta qualidade. Para fazer isso, você precisa de um um CMDB saudável que gere valor comercial e tenha suporte de bons processos de gerenciamento de configuração. Com um CMDB saudável, você pode:

  • Impedir interrupções no serviço de negócios;
  • Identificar e responder às interrupções do serviço mais rapidamente;
  • Diagnosticar e consertar interrupções de serviço com mais rapidez.

No entanto, alcançar e manter um CMDB saudável não é mágica. Porém , com as seis etapas citadas neste artigo, você pode estabelecer a base para uma implantação bem-sucedida do CMDB. E você terá a recompensa uma saúde de serviços de negócios dramaticamente melhor

Apoio especializado

Você pode contar com o apoio de uma empresa de TI especializada e atualizada com as tendências de gestão de TI para ajudá-lo a decidir sobre quais soluções melhor atendem às necessidades do seu negócio.

Sobre a Infonova

A Infonova já atendeu mais de 135 clientes dos mais diversos segmentos, desde corporate, governo, PME até indústria do entretenimento e saúde. Você pode conferir a lista completa de clientes satisfeitos da Infonova aqui.

A Infonova usa uma metodologia consolidada. Portanto, essa empresa de TI conta com depoimentos da maioria de seus clientes garantindo a qualidade do atendimento.

metodologia infonova

Em relação à confiança, a Infonova comprova sua transparência e seriedade logo no início do nosso contrato. Afinal, é quando realiza uma visita inicial de manutenção intensiva em todos os computadores da sua empresa e também servidores.

Inclusive, se você pedir, a Infonova oferece um mapeamento de todo seu ambiente de TI.  Afinal, seu interesse é conhecer toda sua infraestrutura e, de cara, resolver todas as suas dores.

modelos de contrato

Resumindo, a Infonova faz um diagnóstico para identificar como está a sua TI. Então, avalia o que está bom, resolvemos o que está ruim e cria um projeto para o que é possível melhorar. Tudo isso sem custo. Ou seja, a Infonova conta com as melhores condições custo-benefício do mercado. Especialmente em relação a automação da infraestrutura em nuvem e outras inovações.

Perfil Infonova

A expertise da Infonova permite fornecer atendimento técnico local com escalas flexíveis definidas pelo cliente. Estas incluem:

  • Atendimento por demanda;
  • Disponibilização de equipes com 1 técnico local e retaguarda especializada; 
  • Equipes completas com até 200 profissionais qualificados para assumir parte ou toda a operação de TI.
Colaboradores

O trabalho executado pela equipe da Infonova é primoroso. Afinal, essa empresa de TI se preocupa com seus funcionários. Ou seja, a Infonova oferece participação nos lucros aos seus colaboradores a fim de mantê-los sempre motivados. Além disso, a contratação dos analistas é CLT Full, o que reduz o turnover e aumenta a confiança. 

Soluções

A Infonova tem soluções voltadas para PMEs, Governo e Corporate. Contudo, todas essas soluções compreendem modelos flexíveis com início rápido e transição sem dor.

Confira a seguir:

soluções infonova

Para saber mais sobre os serviços da Infonova e sinais de alerta sobre seu treinamento de TI, entre em contato pelo (11) 2246-2875 ou clique aqui.

Se quer saber mais sobre o que nossos clientes têm a dizer sobre nossos serviços, baixe gratuitamente nossos cases exclusivos.

Já vai?

Receba conteúdos exclusivos e gratuitos direto no seu e-mail, para ler sem pressa ;)

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

FALE
COM UM
ESPECIALISTA

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Acesse informação exclusiva para nossos clientes e esteja informado. Conheça as técnicas, ferramentas e estatísticas do mercado, de graça, e no seu email.
É só preencher o formulário para acessar.

Receba Gratuitamente

Passo 2
0%

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.

Receba Gratuitamente

Fique tranquilo, não compartilhamos suas informações.