Blog Infonova

Informação para tomada de decisão

Resultado da pesquisa por: ""

Vantagens e desvantagens da terceirização de TI

Por Juliana Gaidargi em 10/12/2018 em Artigo, Gestão de TI

Ao longo das duas últimas décadas, a terceirização tornou-se um dos tópicos mais debatidos no âmbito trabalhista. Afinal, existem vantagens e desvantagens na terceirização de TI, tal como em qualquer outra área de serviços. Nos Estados Unidos, especificamente, a terceirização é automaticamente ligada à contratação de pessoal estrangeiro para a realização de serviços de TI.

Por conta disso, nacionalistas sentem que essa prática pode comprometer a geração interna de empregos, prejudicando assim, a população e a economia. Dessa forma, alguns legisladores norte-americanos tendem a adotar uma postura firme contra a “ameaça da terceirização” como um ponto de convergência para agendas de negócios mais amplas.

Ebook Melhores Práticas em Gestão de TI

Porém, aqui no Brasil, a terceirização tem outra conotação. Embora também tenha alguns aspectos capazes de causar desconfiança nos trabalhadores, a terceirização de TI vem sendo amplamente aceita.

Reforma trabalhista

Em 2018, passou a ser constitucional a terceirização de atividades-fim, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF). Ou seja, qualquer profissão, exceto atividades de vigilância e transporte de valores, pode ser terceirizada. Contudo, a reforma impede que pessoal terceirizados desempenhe atividades diferentes daquelas para as quais foram contratados.

Ou seja, estrategicamente, gestores precisam realizar um planejamento prévio antes de terceirizar áreas da empresa. E esse planejamento deve incluir quais são os resultados almejados por meio da terceirização de atividades. Afinal, essa medida pode ser de grande valia no aumento efetivo da lucratividade da empresa.

Vantagens e desvantagens da terceirização de TI

No contexto certo e implantada de maneira perspicaz, a terceirização pode ser uma maneira fantástica de melhorar a eficiência. Isso além de reforçar os resultados financeiros da empresa. Mas isso não significa que a prática não tenha suas próprias desvantagens também. A terceirização não é adequada para todas as situações. Por isso, é preciso pensar muito antes de investir tempo e energia na criação de empregos.

Confira a seguir 20 vantagens e desvantagens da terceirização de TI em empresas:

Vantagens da terceirização de TI

1. Ganha-se mais especialistas

A equipe principal pode ser fantástica em algumas coisas, mas ninguém é perfeito em tudo. Ao terceirizar tarefas específicas, as empresas geralmente conseguem melhorar substancialmente o desempenho, aproveitando as habilidades diferenciadas de especialistas em vários campos.

Ou seja, com a terceirização é possível desfrutar de uma equipe treinada, atualizada, conhecedora de todas as áreas da TI. Esse conhecimento pode aprimorar os processos internos da empresa, reduzindo riscos e aumentando a eficiência da organização.

Ebook Dicionário do Outsourcing de TI

Guia completo para contratação de empresas de TI

Ebook Dicionário de Redes e Servidores

2. Tarefas são feitas rapidamente

Uma das principais razões pelas quais empresas, principalmente as menores, tendem a terceirizar o trabalho é porque isso é feito mais rapidamente. Ao trabalhar com um número limitado de membros na equipe, é possível fazer as coisas muito mais rápido. Enquanto isso, as tarefas demoradas podem ser passadas para freelancers ou agências externas.

3. É possível se concentrar no que importa

Outro benefício da terceirização é a liberdade. Ao transmitir os processos de suporte, o gestor poderá concentrar suas habilidades no fortalecimento e na melhoria dos principais processos que ajudam a tornar sua empresa mais eficiente.

4. Pode-se compartilhar riscos

Um dos fatores mais importantes em qualquer projeto é a avaliação e análise de risco. Ao terceirizar determinados projetos ou processos para especialistas em seus respectivos campos, a empresa se beneficiará de sua capacidade aprimorada de planejar e mitigar riscos potenciais.

5. Existe uma redução de custos

Como se pode imaginar, terceirizar o trabalho aos poucos fica quase sempre mais barato do que contratar funcionários permanentes em tempo integral. Assim, a empresa economiza tempo e dinheiro no recrutamento. Além disso, o lucro também será potencializado com menores gastos indiretos.

Se comparado ao custo de uma equipe e infraestrutura dedicada, a terceirização de TI traz uma enorme vantagem. Afinal, nesse modelo de trabalho, a empresa paga apenas o que usar. Ou seja, não há a necessidade de investir em equipamentos que nunca mais serão usados, já que a prestadora possui todo o necessário para os projetos e conhece os melhores fornecedores.

6. Ganham-se horas trabalhadas

Um dos principais benefícios da terceirização do trabalho no exterior são as diferenças de fusos horários e feriados. A princípio, isso pode representar um obstáculo inicial, logisticamente falando. Porém, uma vez superado, isso pode efetivamente significar que a empresa estará funcionando praticamente 24h/dia.

7. Simplificação da gestão de projetos

Ao optar por terceirizar o trabalho por meio de uma grande variedade de especializados, conquista-se o acesso a muitas plataformas dinâmicas e intuitivas. Estas podem ajudar a gerenciar com eficácia o que está sendo feito, tal como prazos.A maior parte disso pode, inclusive, ser automatizada, liberando tempo para trabalhos mais importantes.

8. Simplificação das relações de trabalho

Ao terceirizar a TI, a empresa minimiza as relações de trabalho por meio de arranjos contratuais simples.

9. Esforços são mais direcionados

Outra vantagem negligenciada da terceirização de TI é que ela permite ao gestor  planejar e executar projetos mais eficazes e direcionados. Isso confere à empresa a chance de assumir novos riscos e experimentar diferentes métodos de exposição.

10. Tranquilidade

No final do dia, optando por terceirizar a TI junto a uma empresa confiável, o contratante ganha paz de espírito. Afinal, as tarefas passam a ser tratadas de forma hábil e eficiente por especialistas.

Desvantagens da terceirização de TI

1. Perde-se parte do controle
Como é de se esperar, quando se trabalha com agências externas ou freelancers, perde-se o controle de como essas tarefas são monitoradas e executadas. Contanto que o gestor conheça e confie na prestadora, isso não deve ser um grande problema. Porém, é preciso ter cuidado nessa escolha.
2. Existem custos ocultos

Embora o trabalho de terceirização de TI seja geralmente considerado mais barato, às vezes custos ocultos podem encarecer o serviço. Portanto, é importante ler com atenção o contrato para saber quais custos estão inclusos no fee mensal. Na maioria das provedoras de outsourcing, qualquer serviço que não esteja especificado no contrato é o bastante para que valores adicionais sejam cobrados. O problema se agrava ainda mais quando a terceirização de TI é feita por empresas estrangeiras, o que pode gerar altos custos por meio das consultas telefônicas para resolução de problemas urgentes.

3. Existem riscos de segurança

Nesta era de proteção de dados, é essencial manter cautela ao se trabalhar com informações de clientes. Ao terceirizar processos que exijam dados pessoais, pode-se colocar em risco a privacidade de outras pessoas ou a segurança da empresa. Com isso em mente, é importante avaliar o provedor de TI com cuidado, a fim de garantir que as informações da empresa estarão protegidas. É recomendável ainda que o contrato inclua uma cláusula exigindo o pagamento de multa caso ocorra algum incidente com os dados corporativos.

Ebook Como Vender TI para Diretoria

4. O controle de qualidade pode diminuir

Empresas de terceirização e alguns freelancers podem muitas vezes ser motivados pelo lucro, ao invés de por um trabalho bem feito. Isso significa que a demanda pode ser solucionada rapidamente. Mas talvez não tenha o padrão e a qualidade esperados. Outro ponto de atenção é que mesmo que tenham expertise na área de tecnologia, alguns fornecedores de TI não detém o mesmo nível de conhecimento do negócio de seus clientes. Isso pode gerar problemas na hora de planejar e executar projetos, ocasionando atrasos e, quem sabe, despesas extras.

5. Compartilha-se encargos financeiros

Embora possa ser bom trazer agências especializadas para compartilhar riscos, pode ser muito perigoso vincular sua empresa ao bem-estar financeiro de outra companhia. Mais uma vez, é preciso definir todos os termos e condições dos acordos contratuais com clareza.

6.Deve-se considerar a imagem da empresa

Ao terceirizar TI no exterior, o negócio pode muito encontrar má vontade de consumidores que adotaram uma postura moral contra a terceirização. Certo ou errado, para melhor ou para pior, alguma forma de crítica é muitas vezes inevitável.

7. Alinhamento de expectativas

Uma grande desvantagem da terceirização de tarefas específicas é o risco da parceira marchar ao ritmo de uma bateria diferente. Como resultado, pode ser difícil sincronizar os agendamentos para garantir que os usuários recebam o prometido em um cronograma confiável.

Infográfico Modelos de Suporte Técnico Para Contratar

8. Pode-se perder o foco

Como muitas agências de terceirização tendem a atender vários clientes a qualquer momento, determinada demanda pode não receber o devido foco. Dependendo dos processos terceirizados, essa falta de foco pode prejudicar a empresa.

9. Mensagens podem ter ruídos

Ao distribuir trabalho remoto por e-mail ou telefone, muitas vezes são perdidas instruções importantes. Isso pode causar perda de tempo, dinheiro e problemas.

10. Dilemas morais

Embora possa não ser um problema para todos, a maior desvantagem da terceirização em geral é a possibilidade de estar negando à equipe interna oportunidades de desenvolvimento. O crescimento gera crescimento e, ao terceirizar o trabalho, pode acontecer da empresa não contribuir para o crescimento de sua comunidade.

Com bases nessa lista de vantagens e desvantagens da terceirização de TI, é possível que um gestor identifique qual é o melhor formato de trabalho em sua empresa. Ainda assim, de forma geral, a terceirização de TI é uma boa alternativa para manter a competitividade de uma empresa no mercado. Porém, para atingir esse objetivo, ela deve estabelecer relações trabalhistas positivas com os provedores.