Somente classe A e B tuítam com celular - Infonova

Somente classe A e B tuítam com celular

No Brasil, o uso de celulares em redes sociais, como o Twitter, representa um paradoxo. Há mais de 160 milhões de aparelhos, mas poucos usam essas redes.

Essa contradição foi uma dos primeiros pontos discutidos na mesa-redonda “As redes sociais no celular”, no Seminário INFO Twitter, Orkut e Flickr, que teve como debatedores Claudia Woods, sócia diretora de inteligência da Predicta; Massayuki Fujimoto, diretor de e-business do Citibank e Credicard; e Terence Reis, diretor de móbile marketing da agência Wunderman.

Segundo os debatedores, embora haja 164,5 milhões de celulares no país, apenas uma parcela mínima de usuários faz uso das redes sociais com esses aparelhos. A razão dessa discrepância está no fato de 82% dos celulares serem pré-pagos e não terem acesso pleno a dados.

Para Claudia Woods, mesmo assim quem já adotou as redes sociais via celular são usuários avançados que utilizam o recurso com muita frequência. Por isso, mesmo em número pequeno, as empresas não podem deixar de prestar atenção a esses usuários. “São pessoas que estão no restaurante e veem algo, tuítam. Têm problema com um produto, publicam imediatamente uma queixa”, observa Claudia.

Para Terence Reis, a maioria dos usuários de celular no mercado brasileiro são consumidores das classes C e D. A expansão do uso de redes sociais nessa plataforma deve acontecer quando o preço dos aparelhos caírem. “Então o sistema 3G pode florescer”, diz Reis.

Os debatedores também concordam num ponto: é preciso usar soluções criativas para incorporar mesmo usuários que não dispõem de aparelhos 3G e planos de dados. Claudia cita como exemplo disso a experiência de permitir a publicação no Twitter via SMS.

Para Massayuki Fujimoto, o modelo atual não permite ganho de escala para o uso de celulares em redes sociais. “Menos de 5% dos usuários são capazes de acessar”, afirma. Assim como os outros debatedores, ele defende uma adaptação do modelo às condições do mercado. Poderiam representar uma saída, por exemplo, o SMS a cobrar e o SMS patrocinado.

Fonte: Carlos Machado, da INFO
http://info.abril.com.br/noticias/mercado/somente-classe-a-e-b-tuitam-com-celular-21092009-42.shl

Por que contratar a Infonova?

  • Rápido

    Problema é dor, e nós sabemos que as pessoas precisam de ajuda rápido. Nós controlamos o tempo de primeira resposta, e o tempo de solução de cada atendimento.

  • Eficaz

    Nosso objetivo é resolver de primeira! Para isso, nós monitoramos os atendimentos que são reabertos para entender o que está acontecendo.

  • Humano

    Sabe aquele gostinho de ser bem atendido? Somos uma empresa humana: somos pessoas ajudando pessoas.

Empresas que contam com a INFONOVA

Atendimento ao Cliente

ACESSAR

Solicitar Orçamento

SOLICITAR ORÇAMENTO