Google sugere planos de dados para adoção da internet móvel em larga escala

O custo do acesso à internet utilizando as redes celulares pode ser uma barreira para a adoção em larga escala do serviço no Brasil, mas pode ser vencida se o mercado encontrar um modelo de negócios que utilize a publicidade e links patrocinados para subsidiar o acesso.

O assunto foi debatido no painel “Mobile Internet: O que mudou nos dois mundos”, no primeiro dia do 7º Tela Viva Móvel, evento promovido pelas revistas TELETIME e TELA VIVA, que acontece até quarta-feira (14/5), em São Paulo.

“É preciso flexibilidade de custo, com planos de dados para as massas. Se testarmos o conceito com os usuários, eles vão gostar”, assegura o diretor de desenvolvimento de negócios e parcerias estratégicas do Google, Leonardo Tristão.

Para ele, a degustação é importante para conquistar usuários. “O Google foi construído pela interação sem custos para o usuário. Investimos muito em publicidade on-line e é a publicidade que vai tirar um pouco do peso dos custos dos serviços no celular”, comenta. Tristão, contudo, não descarta que o Google venha algum dia a cobrar remuneração diretamente do usuário final por um aplicativo.

“Mas isso só acontecerá se o aplicativo ou serviço for realmente benéfico para o usuário, tem que ser realmente relevante”, pondera.

A diretora de serviços de valor adicionado da Claro, Fiamma Zarife, concorda que o modelo de patrocínio pode ser importante para massificar o acesso móvel à internet e afirma que a operadora está disposta a analisar modelos de negócios. “Temos interesse em publicidade, em conteúdos patrocinados. Até mesmo para usar o portfolio que já temos disponível”, detalha.

Links patrocinados

Tristão citou que os links patrocinados do Google foram lançados na operadora japonesa KDDI em 2007 e que, no último trimestre do ano, metade de toda a receita de publicidade da tele já vinha dos links patrocinados.

“Agora estamos trazendo os links patrocinados para a internet móvel no Brasil. São campanhas relevantes porque são feitas no momento em que o usuário está fazendo uma busca e os anunciantes estão pedindo para se conectar com os usuários no celular”, comenta o executivo do Google.

O Google fechou acordo para mobile search e links patrocinados com a TIM e a solução deve ser deve ser lançada comercialmente em breve.

“Pela primeira vez este ano haverá mais conexões de internet via celular do que via computador no mundo e é por isso que estamos colocando todos os aplicativos Google no celular”, diz Tristão. A previsão, segundo ele, foi tirada de um dos relatórios de mercado comprados pelo Google.

A empresa já tem acordo com a Claro e a TIM para o YouTube Mobile, que está tendo um desempenho significativo segundo Tristão, e também fez parceria, no modelo de revenue share, com todas as operadoras para o serviço Orkut SMS.

Agora, o Google negocia a colocação da versão wap do site de relacionamento de maior sucesso no Brasil nos menus das operadoras. A versão wap do Orkut já está disponível para acesso pelo celular no endereço: wap.orkut.com.

Fonte: TI INSIDE News
http://www.tiinside.com.br/Filtro.asp?C=265&ID=88452

Por que contratar a Infonova?

  • Rápido

    Problema é dor, e nós sabemos que as pessoas precisam de ajuda rápido. Nós controlamos o tempo de primeira resposta, e o tempo de solução de cada atendimento.

  • Eficaz

    Nosso objetivo é resolver de primeira! Para isso, nós monitoramos os atendimentos que são reabertos para entender o que está acontecendo.

  • Humano

    Sabe aquele gostinho de ser bem atendido? Somos uma empresa humana: somos pessoas ajudando pessoas.

Empresas que contam com a INFONOVA

Atendimento ao Cliente

ACESSAR

Solicitar Orçamento

SOLICITAR ORÇAMENTO