Exportador prevê aumento de 500% nas vendas de software com nova política

As exportações brasileiras do setor de software devem passar de US$ 100 milhões para US$ 500 milhões e a geração de empregos deve crescer 20% com as medidas anunciadas pelo governo nesta segunda-feira (12/5) como parte da Política de Desenvolvimento Produtivo.

A estimativa é de André Fonseca, presidente da Virtua, uma das empresas exportadoras do setor. O empresário comparou os incentivos criados pela nova política industrial para os exportadores ao programa Bolsa Família, porque vai premiar quem conseguir cumprir a meta estabelecida pelo programa. “Acho que o governo fez as coisas de um jeito correto, porque vai recompensar quem estiver gerando resultado”, acrescenta.

Dentro da nova política industrial o setor de software e de tecnologia será beneficiado com a redução da contribuição patronal para a seguridade social sobre a folha de pagamento de 20% para até 10% e da contribuição para o Sistema S (Sesi, Senai, Senac) para até zero, de acordo com a participação das exportações no faturamento das empresas. Haverá ainda dedução em dobro para determinação da base de cálculo do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) das despesas com programas acelerados de capacitação de pessoal.

O setor de exportação de software poderá ser beneficiado também com a permissão para que as empresas de informática e automação deduzam da base de calculo do Imposto de Renda e da CSLL os gastos com pesquisa e desenvolvimento multiplicados por um fator de até 1,8. O governo anuncia ainda investimento de R$ 1 bilhão até 2010 no setor de informática (novo Prosoft).

Fonseca ressalta que essas medidas vão realmente estimular as exportações de software, mas o importante é aguardar a forma como as medidas serão implementadas. Este, segundo ele, é o sentimento predominante no setor, pelo que pôde sentir nas conversas que manteve com outros empresários. “O que não pode é haver uma demora excessiva na colocação em prática das medidas anunciadas por causa de entraves burocráticos para que tudo não acabe ficando apenas no papel”, conclui o presidente da Virtua.

Fonte: TI INSIDE News
http://www.tiinside.com.br/Filtro.asp?C=265&ID=88463

Por que contratar a Infonova?

  • Rápido

    Problema é dor, e nós sabemos que as pessoas precisam de ajuda rápido. Nós controlamos o tempo de primeira resposta, e o tempo de solução de cada atendimento.

  • Eficaz

    Nosso objetivo é resolver de primeira! Para isso, nós monitoramos os atendimentos que são reabertos para entender o que está acontecendo.

  • Humano

    Sabe aquele gostinho de ser bem atendido? Somos uma empresa humana: somos pessoas ajudando pessoas.

Empresas que contam com a INFONOVA

Atendimento ao Cliente

ACESSAR

Solicitar Orçamento

SOLICITAR ORÇAMENTO