Por Infonova em 27/12/2016 em Artigo

E-mail hoje em dia é uma ferramenta importantíssima no dia a dia profissional, mas a quantidade de mensagens que recebemos faz com que muitas vezes olhar para nossa caixa de entrada pareça um pesadelo. Qual mensagem devo priorizar? Qual e-mail é mais importante?
Para quem utilizar o Microsoft Outlook existe uma forma de facilitar esta visualização através de um da priorização no envio das mensagens.
Ao clicar em uma nova mensagem, você irá encontrar as opções Alta Prioridade e Baixa Prioridade.
.
Você pode selecionar um deles antes do envio da mensagem. Por padrão, os e-mails são enviados sem nenhum aviso, mas podemos selecionar a opção para auxiliar visualmente nosso destinatário:
Possíveis sugestões para esta definição:

  • Alta Prioridade – Podemos sinalizar um e-mail par qualquer assunto que seja urgente, como um projeto pendente e, um lead que esteja perto do seu vencimento ou algum outro assunto que demande a visualização da mensagem o quanto antes;
  • Baixa Prioridade – Esta sinalização deve ser utilizada em e-mails enviados que não demandam atenção imediata, como um projeto ainda em fase de negociação, uma piada para descontrair ou as fotos da confraternização da empresa, por exemplo;

Uma vez que a opção for definida, basta enviar a mensagem normalmente. O destinatário irá receber em sua caixa postal a mensagem com o sinal correspondente a nossa seleção e abaixo do campo Para a informação sobre a prioridade.
No caso de um e-mail enviado com Alta Prioridade teremos as seguintes informações:

  • Sinal de exclamação vermelho na mensagem

print artigo 1 Novembro 2

  • Tipo de prioridade definida como Alta ao abrir a mensagem

print artigo 1 Novembro 3
Já para o e-mail com Baixa Prioridade as informações serão:

  • Sinal de exclamação azul na mensagem

print artigo 1 Novembro 4

  • Tipo de prioridade definida como Baixa ao abrir a mensagem

print artigo 1 Novembro 5
Observações
A sinalização apenas visa auxiliar o destinatário com uma informação visual e é válida apenas para quem utiliza o Microsoft Outlook. Quem acessa e-mails usando o Gmail, por exemplo, não será capaz de visualizar esta informação.