Por Marcos Bernardino em 23/10/2018 em Artigo

Desde empresas pequenas a grandes empresas estão aderindo a cloud computing (computação em nuvem). Pois ela democratiza o acesso à tecnologia de alto nível para todos os tamanhos de empresa e em qualquer ramo. Isso sob demanda, de acordo com a necessidade de cada empresa.

O que é cloud computing?

A ideia de cloud computing surgiu na década de 60. Já se tornou uma realidade e uma tendência cada vez mais forte.

Em vez de se ter toda uma estrutura, infraestrutura ou um data center na própria empresa, hoje é possível virtualizá-la. Pode-se contratar uma empresa para isso. Assim, utiliza-se o que é necessário, para isso basta acesso à Internet ou outra ligação de rede com o provedor.

A responsabilidade de manter a estrutura fica terceirizada, assim trazendo vários benefícios e vantagens competitivas.

O modelo que se segue é de entrega de serviço de computação sob demanda, com o pagamento por serviço. Dessa maneira, estes serviços vão desde de aplicativos a poder de processamento e armazenamento.

Serviços de Cloud Computing

IaaS

O IaaS (Infrastructure as a Service) é a utilização de uma infraestrutura de TI de uma empresa contratada. Então se substitui uma infraestrutura em uma empresa contratante. De acordo com o contrato, é possível ter uma porcentagem de servidores que atenda as necessidades de quem contrata.

SaaS

O SaaS (Software as a Service) é a utilização de um software via Internet de uma empresa contratada. Não há necessidade de instalação. Além disso, o software pode ser usado por um preço em qualquer computador e dispositivo móvel, no momento que se desejar, no lugar em que se estiver.

PaaS

O PaaS (Plataform as a Service) é a contratação de uma plataforma, como um banco de dados ou um web services de forma virtualizada, de uma empresa contratada.

Modelos de nuvem

Nuvem pública

Na nuvem pública, várias empresas compartilham a infraestrutura de uma empresa contratada para se ter acesso a softwares, servidores, armazenamento ou qualquer serviço que se queira contratar do provedor, sem que haja necessidade de se ter uma infraestrutura na própria empresa.

Nuvem privada e híbrida

Na nuvem privada, a infraestrutura contratada é dedicada, ou seja, é só para uma empresa contratante. Na nuvem híbrida, temos características dos dois modelos.

Benefícios

Redução de Custos

Há uma grande redução de custos com a cloud computing. A necessidade de se comprar licenças para software, atualizar e manter infraestrutura entre outras estruturas que seriam mantidas na própria empresa e contratar profissionais para isso são bem menores. Além disso, não existem gastos com energia elétrica e refrigeração para se manter servidores funcionando.

Mais Produtividade

Há um aumento de produtividade. Em vez da equipe de TI se preocupar em manter a infraestrutura funcionando ou reparar falhas, ela pode se concentrar em atividades e processos relacionadas ao core business da organização.

Acessabilidade e Disponibilidade

Com a cloud computing é possível acessar dados importantes a qualquer hora, em qualquer lugar. Os dados sempre estarão disponíveis a funcionários, gerentes e diretores. Isso é uma vantagem competitiva.

Segurança da Informação

Os provedores de computação em nuvem mantém os dados criptografados e utilizam as melhores práticas de segurança. Preocupações com backups e perda de dados são responsabilidade do provedor. Os provedores que operam este modelo tem capacidade de investimento muito maior em tecnologia e mantém equipes dedicadas à segurança da informação.

Dessa forma, terceirizar a segurança com um provedor, libera a equipe de TI para atividades e processos que são mais importantes para a empresa.

Flexibilidade e Escalabilidade

É muito mais fácil aumentar ou reduzir a capacidade tecnológica. Também aumentar o número de usuários para um sistema. Basta atualizar o contrato com o provedor, já que os serviços de cloud computing são sob demanda. Com a cloud computing é mais simples, rápido e barato adaptar a estrutura ao negócio, sem a necessidade de mais aquisições de hardware e software. Dessa forma, evita-se o desperdício de capacidade não utilizada.

Análise e Controle

Os serviços de cloud computing oferecem ferramentas para análise e controle. Elas são automatizadas e eficientes. Permitem que não haja uso indevido dos dados e se encontrem pontos e processos a serem melhorados.

Otimização de Processos

Processos, como backups, análise e manuntenção, que gastariam energia e tempo da equipe de TI, são facilitados e automatizados pelos serviços de cloud computing.

Conclusão

A computação em nuvem é uma tendência no mundo inteiro e cada vez se torna mais utilizada, qualquer que seja o tamanho ou segmento da empresa.

Os benefícios dos serviços de cloud computing são muitos, tanto em produtividade, quanto em relação a custos. Dessa forma, se cria uma vantagem competitiva para a empresa. Toda a energia, que seria usada para manter uma estrutura, é usada para atividades e processos relacionados ao core business da empresa.